O juro real no contexto da educação financeira crítica

Celso Ribeiro Campos, Cileda Queiroz e Silva Coutinho

Resumo


O objetivo deste trabalho é apresentar e aprofundar o conceito de letramento financeiro dentro da sua vertente crítica e descrever uma possibilidade de desenvolvimento prático dessas ideias em um projeto pedagógico que visa discutir o conceito de juro real no dia-a-dia dos brasileiros, favorecendo a reflexão e o debate sobre as problemáticas econômicas, sociais e políticas que derivam do tema proposto. Pretendemos demonstrar algumas possibilidades de trabalho com a educação financeira crítica, de modo a contribuir para o seu desenvolvimento e sua disseminação. A atividade pedagógica envolveu o cálculo da taxa real de juro considerando diversas medidas de inflação e de rendimento de operações financeiras. A educação crítica se fez presente na atividade e a modelagem matemática se mostrou adequada à proposta, abrindo espaço para discussões sobre problemas concretos que fazem parte da realidade dos alunos e que estão ligados à formação profissional deles.


Palavras-chave


educação financeira; taxa real de juro; letramento financeiro

Texto completo:

PDF

Referências


BARBOSA, J. C. (2003). What is Mathematical Modelling? In: LAMON, S. J. et al. (Eds.). Mathematical Modelling: a way of life, pp. 227-234. Chichester/Grã-Bretanha: Ellis Horwood.

______. (2006). Mathematical Modelling in classroom: a socio-critical and discursive perspective. Zentralblatt für Didaktik der Mathematik, v. 38, n. 3, pp.293-301. Disponível em: https://www.emis.de/journals/ZDM/zdm063i.html. Acesso em 27/03/2018.

______. (2007). Mathematical modelling and parallel discussions. Congress of the European Society for Research in Mathematics Education, 5th, 2007, Lárnaca, Chipre. Proceedings of the 5th CERME, p. 2101-2109. Disponível em: http://www.mathematik.uni-dortmund.de/~erme/CERME5b/. Acesso em 27/03/2018.

CAMPOS, C. R. (2007). A educação estatística: uma investigação acerca dos aspectos relevantes à didática da estatística em cursos de graduação. Tese (doutorado em Educação Matemática), 256 fls. Rio Claro, UNESP.

CAMPOS, C. R.; WODEWOTZKI, M. L. L. (2007). A educação estatística, a modelagem matemática e a educação crítica: um projeto. Revista teoria e prática da educação, v. 10, n. 3, pp. 321-331. Maringá, Paraná: UEM.

CAMPOS, C. R.; WODEWOTZKI, M. L. L.; JACOBINI, O. R. (2011). Educação estatística – teoria e prática em ambientes de modelagem matemática. Belo Horizonte: Autêntica.

COUTINHO, C. Q. S.; CAMPOS, C. R. (2018). Perspectivas em didática e Educação Estatística e Financeira: reflexões sobre convergências e divergências entre letramento matemático, matemacia, letramento estatístico e letramento financeiro. In: G. P. Oliveira (org.), Educação Matemática – epistemologia, didática e tecnologia, pp. 143-180. São Paulo: Livraria da Física.

D’AMBROSIO, U. (1991). Matemática, ensino e educação: uma proposta global. Temas e Debates, ano IV, v. 3, pp. 1-15. Rio Claro, SP: SBEM.

FARO, C. (2006). Fundamentos da matemática financeira – uma introdução ao cálculo financeiro e à análise de investimento de risco. São Paulo: Saraiva.

HAZZAN, S.; POMPEO, J. N. (2007). Matemática Financeira. 6ª ed. São Paulo: Saraiva.

IBGE (2018). Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/estatisticas-novoportal/economicas/precos-e-custos/9258-indice-nacional-de-precos-ao-consumidor.html. Acesso em 19/06/2018.

KAISER, G.; SRIRAMAN, B. (2006). A global survey of international perspectives on modelling in mathematics education. Zentralblatt für Didaktik der Mathematik, v. 38, n. 3, pp. 302-310. Disponível em: https://www.emis.de/journals/ZDM/zdm063i.html. Acesso em 27/03/2018.

SENA, F. D. L. (2017). Educação financeira e estatística: estudo de estruturas de letramento e pensamento. Dissertação (mestrado em Educação Matemática), 108 f. São Paulo: PUC-SP.

SKOVSMOSE, O. (2004). Educação matemática crítica – a questão da democracia. 2a ed. Campinas: Papirus.




DOI: https://doi.org/10.30612/tangram.v2i2.8863

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.

 

ISSN: 2595-0967

Indexadores

 

Divulgador

 

Programa Anti-plágio utilizado