Educação a distância: impulso na cultura do ensino e da aprendizagem

Lucas Gomes Silva, Manuella Vieira Sacramento

Resumo


O presente artigo trás em seu contexto análise, reflexões e abordagens teóricas sobre a trajetória e algumas fases que permeiam a Educação a Distância, bem como a importância que essa modalidade de Ensino possui hoje no cenário atual. Assim o mesmo vem expondo algumas das mudanças que estão fundamentadas e amparadas na Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDBE) nº 9.394/96 de 20 de dezembro de 1996 e os Decretos nº 2.494, 2.561 de 1998 e o 5.622 de 19 de dezembro de 2005 que vigora até a atualidade, e são as peças chaves que determinaram as concepções que buscam organizar novas compreensões a respeito da temática abordada. No entanto essa modalidade de Ensino vem com a visão de oportunizar aos educando práticas pedagógicas que instiguem descobertas, desafios e estimule a busca incessante por novos conhecimentos, ampliando seu legado de informações e enriquecendo a cultura do processo de ensino e a aprendizagem se tornando mais significativas.

Palavras-chave


EAD. Educação Online. Ensino-Aprendizagem.

Texto completo:

PDF

Referências


BOTH, Ivo J. Avaliação planejada, aprendizagem consentida: é ensinando que se avalia, é avaliando que se ensina. 2 ed. Ver; e ampl. – Curitiba – PR: Ibpex, 2008.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Base da Educação Nº 9.394/96 de 20 de Dezembro de 1996. Brasília – DF, 1996.

DEMO, Pedro. O Porvir: desafio das linguagens do século XXI – Curitiba – PR: Ibpex, 2007.

FILATRO, Andrea. As teorias pedagógicas fundamentais em EaD. In: LITTO, Frederic M.; FORMIGA, Manuel M. M. (Orgs.). Educação à Distância: o estado da arte. São Paulo: Pearson Education do Brasil. p. 96-104. 2008.

GUAREZI, Rita de Cássia M. e Matos, Márcia Mª. Educação a distância sem segredos. – Curitiba – PR: Editora Ibpex, 2009.

JUSTIFINIANI, Antonio Miranda. La educación a distancia, una estrategia para los países en vias de desarrollo: el modelo cubano. In: Educação à Distância, v. 3, n. 6, p. 14 - nov/94, Brasília, INED.

KEARSLEY, G. Educação on-line. Aprendendo e ensinando. Trad. Mauro de Campos Silva. Revisão técnica: Renata Ribeiro. São Paulo. Cengage Learning. 2011.

MEC. Secretaria da EaD; Referenciais de Qualidade para Educação Superior a Distância. Brasília – DF: 2007.

MENA MERCHÁN. B.; MARCOS PORRAS. M.; MENA MARCOS. J. J. Didáctica y nuevas tecnologias en educación. Madrid: Escuela Española, 2002.

MOORE, M. e KEARSLEY, G. Distance Education. A Systems View. Belmont: Wadsworth, 1996. 1ª edição.

MORAN, J.M. Contribuições para uma pedagogia da educação on-line. In: silva, marco (org). Educação online: teorias, práticas, legislação, formação corporativa. São paulo: Loyola. 2003.

NISKIER. A. Educação a Distância: Tecnologia da esperança. 2ª Ed. São Paulo: Loyola, 2000.

ROGERS. C. Liberdade de Aprender em nossa Década. 2ª Ed. Porto Alegre: Artes Médicas, 1986.

SANTAELLA, L. A Aprendizagem ubíqua substitui a educação formal? Revista de Computação e Tecnologia da PUC-SP — Departamento de Computação/FCET/PUC. 2010.

SCREMIN, Sandra B. Educação a Distância: uma possibilidade na Educação Profissional Básica. Florianópolis: Visual Book, 2002.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.