Alfabetização: prática pedagógica contemporânea e prática vivenciada em 1979

Cristiane Lumertz Klein Domingues

Resumo


Sabemos que a criança entra na escola com seis anos de idade e permanecerá por nove anos até completar o Ensino Fundamental. Diante desse fato compreendemos que o início escolar acontece com menos idade no primeiro ano, por isso salientamos a importância deste aluno participar de um ambiente mais lúdico para aprender, isso quando leva em consideração as especificidades próprias do período da infância. Para tanto, valorizamos uma alfabetização centrada no lúdico, que oportunize momentos de brincadeira e de jogo, deixando de lado atividades mecânicas e repetitivas. Entendemos aqui o conceito de alfabetização na perspectiva do letramento, como o meio de oportunizar ao indivíduo condições de vivenciar as práticas sociais que dependem da leitura e da escrita na sociedade. Desejamos mostrar uma pesquisa realizada por meio de uma entrevista com uma criança, em período de alfabetização, no ano de 2013 e com sua mãe, que foi alfabetizada em 1979, através de um estudo comparativo. Também, serão apontadas algumas características da prática pedagógica das professoras delas, por meio da análise de duas situações escolhidas nos cadernos das envolvidas.

Palavras-chave


Alfabetização/Letramento. Lúdico. Prática Pedagógica.

Texto completo:

PDF

Referências


ARIÈS, Philippe. História social da criança e da família. Rio de Janeiro: Guanabara, 1981.

BRASIL. Ministério da Educação. Ensino fundamental de nove anos: orientações para a inclusão da criança de seis anos de idade. Brasília: FNDE, 2006.

BRASIL. Secretaria de Educação do Ensino Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Língua Portuguesa. Brasília: 1997.

CAGLIARI, Luiz Carlos. Alfabetização e linguística. São Paulo: Scipione, 1997.

CARVALHO, A. M. A.; PONTES, F. A. R. Brincadeira é cultura. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2003.

ENGEL, Tatiane e SILVEIRA, Denise Tolfo. Métodos de pesquisa. Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

HUIZINGA, Johan. Homo ludens: o jogo como elemento da cultura. São Paulo: Perspectiva, 2008.

KISHIMOTO, Tizuko Morchida. Jogo, brinquedo, brincadeira e a educação. São Paulo: Cortez, 2009.

RAPOPORT, Andrea. Adaptação ao primeiro ano do ensino fundamental. In: RAPOPORT, Andrea et al (Org.). A criança de seis anos no ensino fundamental. Porto Alegre: Mediação, 2009. P. 23 - 35.

SCHNEUWLY, Bernard & DOLZ, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola. São Paulo: Mercado de Letras, 2004.

SOARES, Magda. Alfabetização e Letramento. São Paulo: Contexto, 2011.

SOARES, Magda. Letramento: um tema em três gêneros. São Paulo: Autêntica, 2004.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.