Os Kiriri de Jacobina e os riscos ambientais da exploração aurífera

Autores

  • Joelma Boaventura Da Silva Universidade do Estado da Bahia- UNEB Universidade Federal da Bahia - UFBA https://orcid.org/0000-0002-7582-6662
  • Almacks Luiz Silva Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF

DOI:

https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.14511

Palavras-chave:

Povo Kiriri. Barragem. Mineração

Resumo

 O presente trabalho discute a relação histórica do povo Quiriri com a região de Jacobina na Bahia a partir de aspectos linguísticos, históricos, sociais e ambientais. O objetivo principal deste artigo é situar as ilações do referido povo com o espaço jacobinense e as consequências dessas ilações. Discute-se também a legislação aplicável às barragens de rejeito, bem como a cultura Kiriri, além da questão ambiental vinculada à mineração de ouro. É um estudo interdisciplinar que utiliza várias fontes de consulta: jornais, textos técnicos, teses, dissertações, processos judiciais, legislações dados estatísticos, mapas e imagens, além da pesquisa empírica junto a comunidade indígena. O estudo conclui que a ameaça ao agrupamento Kiriri em Jacobina é uma realidade e acirra sua vulnerabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Joelma Boaventura Da Silva, Universidade do Estado da Bahia- UNEB Universidade Federal da Bahia - UFBA

Mestra em Educação. Bacharela em Direito. Docente juanto a UNEB. Doctoranda junto a UFBA.

Almacks Luiz Silva, Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF

Graduado em Gestão Ambiental. Membro do Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco – CBHSF

Referências

BAHIA. Inquérito Civil nº 702.9.76928/2017. Ministério Público do Estado da Bahia. Seção Jacobina. 2017.

BRASIL, Relatório Nacional de Segurança de barragens 2020. Disponível em: http://www.inema.ba.gov.br/gestao-2/barragensreservatorios/relatorio-segura-barragens/. Acesso em 15/05/2020.

BRASIL, Resolução Nº 4, De 15 De Fevereiro De 2019. Estabelece medidas regulatórias cautelares objetivando assegurar a estabilidade de barragens de mineração, notadamente aquelas construídas ou alteadas pelo método denominado "a montante" ou por método declarado como desconhecido. Diário Oficial da União. 18/02/2019. Edição 34. Seção 1. Página: 58.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988. Diário Oficial da União de 05/12/1988. P.1

BRASILEIRO. Sheila. Kiriri. Disponível em: https://pib.socioambiental.org/pt/Povo:Kiriri. 2018. Capturado em 01/06/2020.

CARVALHO, MR., and CARVALHO, AM., org. Índios e caboclos: a história recontada [online]. Salvador: EDUFBA, 2012. ISBN 978-85-232-1208-7. Available from SciELO Books <http://books.scielo.org

CONCEIÇÃO. Hélida Santos. Governando a periferia: A criação da comarca da parte do Sul da Bahia no Império Ultramarino Português – Século XVIII.. 2017. Disponível em XII Jornada de Estudos Históricos. Rio de Janeiro. Anais da XIII Jornada de Estudos Hstóricos professor Manuel salgado. PPGHIS/UFRJ. Vol. 3.

FARIAS, Sara Oliveira. Enredos e Tramas nas Minas de ouro de Jacobina/ Sara Oliveira Farias – Recife- 2008. 237 fl.: il Orientador Antonio Torres Montenegro. Tese (doutorado) Universidade Federal do Pernambuco.2008.

HTTPS://goldprice.org/pt/gold-price.html que fornece on-line. Acesso em 19/8/2020

IBRAM. Portal da Mineração / Notícias / Notícias Gerais 2020. Yamana pretende acelerar 2ª fase de expansão da mina de ouro Jacobina(BA). Noticias de Mineração Brasil. 04/05/2020. Disponível em: http://portaldamineracao.com.br/ibram/yamana-pretende-acelerar-2a-fase-de-expansao-da-mina-de-ouro-jacobinaba/.

