Relatos de experiência docente: a atuação do professor no ensino remoto emergencial

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.13643

Palavras-chave:

Professor, Covid-19, Ensino Remoto Emergencial

Resumo

A propagação mundial da Covid-19 e suas consequências ditaram um novo cenário para a educação. A necessidade de isolamento e distanciamento social fez com que as aulas presenciais fossem interrompidas e, então, o espaço escolar passa a existir mediado pelas novas tecnologias e meios digitais. Os relatos de experiência de professores de instituições públicas e privadas do Rio de Janeiro ilustram como estão se adequando ao uso da tecnologia e das ferramentas digitais para trabalhar no Ensino Remoto Emergencial, assim denominado. Através de breves narrativas e opiniões desses docentes, postados em uma rede social, podemos mergulhar no momento presente e tecer reflexões para o cenário da Educação, despertando para o pensamento da crescente ascensão da cibercultura na sociedade atual e seus impactos na educação e para o papel do professor. 


Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fátima Machado, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Especialista em Linguística Aplicada ao Ensino de Inglês como Língua Adicional e aluna de Mestrado em Estudos de Língua do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Letras, Universidade do Estado do Rio de de Janeiro UERJ


Marcelo Martins, Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Especialista em Linguística Aplicada ao Ensino de Inglês como Língua Adicional e aluno de Mestrado em Estudos de Língua do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Letras, Universidade do Estado do Rio de de Janeiro UERJ

 

Viviane Caldas, Universidade do Estado do Rio de de Janeiro

Especialista em Linguística Aplicada ao Ensino de Inglês como Língua Adicional e aluna de Mestrado em Estudos de Língua do Programa de Pós-graduação Stricto Sensu em Letras, Universidade do Estado do Rio de de Janeiro UERJ

Referências

BEHAR, P. O Ensino remoto emergencial e a educação a distância. Jornal da Universidade, Rio Grande do Sul, 2 jul. 2020. Disponível em: https://www.ufrgs.br/jornal/o-ensino-remoto-emergencial-e-a-educacao-a-distancia/. Acesso em: 20 out. 2020.

KALANTZIS, M; COPE, B.; CHAN, E.; DALLEY-TRIM, L. Literacies. Cambridge: Cambridge University Press, 2012

LIBERALI, F. Construir o inédito viável em meio à crise do Coronavirus – Lições que aprendemos, vivemos e propomos. In: LIBERALI, F.; FUGA, V.; DIEGUES, U.; SANTOS, E. Pesquisa-Formação na cibercultura. Teresina: EDUFPI, 2019.

SOARES, C. SANTOS, E. Artefatos tecnoculturais nos processos pedagógicos: usos e implicações para os currículos. In: ALVES, Nilda. Libâneo, José Carlos. Temas de Pedagogia: diálogos entre didática e currículo. São Paulo: Editora Cortez, 2012. (p. 308- 330).

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17 ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

Downloads

Publicado

28/07/2021

Como Citar

Machado, F., Martins, M., & Caldas, V. (2021). Relatos de experiência docente: a atuação do professor no ensino remoto emergencial. Revista Interdisciplinar Em Educação E Territorialidade – RIET, 2(2), 304–312. https://doi.org/10.30612/riet.v2i2.13643

Edição

Seção

Relatos de experiência/Etnografias