A docência no ensino superior com o uso de tecnologias digitais: um estudo bibliográfico

Inocio Felipe Costa, Elisa Netto Zanette

Resumo


O presente artigo relata os resultados da pesquisa que objetivou identificar as tecnologias digitais utilizadas pelos docentes no ensino superior, com foco na melhoria do processo de ensino e aprendizagem. A pesquisa caracteriza-se por bibliográfica e abordagem qualitativa. Para tanto realizou-se por meio da pesquisa, um mapeamento das práticas pedagógicas a partir das publicações dos docentes no período de no período de 2013 a 2018 na base de dados do Portal de Periódicos da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES). Conclui-se que os Ambientes virtuais de aprendizagem, softwares livres e as redes sociais online estão entre as tecnologias digitais mais utilizadas pelos docentes no ensino superior, com foco na melhoria do processo de ensino e aprendizagem.


Palavras-chave


Ensino superior. Ensino e Aprendizagem. Docência. Tecnologias Digitais.

Texto completo:

PDF

Referências


ARRUDA, E.P. Ensino e aprendizagem na sociedade do entretenimento: desafios para a formação docente. Educação, Porto Alegre, v. 36, n. 2, p. 232-239, maio/ago. 2013.

BASNIAK, M.I. et al. Tecnologias digitais no ensino: discussões a partir de propostas desenvolvidas por licenciandos envolvendo polinômios. Educação Matemática Pesquisa, Porto Alegre, v. 17, n. 5, p. 989 - 1012, dez. 2015.

BARROS, R.M.A.; MONTEIRO, A.M.R.; MOREIRA, J.A.M. Aprender no ensino superior: relações com a predisposição dos estudantes para o envolvimento na aprendizagem ao longo da vida. Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, v.95, n.241, p. 544-566, dez.2014.

BEZERRA, M.A; CARVALHO, A.B.G. Tutoria: concepções e práticas na educação a distância. p.232-257. IN: SOUSA, R.P., et.al. (orgs). Tecnologias digitais na educação [online]. Campina Grande: EDUEPB, 2011. 276 p.

BRUNO, A.R.; SILVA, J.A.O. Percursos e experiências no ensino superior: múltiplas aprendizagens para docências na cultura digital. Laplage em Revista, [S.l.], v.3, n.2, p. p.24-33, jun.2017.

CORTELAZZO, I.B.C. Prática Pedagógica, aprendizagem e avaliação em educação a distância. Curitiba: InterSaberes, 2013.

COSTA, C.H.C.; FILHO, F.F.D.; MOITA, F.M.G.S.C. Marvinsketch e Kahoot como Ferramentas no Ensino de Isomeria. Holos, [S.l.], IFRN, Rio Grande do Norte, v. 1, p. 31-43, jul. 2017.

COUTINHO, L.M. Aprender com o vídeo e a câmera. Para além das câmeras, as ideias. 2003, p.18-21. I: PRADO, M.E.B.B, et.al (orgs). Tecnologias, Currículos e Projetos. Brasília: ProInfo/MEC, 2003.50p.

FINI, M.I. Inovações no ensino superior. Metodologias inovadoras de aprendizagem e suas relações com o mundo do trabalho: desafios para a transformação de uma cultura. Administração: Ensino e Pesquisa, [S.l.], v. 19, n. 1, p. 176-183, jan. 2018.

GARBUIO, L.M. A internet, agência e os jogos digitais online na aprendizagem de inglês: um estudo no ensino superior de Tecnologia da Informação. Domínios de Lingu@gem, [S.l.], v. 12, n. 3, p. 1878-1904, set. 2018.

GERHARDT, T.E.; SILVEIRA, D.T. (orgs). Métodos de Pesquisa. 1ª Ed. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIL, A.C. Projetos de pesquisa. 3 Ed., São Paulo – SP, editora Atlas, 2002

JULIANO, A.N.; SILVEIRA, D.S.; SILVA, R.C.S.; NOVELLO, T.P. (orgs). Educação e Tecnologias na contemporaneidade [recurso eletrônico]. Rio Grande: Ed. Da FURG, 2018. (Coleção Ecologia Digital, v.4)

LEMOS, A.; LÉVY, P. O futuro da internet: em direção a uma ciberdemocracia planetária. São Paulo: Paulus, 2010.

MORAN, J.M. Metodologias ativas e modelos híbridos na educação. In: YAEGASHI, S. et al. (Orgs). Novas Tecnologias Digitais: Reflexões sobre mediação, aprendizagem e desenvolvimento. Curitiba: CRV, 2017, p.23-35.

MORAN, J. Educação híbrida: Um conceito-chave para a educação, hoje. In: BACICH, L.; TANZI NETO, A.; TREVISANI, F. M. (Org.). Ensino híbrido: personalização e tecnologia na educação. Porto Alegre: Penso, 2015, p.28-47.

OLIVEIRA, C.M.B. Trabalho Docente na Educação a Distância Saberes e Práticas. Vol.I. Teresina: EDUFPI, 2013.

PAULETTI, F., CATELLI, F. Tecnologias digitais: possibilidades renovadas de representação da química abstrata. Acta Scientiae, v.15, n.2, p.383-396, maio/ago. 2013.

SILVEIRA, D.S.; NOVELLO, T.P.; LAURINO, D.P. A implicação do uso de tecnologias digitais na Educação Superior: a formação permanente de professores em uma rede de conversação. In: JULIANO, A.N.; SILVEIRA, D.S.; SILVA, R.C.S.; NOVELLO, T.P. (orgs). Educação e Tecnologias na contemporaneidade [recurso eletrônico]. Rio Grande: Ed. Da FURG, 2018. (Coleção Ecologia Digital, v.4). p.33-44.

SOUZA, J.B.A. Os Desafios do estudo online em salas virtuais: Uma análise da ferrameta do AVA na EAD da UFGD E UNIGRANET. Revista EaD & tecnologias digitais na educação, v. 2, n. 3, p. 41- 58, jan/nov 2014.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. 17. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

TORRES, P.L.; BOARON, D.C; KOWALSKI, R.P.G. Exposição fotográfica e uso do FACEBOOK para fins educacionais. HOLOS, [S.l.], v. 1, p. 415-428, jul. 2017.




DOI: https://doi.org/10.30612/eadtde.v7i9.10043

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.