30 anos da ALAB: 30 anos de Linguística Aplicada e ensino de línguas no Brasil

Rogério Casanovas Tílio

Resumo


A história da Linguística Aplicada está intimamente ligada à história do ensino de línguas estrangeiras. Da mesma forma, a história dos últimos 30 anos (1990-2020) da Linguística Aplicada e do ensino de línguas no Brasil se confunde com a história dos 30 anos da Associação de Linguística Aplicada do Brasil (ALAB). Esse artigo busca recuperar brevemente o trajeto da Linguística Aplicada no país nesses 30 anos, traçando um paralelo com a pesquisa brasileira sobre ensino e aprendizagem de línguas – ainda o lócus que concentra o maior número de pesquisas da área. A partir daí, discute-se o papel e a atuação da ALAB e os desafios que se colocam para o ensino de línguas no contexto brasileiro, para a área da Linguística Aplicada e, consequentemente, para a ALAB.

Palavras-chave


Linguística Aplicada. Ensino de línguas. ALAB.

Texto completo:

PDF

Referências


ANTHONY, E. M. Approach, method and technique. English Language Teaching, 17, pp. 63-57, 1963.

ARCHANJO, R. Linguí stica Aplicada: uma identidade construí da nos CBLA. Belo Horizonte: Revista Brasileira de Linguística Aplicada. v. 11, n. 3, 2011, pp. 609-632.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria De Educação Básica. Orientações curriculares para o ensino médio. Volume 1: Linguagens, códigos e suas tecnologias. Brasília, 2006. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/book_volume_01_internet.pdf. Acesso em: 19/05/2020.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua estrangeira. Brasília, 1998a. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/pcn_estrangeira.pdf. Acesso em 19/05/2020.

BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: língua portuguesa. Brasília, 1998b. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/portugues.pdf. Acesso em 19/05/2020.

BROWN, H. D. Teaching by principles: an interactive approach to language pedagogy. 4. ed. London: Longman, 2015.

CANALE, M. From communicative competence to communicative language pedagogy. In: RICHARDS, J.; SCHMIDT, R. (Eds.). Language and communication. Singapore: Longman, 1983. pp. 2-27.

CANALE, M.; SWAIN, M. Theoretical bases of communicative approaches to second language teaching and testing. Applied Linguistics 1, 1980, pp. 1-47.

CELANI, M. A. A. Afi nal, o que é Linguística Aplicada? In: PASCHOAL, M. S. Z.; CELANI, M. A. A. Linguística aplicada: da aplicação da linguística à linguística transdisciplinar. São Paulo: EDUC, 1992.

CELCE-MURCIA, M.; BRINTON, D.; SNOW, M (Eds) Teaching English as a second or foreign language. 4. ed. Boston: Cengage, 2014.

CERVETTI, G.; PARDALES, M. J.; DAMICO, J. S. A tale of differences: Comparing the traditions, perspectives, and educational goals of critical reading and critical literacy. Reading Online, 4(9). Abril de 2001. Disponível em: http://www.readingonline.org/articles/art_index.asp?HREF=/articles/cervetti/index.html. Acesso em 6/10/2010.

COPE, B.; KALANTZIS, M. (Eds.) Multiliteracies: literacy learning and the design of social futures. London: Routledge, 2000.

HALL, G. Exploring English Language Teaching: Language in Action. New York: Routledge, 2011.

HAMMER, J. The practice of English language teaching. 5. ed. London: Longman, 2015.

HOWATT, A.; WIDDOWSON, H. A History of English Language Teaching. 2. ed. Oxford: Oxford University Press, 2004.

HYMES, D. On communicative competence. In: PRIDE, J. B.; HOMES, J. (Eds.) Sociolinguistics. Harmondsworth: Penguin, 1972.

KERN, R. Literacy-based language teaching. In: RICHARDS, J.; BURNS, A. (eds.) The Cambridge Guide to Pedagogy and Practice in Second Language Teaching. Cambridge: Cambridge University Press, 2012.

LAKOFF, George. Women, Fire and Dangerous Things. What Categories Reveal about the Mind. Chicago: University of Chicago Press, 1987.

LARSEN-FREEMAN, D.; ANDERSON, M. Techniques and principles in language teaching. 3. ed. New York: Oxford University Press, 2011.

LEPSCHY, Giulio C. A Linguí stica Estrutural. Sã o Paulo: Perspectiva: 1975.

LUKE, A.; FREEBODY, P. Critical literacy and the question of normativity. In: MUSPRATT, S.; LUKE, A.; FREEBODY, P. (Eds.). Constructing critical literacies. St. Leonards: Hampton, Press, 1997.

MOITA LOPES, Luiz Paulo da. Linguística Aplicada como lugar de construir verdades contingentes: sexualidades, ética e política. Gragoatá. Niterói, n. 27, pp. 33-50, 2. sem. 2009. Disponível em: http://www.gragoata.uff.br/index.php/gragoata/article/viewFile/195/180 Acesso em 29/01/2019.

MOITA LOPES, L. P. Introdução. In: MOITA LOPES, L. P. (Org.) Por uma linguística aplicada Indisciplinar. São Paulo: Parábola Editorial, 2006.

MOITA LOPES, L. P. Ofi cina de Linguística Aplicada. Campinas: Mercado de Letras, 1996.

PENNYCOOK, A. Critical Applied Linguistics. In: DAVIES, A.; ELDER, C. (Eds.) The handbook of Applied Linguistics. Oxford: Blackwell, 2004.

RICHARDS, J. Communicative Language Teaching Today. Cambridge: Cambridge University Press, 2006.

RICHARDS, J.; RODGERS, T. Approaches and methods in language teaching. 3. ed. Cambridge: Cambridge University Press, 2014.

SCRIVENER, J. Learning teaching: a guidebook for English language teachers. 3. ed. Oxford: Macmillan, 2010.

SPIVAK, G. C. Outside in the teaching machine. New York: Routledge, 1993.

TILIO, R. Voices Plus. v. 1-3. São Paulo: Richmond, 2016.

TILIO, R. Voices. v. 1-4. São Paulo: Moderna, 2015.

TUCKER, G.R. Applied Linguistics. Disponível em: https://www.linguisticsociety.org/resource/applied-linguistics. Acesso em: 31/05/2020.

VIGOTSKYI. L. S. [1978] A formação social da mente. 6. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1998.

VIGOTSKI, L. [1934]. A construção do pensamento e da linguagem. 2. ed. São Paulo: Martins Fontes, 2001.




DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v14i36.12195

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.