JESUS, Zeneide Rios. Eldorado sertanejo: garimpos e garimpeiros nas serras de Jacobina (1930 – 1940). Salvador. Dissertação de mestrado, UFBA. 2005

JORNAL DO BRASIL. Indios Quiriri perdem antigos costumes e se entregam ao alcoolismo. 12e 13 /12/1971.1º caderno. P. 38. Disponível em: https://www.socioambiental.org/pt-br/o-isa/programas/povos-indigenas-no-brasil. Captura em 25/05/2020

KIRIRI, Dernival. Povos indígenas no Brasil. Disponível em: https://pib.socioambiental.org/pt/P%C3%A1gina_principal. 2014. Acessado em 25/05/2020.

HTTP://www.ibge.gov.br/. Capturado 03/06/2020

HTTP://www.ana.gov.br/noticias/ana-lanca-relatorio-de-seguranca-de-barragens-2018. Acesso em 23/9/2020

HTTP://www.gov.br/anm/pt-br. Arrecadação. Acesso em 12/7/2020

LIMA, Sabrina de Souza; SANTOS, Laudiceia da Cruz; SILVA, Jeronimo Jorge Cavalcanti. Reconhecimento De Coletivos Diversos No Ceep Felicidade De Jesus Magalhães: Uma Experiência Pedagógica Com Povos Tradicionais – Negros, Ciganos E Indígenas. In: V CONEDU, 2018.

OLIVEIRA, Céurio de. Dicionário Cartográfico. 2ª ed. Rio de Janeiro: IBGE, 1983.

PAGLIARO, H., AZEVEDO, MM., and SANTOS, RV., orgs. Demografia dos Povos Indígenas no Brasil [online]. Rio de Janeiro: Editora FIOCRUZ; Campinas: Associação Brasileira de Estudos Populacionais - ABEP, 2005. ISBN 978-85-7541-254-1. Edição Kindle

PINHEIRO, Christiane Freitas. Avaliação geoambiental do município de Jacobina-Ba através das técnicas de geoprocessamento: um suporte ao ordenamento territorial. Salvador, 2004. 267 f. Dissertação (Mestrado) - PósGraduação em Geografia. Universidade Federal da Bahia. Instituto de Geociências.

REESINK, E. A maior alegria do mundo: a participação dos índios Kiriri em Belo Monte (Canudos). In: CARVALHO, MR., and CARVALHO, AM., org. Índios e caboclos: a história recontada [online]. Salvador: EDUFBA, 2012, pp. 243-256. ISBN 978-85-232-1208-7. Available from SciELO Books .

RODRIGUES, Adam. Karirí como família linguística Macro-Jê no Nordeste do Brasil. In: Revista Brasileira de Linguística Antropológica, 2019. Volume 11. N1. Disponível em: https://periodicos.unb.br/index.php/ling/article/view/26441. Capturado em 25/05/2020.

SANCHES, NANCI. A exploração aurífera na Bahia oitocentista: decadência, desgaste ambiental e desordem social. In: estudoscolaborativos.sei.ba.gov.br. 2017.Bahia. Acessado em 25/05/2020.

SANTOS, Solon Natalício Araújo dos. Conquista e Resistência dos Payayá no Sertão das Jacobinas: Tapuias, tupi, colonos e missionários (1651-1706). Dissertação apresentada ao Programa de Pós-Graduação em História da Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas da Universidade Federal da Bahia. 2011. Orientadora: Profª. Drª. Maria Hilda Baqueiro Paraíso.

SILVA. Almacks Luis. Fotografia cerâmica Kiriri. Disponível em: https://www.instagram.com/almacksluizsilva/.2018.

VIEIRA FILHO. Rafael. Educação nas Jacobinas – período colonial e imperial. Natal. 2002. Disponível em http://sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe2/pdfs/Tema7/0735.pdf. Capturado em 01/06/2020.

Downloads

Publicado

28/07/2021

Como Citar

Silva, J. B. D., & Silva, A. L. (2021). Os Kiriri de Jacobina e os riscos ambientais da exploração aurífera. Revista Interdisciplinar Em Educação E Territorialidade – RIET, 2(2), 409–430. https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.14511