Website como auxílio na utilização de Sof-twares Educacionais de Ciências Naturais e Matemática como elementos facilitadores em tempo de pandemia

Autores

Palavras-chave:

TIC na Educação, Sites Educacionais, Laboratórios

Resumo

Este artigo visa apresentar um estudo que consistiu na construção de um site e tutoriais para Softwares Educacionais gratuitos das áreas de Ciências Naturais e Matemática do Ensino Médio, a fim de auxiliar Professores na utilização de softwares na falta de laboratórios e/ou equipamentos, já que muitas escolas públicas no Brasil de acordo com Castro (2017), não dispõem de laboratórios de ciências devidamente equipados. Uma vez que, nas Ciências Naturais e Matemática existem fenômenos que podem não ser compreendidos apenas com teoria e muitos softwares dispõem de recursos que são bastante visuais e experimentais. Para tanto, o site foi construído, disponibilizado a Professores das áreas de Ciências Naturais e Matemática da rede pública estadual de Mato Grosso para que eles fizessem a utilização e avaliação deste. A pesquisa se deu de forma qualitativa, descrevendo, interpretando e quantificando os dados coletados. Os resultados obtidos nesta pesquisa mostraram que os Professores avaliaram o site de forma positiva e ainda, confirmaram que o mesmo e seus recursos podem auxiliá-los nas aulas na falta de laboratórios e/ou equipamentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALMEIDA, R. R.; et.al. Avaliação de Objetos de Aprendizagem: Aspectos a serem

considerados neste processo. Revista Educação & Tecnologia, Curitiba, n.13, p. 1-13,

jan./jun. 2012.

BARDIN, L. Análise de conteúdo. Tradução: Luis A. Reto, Augusto P. 1. ed. São Paulo:

Edições 70. 2016. 141 p.

BRITO, Neyde Carneiro. Didática Especial. São Paulo: Ed do Brasil, 1994.

CARVALHO, A. A. A. Como olhar criticamente o software educativo multimídia. Cadernos

SACAUSEF – Sistema de Avaliação, Certificação e Apoio à Utilização de Software para a

Educação e a Formação - Utilização e Avaliação de Software Educativo, Ministério da

Educação, v. 1, n.1, p. 69-82, 85-86. 2005.

CASTELLS, M. A Sociedade em Rede. A era da Informação: economia, sociedade e

cultura. Tradução: Roneide V. Majer. 6. ed. São Paulo: Paz e Terra, 2002, 58 p.

CASTRO, J. A. Evolução e desigualdade na educação brasileira. Educ. Soc., Campinas, vol. 30, n. 108, p. 673-697, out. 2009.

CIAVATTA, M. A formação integrada: a escola e o trabalho como lugares de memória e de identidade In: FRIGOTTO, G. et al. (Orgs.). Ensino médio integrado: concep-

ções e contradições. São Paulo: Cortez, 2005. p. 83-105.

CUNHA, C. P. A. Importância da Matemática no Cotidiano. Revista Científica

Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento. v. 1, n. 4, p. 641-650, jul. 2017.

FRIGOTTO, G.; CIAVATTA, M. RAMOS, M. Ensino Médio Integrado: Concepção e

contradições. 3. ed. São Paulo: Cortez, 2005. 176 p.

GATTI, B. A. A construção da pesquisa em educação no Brasil. 1. ed. Brasília:

Plano Editora, 2002. 86 p.

MEC - Ministério da Educação. Edital de Convocação para o Processo de

Inscrição, Avaliação e Precificação de Tecnologias Educacionais para a Educação Básica.

Brasília: MEC, 2018. Disponível em: https://tecnologiaeducacional.mec.gov.br/assetsplataforma-evidencias/1542220982-edital.pdf. Acesso em: 18 abr. 2021.

MOREIRA, C. E. Formação continuada de professores: entre o improviso e a

profissionalização. Florianópolis: Insular, 2002. 157 p.

NIELSEN, J. Ten Usability Heuristics. NN/g Nielsen Normam Group. 2003. Disponí-

vel em: Disponível em:

https://pdfs.semanticscholar.org/5f03/b251093aee730ab9772db2e1a8a7eb8522cb.pdf.

Acesso em: 18 abr. 2021.

OLIVEIRA, N. Uma proposta de avaliação de Softwares educacionais. 2001. 117

f. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produção) - Universidade Federal de Santa

Catarina, Florianópolis, 2001. Disponível em:

https://repositorio.ufsc.br/xmlui/bitstream/handle/123456789/81485/185506.pdf?sequ

ence=1. Acesso em: 07 abr. 2021.

PALERMO, J. F. http://professores_inglês/sites/avaliação: Avaliação de sites para/por professores de inglês. 2007. 101 f. Dissertação (Mestrado em Linguística Aplicada

e Estudos da Linguagem) – Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo,

Disponível em: https://sapientia.pucsp.br/handle/handle/13918. Acesso em: 16

de abr. 2021.

