Programa de Apoio Pedagógico: contribuições para a aprendizagem matemática de alunos do CTISM/UFSM e para a formação inicial de professores

Andrei Luís Berres Hartmann, Mariglei Severo Maraschin

Resumo


Considerando os altos índices de evasão e reprovação no Colégio Técnico Industrial de Santa Maria (CTISM) surge o “Programa Piloto de Acompanhamento Pedagógico com alunos do CTISM/UFSM: ações de inclusão e sucesso no desempenho acadêmico”, objetivando diminuir os índices de reprovação de estudantes do Ensino Médio. Este projeto tem como metodologia o desenvolvimento de aulas presenciais e atividades de reforço nas disciplinas gerais e profissionais trabalhadas nos cursos oferecidos pelo CTISM. O presente artigo objetiva relatar as ações desenvolvidas durante o ano de 2018 com este projeto na área de Matemática, pelo bolsista com estudantes do Ensino Médio, Proeja[1] e na modalidade subsequente, pois as ações do projeto se expandiram para os demais cursos ofertados no colégio. As práticas realizadas contribuem também com a formação inicial do bolsista e futuro professor de Matemática, e na melhoria da aprendizagem dos estudantes da instituição, pela garantia da compreensão dos conteúdos matemáticos.


[1] O Programa de Integração da Educação Profissional ao Ensino Médio na Modalidade Educação de Jovens e Adultos foi criado em 2005 objetivando oferecer a jovens e adultos uma educação profissional técnica de nível médio. Com a ampliação em 2006 do programa, passou-se a ser denominado Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adultos (Proeja).


Palavras-chave


Apoio Pedagógico. Aprendizagem Matemática. Formação inicial.

Texto completo:

PDF

Referências


Colégio Técnico Industrial de Santa Maria. (2014). Projeto Político Pedagógico. Recuperado em 04 dezembro, 2018, de https://www.ctism.ufsm.br/institucional/ppp.

Maraschin, M. S., Sehnem, C., Marschal, D., Cassol, L. M., Portugal, L. S. S., Becker, M. U., & Chiappa, R. M. B. (2015). O projeto piloto de acompanhamento pedagógico dos estudantes do CTISM/UFSM. Anais do I Seminário de Políticas Públicas e Ações Afirmativas, Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil.

Pereira, M. T. F., & Cavedon, N. R. (2009, março). Os bastidores de um estudo etnográfico: trilhando os caminhos teórico-empíricos para desvendar as culturas organizacionais de uma livraria de shopping center. Cadernos EBAPE, 7 (1), pp. 154-168. Recuperado em 12 dezembro, 2018, de http://www.scielo.br/pdf/cebape/v7n1/v7n1a11.pdf?fbclid=IwAR0GCERnspm69a0v9ZUHr9fzRYEXHu6hTcwHR15QLjtGpnk1soLf5xkqRDo.

Queiroz, L. D. (2004). Um estudo sobre a evasão escolar: para se pensar na inclusão escola. Recuperado em 11 dezembro, 2018, de www.anped.org.br.

Silva, N. M., & Aragão, R. F. (2012, dezembro). A observação como prática pedagógica no ensino de geografia. Geosaberes, 3 (6), pp. 50-59. [ISSN 2178-0463]. Recuperado em 12 dezembro, 2018, de http://www.geosaberes.ufc.br/geosaberes/article/view/174.

Skovsmose, O. (2001). Educação Matemática crítica: a questão da democracia. Campinas, SP: Papirus.

Sousa, A. A., Sousa, T. P., Queiroz, M. P., & Silva, É. S. L. (2011, janeiro/ abril). Evasão escolar no ensino médio: velhos ou novos dilemas? Vértices, 13 (1), pp. 25-37. Recuperado em 11 dezembro, 2018, de http://essentiaeditora.iff.edu.br/index.php/vertices/article/viewFile/1220/641.




DOI: https://doi.org/10.30612/tangram.v2i4.9667

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

 

ISSN: 2595-0967

Indexadores

 

Divulgador

 

Programa Anti-plágio utilizado