Os desafios no estudo on line em salas virtuais: uma análise das ferramentas do AVA na EAD UFGD e UNIGRANET

João Batista Alves de Souza

Resumo


O presente artigo tem por finalidade analisar os desafios enfrentados pelos acadêmicos nos estudos on line em salas virtuais de licenciatura na Modalidade a Distância em Ambientes de Aprendizagem diferentes, a partir de um estudo de caso realizado entre o Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA) Moodle EaD – UFGD e a Plataforma UNIGRAN NET. A princípio, apresentaremos um breve histórico e explanação da Educação a Distância (EaD) no Brasil, além dos avanços no AVAs e o advento de novas ferramentas de aprendizagem que contribuem para o processo de ensino-aprendizagem. O trabalho aborda discussões sobre as ferramentas disponíveis nas duas Instituições de Ensino Superior que oferecem cursos na Modalidade a Distância, além de trazer uma descrição dos dois ambientes virtuais e suas funcionalidades. O referencial teórico se embasa em autores que pesquisam e discutem a temática como: Moran (2013), Behar (2008), Lévy (2004 e 2005), Moreira (2004), Kensi (2002), Silva (2003), Belloni (2001), Testa (2013). O objetivo deste artigo esta pautado na verificação das ferramentas de aprendizagem existentes em IES públicas e privadas da Região da Grande Dourados, caracterizando os principais desafios apresentados pelos sujeitos envolvidos nesse processo, desmistificando os preconceitos existentes em torno da qualidade oferecida na modalidade a distância. Nesse aspecto, apesar dos desafios enfrentados pelos acadêmicos na modalidade a distância as ferramentas de aprendizagem proporcionam um processo de ensino-aprendizagem capaz de ampliar as práticas pedagógicas, além de mediar a construção dos saberes.

Palavras-chave


Educação a Distância. Ambiente Virtual de Aprendizagem. Ensino‐Aprendizagem. Moodle. 

Texto completo:

PDF

Referências


ANUÁRIO BRASILEIRO ESTATÍSTICO DE EDUCAÇÃO ABERTA E A DISTÂNCIA. 3. ed. São Paulo: Instituto Monitor: ABED, 2007.

AIRES, C.J.; LOPES, R.G. de F. Gestão na educação a distância. In: Educação superior a distância: comunidade de trabalho e aprendizagem em rede (CTAR).

BASSANI, P. B. S. Modelagem das interações em ambiente virtual de aprendizagem. 2006. 184 f. Tese (Doutorado em Informática na Educação ) – Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação, Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, 2006. Disponível em: http://www.lume.ufrgs.br/bitstream

/handle/10183/14682/000666336.pdf?sequence=1. Acesso em: 23 set. 2013.

DICIONÁRIO PUBLICITÁRIO ON‐LINE. Pesquisa quantitativa. Disponível em: http://d2dbr.free.fr/dicionariopublicitario/p.htm. Acesso em: 25 set. 2013.

MALHOTRA, N. K. Pesquisa de Marketing: uma orientação aplicada. 3. ed. Porto Alegre: Bookman, 2001. p. 720.

GHEDIN, Evandro. FRANCO, Maria Amélia Santoro. Questões de método na construção da pesquisa em educação. 2º ed. S

LANDIM, C. M. M. P. F. (1997): Educação à distância: algumas considerações. Rio de Janeiro.

LIMA, Terezinha Bazé de. Normas da ABNT: uso e emprego em textos científicos. Dourados: UNIGRAN, 2009.

____, Terezinha Bazé de. Metodologia da Pesquisa em Educação. Dourados. UNIGRAN, 2009.

____, Terezinha Bazé de. Trabalho de Conclusão de Curso. Dourados: UNIGRAN, 2010.

MORIN, Edgar. Ciência com consciência. Edição revista. 13ª ed. Rio de Janeiro: Beltrand Brasil, 2010.

MORAN, José Manuel. Palestra proferida pelo Professor no evento "Programa TV Escola ‐ Capacitação de Gerentes", realizado pela COPEAD/SEED/MEC em Belo Horizonte e Fortaleza, no ano de 1999. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seed/arquivos/pdf/T6%20TextoMoran.pdf

Acesso em 12 de setembro de 2013.

MORAN, J. M. Educação inovadora na sociedade da informação. Educação on‐line. 2005. Disponível em: . Acesso em: 26 set. 2013.

MORAN, J. M.; MASETTO, M. T; BEHRENS, M. A. Novas tecnologias e mediação pedagógica. 6. ed. Campinas, SP: Papirus, 2003. 173 p. (Coleção Papirus Educação).

MUZINATTI, C. M. A. Mundo moodle: conhecimento em construção. In: MARI, Hugo et al.(Org.). Fundamentos e dimensões da análise do discurso. Belo Horizonte: Núcleo de Análise do Discurso, FALE/ UFMG; Carol Borges, 2005. 475 p.

PRETI, O. (org.) (1996): “Educação a distância: uma prática mediadora e mediatizada”, in “Educação a distância: inícios e indícios de um percurso”. Cuiabá, UFMT.

REIS, A. S. Educação à distância no Brasil: uma leitura sob ótica da razão jurídica. 2002. 280 f. Tese (Doutorado em Educação) – Faculdade de Educação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2002.

SANTOS, Milton. Técnica, espaço, tempo: globalização e meio técnico‐científico informacional. São Paulo: Hucitec, 1998.

SILVA, Robson Santos da. Moodle para autores e tutores. 3º ed. rev e ampl. São Paulo: Novatec Editora, 2013.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.