PAULA, A. C. et. al. Softwares Educacionais para o Ensino de Física, Química e Biologia. Revistas Ciências e Ideias. Porto Alegre, v.5, n.1. p. 106-121, Jan/abr. 2014

PINHEIRO, N. A. M; SILVEIRA, R. M. C. BAZZO, W. A. Ciência, tecnologia e sociedade: a

relevância do enfoque CTS para o contexto do ensino médio. Ciência & Educação, v. 13,

n. 1, p. 71-84. 2007.

PLATAFORMA EVIDÊNCIAS - Critérios tecnológicos, educacionais e de acessibilidade para

Tecnologia Educacional. Tecnologia Educacional. Maceió, AL: PLATAFORMA EVIDÊNCIAS,

c2018. Disponível em: https://tecnologiaeducacional.mec.gov.br/. Acesso em: 18 abr.

PRODANOV, C. C.; FREITAS, E. C. Metodologia do trabalho científico: métodos e técnicas

da pesquisa do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Universidade FEEVALE,

p. 52 – 60.

QEDU - Portal de acompanhamento da evolução da Educação Básica das escolas públicas

brasileiras - Portal Qedu. Cuiabá, MT: Censo Escolar, 2018. Disponível em:

https://www.qedu.org.br/estado/111-mato-grosso/censoescolar?year=2018&dependence=0&localization=0&education_stage=0&item=. Acesso

em: 10 fev. 2020.

RAMOS, E. M. F. O fundamental na avaliação de software educacional. In: SIMPÓSIO

BRASILEIRO DE INFORMÁTICA EDUCACIONAL,1., 1991, Rio de Janeiro. Anais [...] Rio de

Janeiro: Sociedade Brasileira de Computação, 1991. Disponível em:

http://www.inf.ufsc.br/~edla.ramos/publicacoes/Qualid.pdf. Acesso em: 17 out. 2019.

SANTANA, V. F.; SOARES, E, C. O laboratório de informática das escolas estaduais de

Rondonópolis/MT e sua utilização pelos professores da área de ciências da natureza,

matemática e suas tecnologias. In: CONGRESSO NACIONAL DE EDUCAÇÃO, 11., 2013,

Curitiba. Anais [...]. Paraná: Pontifícia Universidade católica do Paraná, 2013. Disponível

em: https://educere.bruc.com.br/CD2013/pdf/6991_4997.pdf. Acesso em: 15 mar.

SANTOS, M. et al. Ensinar e aprender com a metodologia Syllabus. Revista de Educação,

Brasília, v. 38, n. 150, jan./jun. 2010, p.21-27.

SANTOS, G. L. Tecnologias na educação e formação de professores. 1. ed. Brasília: Plano

editora, 2003. 154 p.

SKAALID, B. Web Design Guidelines: A Compilation of Guidelines for the Design of Web

Pages and Sites. University of Saskatchewan. Retrieved 25 mai. 2003. 1998. Disponível

em: http://www.usask.ca/education/coursework/skaalid/. Acesso em 18 abr. 2021.

SIMÕES, A. Avaliação de sites no ensino da Matemática e implicações na prática docente: um estudo no 3º CEB e secundário. 2005. 297 f.: Dissertação (Mestrado em Educação) - Universidade do Minho, Braga, 2005. Disponível em:

https://core.ac.uk/download/pdf/55604445.pdf. Acesso em: 02 abr. 2021.

SOUZA, H. G. Informática na Educação e Ensino de Informática: algumas Questões. Em

Aberto, São Carlos, v. 2, nº 17, p. 1-8, jun. 1983.

TAJRA, S. F. Informática na Educação: novas ferramentas pedagógicas para o professor

na atualidade. 3. ed. São Paulo: Érica, 2001. 181 p.

TEIXEIRA, N. P. C.; ARAÚJO, A. E. P. Informática e Educação: uma reflexão sobre novas

metodologias. Revista Hipertextus, Garanhuns, v. 1, n. 13, p. 137-145, jan. 2007.

VALENTE, J. A. Pesquisa, comunicação e aprendizagem com o computador. O papel do

computador no processo de ensino-aprendizagem. In: ALMEIDA, M. E. B. et al. (org.).

Integração das Tecnologias na Educação. Brasília: Ministério da Educação, Seed, 2005.

cap. 1, p. 22-31.

Downloads

Publicado

09/06/2022

Como Citar

Juliana Aparecida Toledo, & Cristiano Rocha Cunha. (2022). Website como auxílio na utilização de Sof-twares Educacionais de Ciências Naturais e Matemática como elementos facilitadores em tempo de pandemia. EaD & Tecnologias Digitais Na Educação, 9(11), 42–54. Recuperado de https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/ead/article/view/16052

Edição

Seção

Artigos