Bakhtin visita a Sociedade da Hipercomunicação: a linguagem na EAD

Maira Teresinha Lopes Penteado

Resumo


A docência midiática (Penteado, 2010), tanto presencial quanto a distância crescem cada vez mais no país. De acordo com Bakhtin (2006), no discurso/diálogo não existe falha de comunicação, o que há são elementos extraverbais que surgem de determinada situação pragmática, todo enunciado deve responder a alguma pergunta. Para Moran (2014), um bom curso a distância ou presencial é aquele capaz de motivar o aluno pelo diálogo e promover atitudes que entusiasme o estudante. Segundo, Marshall (2014), a Sociedade da Hipercomunicação, está formando novos cenários em que todos dialogam por meio das mais diferentes formas de linguagens digitais. Contudo, podemos concluir que é necessário utilizar a comunicação como forma de mediação pedagógica estabelecendo uma linguagem que favoreça as características da Hipercomunicação e a produção de sentidos no contexto da EAD.


Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v2i3.3255

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.