Competências socioemocionais e educação profissional: práticas docentes em ensino remoto

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.14463

Palavras-chave:

Educação, Ensino, Pandemia

Resumo

O ensino remoto, desde março de 2020 com a pandemia da Covid-19, trouxe novos desafios para a aprendizagem da docência. Neste contexto e no âmbito do desenvolvimento profissional docente, tem-se como objetos deste estudo identificar se há competências socioemocionais na prática docente em educação profissional, bem como detectar o grau de consciência sobre o emprego destas. O referencial teórico está embasado nas competências socioemocionais de CASEL. Como eixo metodológico, adota-se a pesquisa narrativa a partir do relato de um docente do ensino técnico de nível médio, que revela sua consciência quanto a aplicabilidade das competências socioemocionais e, assim, tem-se uma pesquisa com potencial efeito multiplicador para a docência em educação profissional.

Palavras-chave: Investigação narrativa, formação do formador, CASEL, educação profissional e tecnológica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fabiana Ignácio, Centro Paula Souza - etec

Mestranda em Educação Profissional Pelo Centro Paula Souza

Rodrigo Avella Ramirez, Centro Paula Souza - unidade de Pós-graduação.

Professor orientador de Mestrado do Centro Paula Souza

Renata Oliveira Campos Bergamo, Centro Paula Souza - Etec

Mestre em  Educação Profissional pelo Centro Paula Souza

Referências

BARBISAN, Carla; MEIGID Maria Auxiliadora Bueno Andrade. Categorias de narrativas: principais usos em pesquisa e formação de pedagogas. Educação Temática Digital, Campinas, v.20, n.4, p979-996, out./dez. 2018.

BRASIL. Base Nacional Comum Curricular. Disponível em: <http://basenacionalcomum.mec.gov.br >Acesso em: 15 de jan. de 2020

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases n. 9.394, de dezembro de 1996. Disponível em: < http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/leis/l9394.htm>. Acesso em: 19 de fev. 2020.

CASEL. Collaborative for Academic, Social and Emotional Learning. 2017. Disponível online em: <https://casel.org/>. Acesso em: 16 mar. 2020.

CLANDININ, D.Jean; ROSIEK, Jerry. Mapping a Landscape of narrative Inquiry. In CLANDININ,D.J. (Ed.) Handbook of Narrative Inquiry: Mapping a methodology. Thousand Oaks, CA: Sage Publications, 2007.

DELORS, Jacques. Educação, um tesouro a Descobrir. Relatório para a UNESCO, 1996.

FIORENTINI, Dário; CRECCI, Vanessa. Desenvolvimento Profissional docente: um termo guarda-chuva ou um novo sentido à formação?.Revista Brasileira de Pesquisa sobre formação docente. Belo Horizonte, v.5, n.8, p. 11-23, jan/jun 2013. Disponível em: http://formacaodocente.autenticaeditora.com.br Acesso em: 04 de abril de 2020.

FREITAS, Liliane Miranda; GHEDIN, Evandro Luiz. Narrativas de formação: origens, significados e usos na pesquisa-formação de professores. Revista Contemporânea de Educação, v.10, n.19, janeiro/junho de 2015.

FROHMUT, Bruna Duarte Ferreira; NEMER, Elda Gonçalves; BERGAMO, Renata Oliveira Campos; RAMIREZ, Rodrigo Avella. O desenvolvimento das competências socioemocionais nas aulas de língua inglesa do ensino médio e técnico. Revista CB TecLE, v.1, n.1, julho de 2020.

GATTI, B. A.; BARRETTO, E. S. S. Professores do Brasil: Novos cenários de Formação. Brasília: UNESCO, 2019. Disponível em: http://www.unesco.org/new/pt/brasilia/about-this-office/single-view/news/professores_do_brasil_novos_cenarios_de_formacao/. Acesso em 24 nov.2019

JOSSO, Marie-Christine. Experiências de Vida e Formação. São Paulo: Cortez, 2004.

JOSSO, Marie-Christine. A transformação de si a partir da narração de histórias de vida. Educação, Porto Alegre, ano XXX, n.3 (63), p. 413-438, set./dez. 2007. Disponível em: https://wp.ufpel.edu.br/gepiem/files/2008/09/a_tranfor2.pdf Acesso em: 02 nov. 2019.

MIZUKAMI, Maria da graça Nicoletti. Aprendizagem da docência: professores formadores. Revista E-curriculum, São Paulo, v.1, n. 1, dez-jul. 2005-2006. Disponível em: http://www.pucsp.br/ecurriculum Acesso em: 15 mai. 2019.

MIZUKAMI, Maria da Graça Nicoletti. Escola e desenvolvimento profissional da docência. In: GATTI, B. et al.(Org) Por uma política nacional de formação de professores. São Paulo: editora Unesp, 2011. Cap. 1, p.23-54.

NÓVOA, Antonio. Formação de professores e profissão docente. In: NÓVOA, Antonio (Org). Os professores e a sua formação. Lisboa. Dom Quixote, 1992, Cap.1, p. 15-33.

PERRENOUD, Philippe. Construindo Competências. Entrevista com Philippe Perrenoud. Universidade de Genebra. In Nova Escola Brasil, set. 2000. Disponível em: <https://www.unige.ch/fapse/SSE/teachers/perrenoud/php_main/php_2000/2000_31.html> Acesso: 07 de outubro de 2020.

RAMIREZ, Rodrigo Avella. Histórias de Vida na formação do professor. São Paulo: CEETEPS, 2014.

RAMIREZ, Rodrigo Avella. Aprendizagem da docência: a língua inglesa no ensino superior tecnológico: experiências, práticas e desafios. 2017. 215 f. Tese (Doutorado em Educação, Arte e História da Cultura) - Universidade Presbiteriana Mackenzie, São Paulo, 2017.

SHULMAN, Lee S. Those who understand: Knowledge growth in teaching. London, Educational Research, 1986, v.15, n.2.

SHULMAN, Lee S. Conhecimento e ensino: fundamentos para a nova reforma. São Paulo, Cadernos Cenpec, 2014, v.4, n.2, pp. 196-229.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

28/07/2021

Como Citar

Ignácio, F., Ramirez, R. A., & Bergamo, R. O. C. (2021). Competências socioemocionais e educação profissional: práticas docentes em ensino remoto. Revista Interdisciplinar Em Educação E Territorialidade – RIET, 2(2), 246–263. https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.14463

Edição

Seção

Dossiê 2 - Educação em tempos de pandemia