Posicionamentos do locutor-enunciador em contextos de imputação da responsabilidade enunciativa no texto acadêmico-científico

Rosângela Alves dos Santos Bernardino

Resumo


O trabalho investiga a responsabilidade enunciativa em textos acadêmicos produzidos por pesquisadores iniciantes, buscando especificamente descrever e interpretar os posicionamentos enunciativos do primeiro locutor-enunciador (L1/E1) quando da imputação de pontos de vista (PdV) a enunciadores segundos (e2). Teoricamente, o trabalho pauta-se nos postulados da Análise Textual dos Discursos (ATD), conforme Adam (2011), em articulação com o estudo de Guentchéva (1994), as observações de Authier-Revuz (1998, 2004) sobre a heterogeneidade enunciativa, entre outros autores. Nos textos analisados, mostrou-se mais recorrente a expressão de posicionamentos favoráveis por parte de L1/E1, em situações de retomadas, reformulações e comentários que reafirmam e validam o dizer do outro. Os resultados revelam que o pesquisador iniciante instaura uma forma de diálogo com os PdV alheios direcionado para a construção de um laço de responsabilização compartilhada.

Palavras-chave


Responsabilidade enunciativa. Artigo científico. Pesquisador iniciante. Imputação. Posicionamento enunciativo.

Texto completo:

PDF

Referências


ADAM, J. M. A linguística textual: uma introdução à análise textual dos discursos. Tradução de Maria das Graças Soares Rodrigues, Luis Passeggi, João Gomes da S. Neto e Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin. Revisão Técnica: João Gomes das S. Neto. 2 ed. revisada e aumentada. São Paulo: Cortez, 2011.

AUTHIER-REVUZ, J. Palavras incertas: as não-coincidências do dizer. Tradução de Claudia R. Castellanos Pfeiffer, et al. Revisão técnica da tradução Eni Pulccinelli Orlandi Campinas: Ed. da UNICAMP. 1998.

______. Heterogeneidade mostrada e heterogeneidade constitutiva: elementos para uma abordagem do outro no discurso. In:______. Entre a transparência e a opacidade: um estudo enunciativo do sentido. Apresentação Marlene Teixeira; revisão técnica da tradução de Leci Borges Barbisan e Valdir do Nascimento Flores. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004. p. 11-80.

______. A representação do discurso outro: um campo multiplamente heterogêneo. Tradução de Daniel Costa da Silva. Caleidoscópio, v. 6, n. 2, p. 107-119, mai./ago. 2008.

BAKHTIN, M. Questões de literatura e de estética: a teoria do romance. 5. ed. Editora Hucitec Annablume. São Paulo, 2002. Disponível em: < http://pt.scribd.com/doc/58069225/Bakhtin-O-Discurso-No-Romance>. Acesso em: 21 mai. 2014.

______. (VOLOCHÍNOV, V. N.). Marxismo e filosofia da linguagem. 12. ed. Tradução de Michel Lahud e Yara Frateschi Vieira. São Paulo: Hucitec, 2006. (Original russo 1929).

FOUCAULT, M. O que é um autor? Tradução de António Fernando Cascais e Eduardo Cordeiro. 8 ed. Nova Vega, Limitada, 2012.

GUENTCHÉVA, Z. Manifestations de la catégorie du médiatif dans temps du français. Langue Française. n. 102,1994, p. 8-23.

NEVES, J. dos S. B. Corre voz no jornalismo do início do século XX: estudo semântico-enunciativo do Correio Braziliense e da Gazeta de Lisboa. Jundiaí: Paco Editorial, 2012.

PASSEGGI, L. et al. A análise textual dos discursos: para uma teoria da produção co(n)textual de sentido. In: LEITE, M. Q.; BENTES, A. C. (Orgs.). Linguística de texto e análise da conversação: panorama das pesquisas no Brasil. São Paulo: Cortez, 2010, p. 262-312.

RABATEL, A. Le point de vue, une catégorie transversale. Le Français aujourd’hui, n. 151, 2005, p. 57-68. Disponível em: . Acesso em: 04 jun. 2013.

______. Prise em charge et imputation, ou la prise em charge à responsabilité limitée... Langue Française – La notion de prise em charge em linguistique, n. 162, jun, 2009, p. 3-27.

______. Schémas, techniques argumentatives de justification et figures de l’auteur (théoricien et/ou vulgarisateur). Revue d’anthropologie des connaissances, 2010, p. 505-525.

______. O papel do enunciador na construção interacional dos pontos de vista. In: WANDER, E. (Org.). A construção da opoinião na mídia. Tradução de Wander Emeditato. Belo Horizonte: FALE/UFMG, Núcleo de Análise do Discurso, 2013, p. 19-66.




DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v11i27.5675

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.