Evasão e permanência no curso de Pedagogia EAD da UFRN: um convite à reflexão

Andréia da Silva Quintanilha Sousa, Júlio Ribeiro Soares

Resumo


O artigo discute a permanência e a evasão no curso de Pedagogia ofertado na modalidade a distância pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte, com foco nos dados das três turmas constituídas desde o início do curso, isto é, 2012, quando ingressaram 584 estudantes; 2014, com o ingresso de 297; e 2017, com 168 estudantes. A taxa de evasão nessas turmas, até o fim de 2019, era em torno de 38%, 40% e 20%, respectivamente. Sendo um trabalho que se pretende reflexivo, alguns atores foram convidados a falar sobre a questão abordada. Para fundamentar a discussão, o estudo busca apoio no debate acerca das políticas públicas dentro da abordagem cognitivista em que o referencial global/setorial sustenta as análises das políticas para a formação de professores. Com isso, aponta que parece haver um certo consenso entre os estudiosos das políticas educacionais de que existe articulação entre educação/escolarização e a forma social de organização da existência humana. As mudanças no comportamento das forças produtivas capitalistas no mundo, como reconhecem os estudiosos, atingem a vida contemporânea em diversos setores. Nessa perspectiva, a formação de professores para atuar na educação básica não estaria isenta das novas exigências que envolvem a sociedade marcada pela racionalidade neoliberal.


Palavras-chave


Racionalidade neoliberal; Formação de professores; Educação à distância

Texto completo:

PDF

Referências


AMBIEL, Rodolfo A. M. Construção da Escala de Motivos para Evasão do Ensino Superior. Aval. Psicol., Porto Alegre, v. 14, n. 1, p. 41-52, abr. 2015. Disponível em: . Acesso em: 27 abr. 2015.

ARETIO, García Lorenzo. La educación a distancia: de la teoría a la práctica. Barcelona: Ariel, 2002.

ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (ABED). Censo EAD.BR: relatório analítico da aprendizagem a distância no Brasil 2018. Tradução Camila Rosa. Curitiba: InterSaberes, 2019. E-book.

BRASIL. Lei nº 10.172, de 9 de janeiro de 2001. Aprova o Plano Nacional de

Educação e dá outras providências. Diário Oficial [da] República Federativa

do Brasil: seção 1, Brasília, DF, p. 1, 10 jan. 2001.

BRASIL. Lei nº 13.005, de 25 de junho de 2014. Aprova o Plano Nacional de

Educação – PNE e dá outras providências. Diário Oficial [da] República

Federativa do Brasil: seção 1, Brasília, DF, p. 1, 26 jun. 2014.

DARDOT, Pierre; LAVAL, Christian. A nova razão do mundo: ensaio sobre a sociedade neoliberal. São Paulo: Boitempo, 2016.

FIOR, Camila A.; MERCURI, Elizabeth; ALMEIDA, Leandro da S. Escala de interação com pares: construção e evidências de validade para estudantes do ensino superior. Psico-USF (impr.), Itatiba, v. 16, n. 1, p. 11-21, 2011.

LAVAL, Christian. A escola não é uma empresa: o neoliberalismo em ataque ao ensino público. São Paulo: Boitempo, 2019.

MAIA, Suzanir Fernanda; BERNARDES, Anita Guazzelli. Efeitos e formas de jogo para o acesso e para a permanência na educação superior. In: SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; MACIEL, Carina Elisabeth (org.). Desafios na educação superior: acesso, permanência e inclusão. Curitiba: CRV, 2019.

MULLER, Pierre; SUREL, Yves. A análise das políticas públicas. Pelotas: EDUCAT, 2002.

MULLER, Pierre. As políticas públicas. Rio de Janeiro: Editora da Universidade Federal Fluminense, 2018.

NUNES, Roseli Souza dos Reis; VELOSO, Tereza Christina Mertens Aguiar. A permanência na educação superior: múltiplos olhares. Dourados, Educação e Fronteiras On-Line, Dourados-MS, v. 6, n. 6, 2016, p.48 – 63, Disponível em:

http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/article/view/5708

OBSERVATÓRIO DO PLANO NACIONAL DE EDUCAÇÃO (OPNE). Monte seu dossiê. Disponível em: Acesso em: 21 jun. 2018.

POLYDORO, Soely A. J. et al. Desenvolvimento de uma Escala de Integração ao Ensino Superior. Psico-USF (impr.), Itatiba, v. 6, n. 1, p. 11-17, jun. 2001.

ROCHA, Elizabeth Matos. Saberes e práticas pedagógicas que influenciam na construção da identidade do professor virtual. Dourados, Educação e Fronteiras On-Line, Dourados-MS, v. 3, n. 8, 2013, p. 06-21. Disponível em:

http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/issue/view/126/showToc

SILVA JUNIOR, João dos Reis da; MARTINS, Tania Barbosa. Mediações e contradições na educação a distância: o trabalho do professor e do tutor. Dourados, Educação e Fronteiras On-Line, Dourados-MS, v. 6, n. 16, 2016, p. 37 – 47. Disponível em:

http://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/article/view/5706

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha. A política de formação de professores das últimas duas décadas: rupturas e continuidades. In: MAUÉS, Olgaíses Cabral; SOUZA, José dos Santos; SEGENREICH, Stella Cecília Duarte (org.). Expansão da Educação Superior: formação e trabalho docente. Belo Horizonte: Fino Traço, 2015.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; SILVEIRA, Márcia Cambuí Rosado. Formação de professores de Pedagogia na modalidade a distância face à inclusão. In: SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; MACIEL, Carina Elisabeth (org.). Desafios na Educação Superior: acesso, permanência e inclusão. Curitiba: CRV, 2019.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha. Universidade Aberta do Brasil (UAB) como política de formação de professores. Revista Educação em Questão, v. 42, n. 28, p. 119-148, jan./abr. 2012.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha. A Evasão no Programa Universidade Aberta do Brasil/UFRN sob a perspectiva da avaliação construtivista. In: SOUZA, Lincoln Moraes; SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha (org.). Avaliação de políticas públicas e a avaliação da educação. Curitiba: CRV, 2017.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; MACIEL, Carina Elizabeth. Expansão da educação superior: permanência e evasão em cursos da Universidade Aberta do Brasil. Educação em Revista (UFMG. Impresso), v. 32, n. 4, p. 175-204, out./dez. 2016.

SOUSA, Andréia da Silva Quintanilha; MÁRTIRES, Hugo; SOUSA, Carolina. Motivos para evadir da Escola Superior de Educação e Comunicação da Universidade do Algarve/Portugal, segundo os estudantes. Revista Educação Em Questão, v. 56, n. 47, p. 42-68, 2018. https://doi.org/10.21680/1981-1802.2018v56n47ID13998

TASSONI, Elvira C. M. As experiências de sucesso na aprendizagem e suas relações com a permanência na escola. Revista de Educação PUC-Campinas, Campinas, v. 16, n. 1, p. 57-64, jan./jun. 2011.

TINTO, Vicent. Research and practice of student retention: what next? Journal of College Student Retention, v. 8, n. 1, p. 1-19, 2007.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO NORTE (UFRN). Proposta pedagógica para curso de graduação licenciatura em Pedagogia na modalidade à distância. 2010. Disponível em: http://www.sedis.ufrn.br/images/documentos/pedagogia/PPP_PEDAGOGIA_A_DISTANCIA.pdf. Acesso em: 21 jun. 2018.

VYGOTSKY, Lev S. A formação social da mente. São Paulo: Martins Fontes, 2007.




DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v10i29.14173

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.