Entre as dimensões “escondidas” do letramento acadêmico e os presumidos sociais do gênero artigo de pesquisa nas diretrizes para autores de periódicos em ciência da computação

Bruna Gabriela Augusto Marçal Vieira

Resumo


O presente trabalho analisou textos de diretrizes para autores de seis periódicos em Ciência da Computação, com o objetivo de verificar a existência de dimensões “escondidas” do letramento, as quais podem ocultar informações relevantes para uma melhor elaboração dos textos de acordo com o esperado pelas revistas. A partir de uma análise etnográfica discursiva, a qual possibilitou a compreensão dos conceitos de língua, texto e gênero que fundamentam as práticas de letramento das revistas, alguns ocultamentos foram identificados e relacionados a presumidos sociais do gênero artigo de pesquisa. A análise revelou, dentre outras coisas, que os periódicos concentram as orientações, em grande parte, nos aspectos formais e estruturais do texto, deixando “escondidas” dimensões do letramento relacionadas a conteúdo, retórica e ideologia, por exemplo. Embasados por uma concepção de língua, texto e gênero que se aproxima à abordagem de ensino de escrita identificada por Lea e Street (1998) como Socialização Acadêmica, esses periódicos partem do presumido de que as especificidades do discurso acadêmico são únicas e transferíveis de gênero para gênero, independentemente dos eventos de letramento em questão. Assim, contam com um conhecimento do letramento acadêmico que pesquisadores menos experientes podem ainda não reconhecer, dificultando a iniciação desses novatos nas discussões acadêmicas.

Palavras-chave


Letramento acadêmico. Dimensões “escondidas” do letramento acadêmico. Presumidos sociais dos gêneros do discurso. Artigo de pesquisa. Diretrizes para autores.

Texto completo:

PDF

Referências


ARANHA, S. The development of a genre-based writing course for graduate students in two fields. In: BAZERMAN, C..; BONINI, A.; DE CARVALHO FIGUEIREDO, D. (org.). Genre in a changing world. X ed. Santa Barbara, CA: The WAC Clearinghouse and Parlor Press, 2009, p. 465-482.

BAKHTIN, M. M. The Dialogic Imagination. Austin: University of Texas Press, (1981)1997.

CANDLIN, C.N. Prefácio a Bhatia. In: BHATIA, V. Analysing genre: language in professinal settings. London: Longman, 1993.

CLAPHAM, P. Publish or perish. BioScience, v. 55, n. 5, p. 390-391, 2005.

CORRÊA, M. L. G. As perspectivas etnográfica e discursiva no ensino da escrita: o exemplo de textos de pré-universitários. Revista da ABRALIN, v. 10, n. 4, p. 333-356, 2011.

DELCAMBRE, I.; LAHANIER-REUTER, D. Discurso de outrem e letramentos universitários. In: RINCK, F.; BOCH, F.; ASSIS, J. A. (org.). Letramento e formação universitária: formar para a escrita e pela escrita. Campinas: Mercado de Letras, 2015, p.225-250.

FISCHER, A. “Hidden Features” and “Overt Instruction” in academic literacy practices: a case study in engineering. ______. Working With Academic Literacies: Case Studies Towards Transformative Practice. Local: Editora, 2016, p. 75-85.

GEE, J.P. New times and new literacies. In: VARNAVA-SKOURA, G., KALANTZIS, M.; COPE, B (eds). Learning for the future: New worlds, new literacies, new learning, new people, Australia: Common Ground Publishing, 2002, p. 59-83.

HENDERSON, R.; EXLEY, B. Planning for literacy learning. In: HENDERSON, R. (Ed.). Teaching literacies: Pedagogies and diversity in the middle years, South Melbourne, Vic: Oxford University Press, 2012, p. 19-51.

HYLAND, K. Genre: Language, context, and literacy. Annual review of applied linguistics, v. 22, p. 113-135, 2002.

______. Genre-based pedagogies: A social response to process. Journal of Second Language Writing, v.12, p. 17-29, 2003.

IVANIČ, R. Writing and Identity: The discoursal construction of identity in academic writing. Amsterdam: John Benjamins, 1998.

KOMESU, F. Letramentos acadêmicos e multimodalidade em contexto de EaD semipresencial. Scripta, v. 16, n. 30, p. 75-90, 2012.

______. Concepção (ões) de texto em contexto de EaD semipresencial. Filologia e Linguística Portuguesa, p. 305-333, 2013.

LEA, M. R.; STREET, B. V. Student writing in higher education: An academic literacies approach. In: ______. Studies in Higher Education, Abingdon, Oxon, UK, v. 23, n. 2, 1998, p. 157-172.

LILLIS, T. Whose ‘Common Sense’? Essayist literacy and the institutional practice of mystery. In: JONES, C.; TURNER, J.; STREET, B. Students Writing in the University: Cultural and epistemological issues. Amsterdam: John Benjamins, 1999. p. 127-140.

MAGALHÃES, I. Letramento, intertextualidade e prática social crítica. In: ______. (org.). Discursos e práticas de letramento: pesquisa etnográfica e formação de professores. Campinas, SP: Mercado de letras, 2012a, p. 17-68

______. Letramentos e identidades no ensino especial. In: ______. (org.). Discursos e práticas de letramento: pesquisa etnográfica e formação de professores. Campinas, SP: Mercado de letras, 2012b, p. 159-194

MOTTA-ROTH, D. A importância do conceito de gêneros discursivos no ensino da redação acadêmica. Intercâmbio, vol VIII, p. 119-128, 1999.

OLIVEIRA, E. F. Letramento Acadêmico: principais abordagens sobre a escrita dos alunos no ensino superior. II Encontro Memorial do ICHS, p. 1-10, 2009.

OLIVEIRA, M. do S. Gêneros textuais e letramento. Revista Brasileira de Linguística Aplicada, v. 10, n. 2, p. 325-345, 2010.

STREET, B. Literacy in Theory and Practice. Cambridge: CUP, 1984.

______. Academic Literacies. In: JONES, C.; TURNER, J.; STREET, B. Students Writing in the University: Cultural and Epstemological Issues. London: John Benjamins Publishing Company, 2000, p. 193-199.

______. Literacies across education contexts. Philadelphia: Castlon Publishers, 2005.

______. Academic Literacies and the ‘New Orders’: implications for research and practice‟. Debates in Higher Education Seminar, UCL Centre for the Advancement of Learning and Teaching. 04/12/2007.

______. Tradução: Armando Silveiro. Dimensões “escondidas” na escrita de artigos acadêmicos. PERSPECTIVA, v. 28, n. 2, 541-567, jul./dez. 2010.

______. Eventos de letramento e práticas de letramento: teoria e prática nos novos estudos de letramento. In: MAGALHÃES, I. (org.). Discursos e práticas de letramento: pesquisa etnográfica e formação de professores. Campinas, SP: Mercado de letras, 2012, p. 69-92

SWALES, J. M. Genre Analysis: English in Academic and Research Settings. Cambridge: Cambridge University Press, 1990.

TENUTA, A. M.; OLIVEIRA, A. L. A. M. Livros didáticos e ensino de línguas estrangeiras: a produção escrita no PNLD-2011/LEM. Revista Linguagem & Ensino, v. 14, n. 2, p. 315-336, 2012.

VIEIRA, B. G. A. M. A disciplina Metodologia Científica – Redação e Documentação Técnica e a promoção do letramento acadêmico de graduandos em Ciência da Computação: uma análise qualitativa. 5° CIAIQ, v. 1, p. 662-671, 2016.




DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v11i27.5642

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.