A construção do conhecimento via Facebook

Rodrigo Baez da Silva, Adilson de Matos Bentos, Claudiane Rodrigues Moraes Balbuena

Resumo


A rede social Facebook é hoje uma poderosa ferramenta de comunicação e socialização, marcada por sua grande quantidade de usuários registrados. Esse ambiente é um espaço rico, principalmente para a construção do conhecimento, sendo favorecida pelas relações sociais feitas por intermédio dos membros que dela fazem parte. O objetivo do presente estudo foi analisar o comportamento dos alunos da terceira série – turma “A” – da Escola Estadual Caetano Pinto durante as aulas do professor do componente curricular de Geografia, na Sala de Tecnologia Educacional (STE), frente à mídia social Facebook na construção do conhecimento colaborativo. O trabalho é resultado da conjugação da prática de ensino desenvolvida em sala de aula, com a realização de atividades de iniciação à docência, por bolsistas do PIBID/EaD/UFGD. Foi possível observar que o uso da mídia social como recurso pedagógico mostrou ter potencial como ferramenta de aprendizagem se bem aplicada.

Palavras-chave


Comportamento. Redes Sociais. Facebook.

Texto completo:

PDF

Referências


CAMPOS, F. et al. Cooperação e aprendizagem on-line. Rio de Janeiro: DP&A,2003.

CAXIA, RUSSIANE DA COSTA. FACEBOOK: possibilidades de atuação didáticopedagógica. Disponível em: http://www.psicopedagogia.com.br/

new1_artigo.asp?entrID=1509#.VZKIFflViko. Acesso em 30/06/2015 às 11h31min.

KENSKI, Vania Moreira. Tecnologias e ensino presencial e a distância. 9ª Ed. Campinas: Papirus, 2012.

KENSKI, Vania Moreira. Tecnologias e tempo docente. Campinas: Papirus, 2013.

MANZANI, E. J. Recursos pedagógicos para o ensino de alunos com paralisia cerebral. Revista mensagem da Apae. N. 84, v.36, p 17-21, 1999.

MARTELETO, Regina Maria. Análise de redes sociais: aplicação nos estudos de transferência da informação. Ciência da Informação,Brasília, v. 30, n. 1, p. 71-81, jan./abr. 2001.

MAZZOCO, BRUNO. Tecnologia: Um guia para escolher bem. Revista Nova Escola. Ano 30, n. 280, Março/2015.

MORAN, José. Ensino e aprendizagem inovadores com tecnologias audiovisuais e telemáticas, In: MORAN, J., MASETTO, M. e BEHRENS, M. Novas tecnologias e mediação pedagógica. Campinas, SP: Papirus, 2000.

PASSOS, José Silveira. Vygotsky e o desenvolvimento humano. Disponível em: http://www.josesilveira.com/artigos/vygotsky.pdf . Acesso em 26/08/2014 às 17h15min.

RUIZ, Enriqueta Molina. Como Criar Comunidade Aprendizagem. Disponível em: http://www.teresianasstj.com/index.php/artigos-e-reflexoes/100-metodologias/comunidades-que-aprendem/106-como-criar-comunidadeaprendizagem. Acesso em 25/08/2015 às 10h58min.

TORRES, Patrícia Lupion. Laboratório on-line de aprendizagem: uma proposta crítica de aprendizagem colaborativa para a educação. Tubarão: Ed. Unisul, 2004.

VALENTE, José. O uso inteligente do computador na educação, Pátio, ano 1, n. 1, p.19-21, Porto Alegre, mai/jul. 1997.

VALLE, Luiza Elena L. Ribeiro; MATTOS, Maria José Viana Marinho de Matos; COSTA, José Vilson da / Organizadores. Educação Digital: a tecnologia a favor da inclusão. Porto Alegre: Penso, 2013.

VYGOTSKY, Lev Semenovitch. Pensamento e Linguagem. Rio de Janeiro: Martins Fontes, 1998.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.