A produção de textos a distância com estudantes da Licenciatura do Campo da UFGD

Marco Antonio Rodrigues Paulo

Resumo


Este texto tem a perspectiva de apresentar a experiência adquirida no desenvolvimento do projeto de extensão Leitura e Produção de textos Acadêmicos I. Esse projeto pretendia investir na melhoria das habilidades dos professores das escolas do campo do Mato Grosso do Sul e dos alunos da Licenciatura em Educação do Campo (LEDUC) da Universidade Federal da Grande Dourados - UFGD na leitura e produção de textos acadêmicos. Nesse percurso os professores das escolas do campo do Estado do Mato Grosso do Sul e os alunos da LEDUC foram auxiliados por professores da Universidade e acadêmicos do curso de Letras e da Pós-Graduação em Letras da UFGD. Cabe destacar, que essa ação possibilitou uma maior interação entre os alunos da Pós-Graduação e da Graduação da universidade com os professores do campo do Estado do Mato Grosso do Sul. Esse projeto pretendia possibilitar aos professores das escolas do campo e aos alunos da LEDUC o reconhecimento dos princípios básicos da norma culta, desenvolvendo habilidades de leitura e produção de textos coesos e coerentes, tendo como perspectiva o estudo da Língua Portuguesa para fins acadêmicos. Essa proposta vislumbrou o estabelecimento de uma relação profícua entre diferentes instâncias da universidade e a comunidade.

Texto completo:

PDF

Referências


BAZERMAN, C. Gênero, agência e escrita. Tradução decJudith Chambliss Hoffnagel. São Paulo: Cortez, 2006.

BAMBERGER, Richard. Como incentivar o hábito da leitura. 7ª ed. São Paulo: Ática, 1975.

CARLINO, P. Alfabetización acadêmica: um cambio necesario, algumas posibles. Educere, Mérida (Venezuela), v.6, n.20, p.409-420, 2003.

CEREJA, W. R. & MAGALHÃES, T. C. Português linguagens: literatura, produção de texto e gramática 1. São Paulo: Atual, 2004.

COSTA VAL, M. da G. Redação e textualidade. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

FÁVERO, L. L. & Koch, I. G. V. Lingüística textual: introdução. São Paulo: Cortez editora, 2005.

GUEDES, Paulo C. Manual de redação. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 1998.

KLEIMAN, A. B. & MORAES, S. E. Leitura e interdisciplinaridade. Campinas, SP: Mercado de Letras, 1999.

KOCH, I. G. V. Coesão textual. São Paulo: Contexto, 2004.

MACHADO, A. R., LOUSADA, E. & ABREU-TARDELLI, L. S. Resenha. 4 ed. São Paulo: Parábola, 2011.

MARTINS, M. H. O que é leitura. São Paulo, SP: Editora Brasiliense, 2003.

PEDRON, A. J. Metodologia científica: auxiliar do estudo, da leitura e da pesquisa. Brasília: Edição do autor, 2003.

PERRENOUD, P. Ofício de aluno e sentido do trabalho escolar. Porto: Porto, 1995.

TEIXEIRA, E. Competências transversais para o ofício de aluno: a metodologia acadêmica em questão ou quando estudar, ler e escrever faz a diferença. Trilhas, Belém, v.1, n.2, p.56-65, 2000.




DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v5i7.7399

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.