Práticas de leitura e escrita em contexto acadêmico: relações (hiper)textuais singulares

Fabiana Komesu, Fernanda Correa Silveira Galli

Resumo


No presente artigo, temos como objetivo refletir sobre as práticas discursivas de leitura e de escrita em/na rede, mais especificamente, sobre os percursos de leitura/escrita realizados por professores em formação e já formados, com base num motor de busca da internet. Interessa-nos, de maneira particularizada, investigar: i) as relações (hiper)textuais estabelecidas no enredamento entendido como viabilizado por recursos eletrônicos; ii) as marcas discursivas que (se) fazem emergir (n)um modo singular de ler (e de escrever). O conjunto do material foi produzido num curso de extensão universitário sobre leitura e ciberespaço, cuja proposta consistia na produção de um desenho do percurso de leitura num motor de busca da internet, a partir do significante “maçã”. Inscritas no referencial teórico da Análise do Discurso francesa e em pressupostos advindos dos Novos Estudos de Letramento (New Literacy Studies), procuramos discutir o funcionamento de mecanismos de busca da internet e os efeitos de sentidos produzidos pelo sujeito em seu trajeto de leitura/escrita.

Palavras-chave


Letramento Acadêmico. Leitura. Escrita. (Hiper)texto. Rede.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.