A formação dos professores especializados segundo os pesquisadores do observatório nacional de educação especial

Autores

  • Enicéia Gonçalves Mendes Universidade Federal de São Carlos
  • Leonardo Santos Amâncio Cabral UFSCar
  • Sabrina Mazo D’Affonseca UFSCar
  • David dos Santos Calheiros UFSCar

Palavras-chave:

Educação Especial. Formação de Professores. Inclusão Escolar. Atendimento Educaional Especializado. Salas de Recursos Multifuncionais

Resumo

No Brasil, é imperativo legal que a oferta do Atendimento Educacional Especializado (AEE) seja realizada preferencialmente nas Salas de Recursos Multifuncionais (SRM) por um profissional que possua formação inicial em curso de licenciatura e/ou pós-graduação na área da Educação Especial. Todavia, evidenciam-se as escassas oportunidades de formação em Educação Especial, no Brasil, e a complexidade do papel atribuído a esse profissional no desempenho de múltiplas funções. Frente a isso, questiona-se: qual é a formação dos profissionais que estão sendo envolvidos nas atividades das SRMs no Brasil? Para responder a essa questão, uma pesquisa foi realizada no âmbito do Observatório Nacional de Educação Especial (ONEESP), com base em encontros de grupos focais com 466 professores/gestores da Rede de Ensino de 38 municípios brasileiros. O presente trabalho sistematiza e sintetiza os achados de diferentes estados, conforme relatados pelos pesquisadores do ONEESP, que coletaram esses dados e os apresentaram durante o III Encontro Nacional do ONEESP, realizado em 2013. Em síntese, constou-se que os professores indicaram não somente lacunas, mas possibilidades de caminhos que direcionam para a melhoria na qualidade da formação inicial e continuada de professores especializados, e recomendaram especial atenção para a motivação desses profissionais para ingresso na carreira, além da necessidade de melhora na definição do papel de todos os atores envolvidos na dinâmica escolar e social para a promoção da inclusão escolar das pessoas que compõem o público-alvo da Educação Especial.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Enicéia Gonçalves Mendes, Universidade Federal de São Carlos

Doutorado em Psicologia pelo IP-USP em 1995, mestrado em Educação Especial na UFSCar e graduação em Psicologia na FCLRP-USP. Professora associada da Universidade Federal de São Carlos, docente do Depto de Psicologia, coordenadora do Observatório Nacional de Educação Especial (ONEESP)e líder do Grupo de Pesquisa sobre Formação de Recursos Humanos em Educação Especial (GP-FOREESP). Coordenadora do Programa de Extensão sobre Formação Continuada em Educação Especial PROEX/UFSCAR) . Estágios no exterior (Estados Unidos e Peru), e pós-doutorado na Université Paris V- Sorbonne na França (2007-2008). Atua na área de Educação com ênfase em Educação Especial. Desenvolve e orienta pesquisas sobre inclusão escolar e política educacional. Atual Presidente da Associação Brasileira de Pesquisadores da Educação Especial (ABPEE).

Leonardo Santos Amâncio Cabral, UFSCar

Atualmente é professor na área de Educação Especial vinculado ao DPsi/UFSCar e ao Programa de Pós-Graduação em Educação Especial; Pós-Doutor em Educação Especial (Bolsista Capes/UFSCar); Doutor em Culture, disabilità, inclusione: educazione e formazione (2013), pela Università degli Studi di Roma Foro Italico, com título homologado pelo programa Doctor Europaeus e pela Universidade Federal de São Carlos (co-tutela); Mestre em Educação Especial pela Universidade Federal de São Carlos (2010); Graduado em Licenciatura Plena em Educação Física pela Universidade Federal de Uberlândia (2007), com período de mobilidade estudantil internacional no Istituto Universitario di Scienze Motorie - IUSM, em Roma. É pesquisador do Observatório Nacional de Educação Especial (Capes/CNPq) e dos grupos de pesquisa: FOREESP (UFSCar) e do Laboratorio di Pedagogia Speciale (Uniroma4). Experiência profissional como assistente didático e counselor junto ao Centro de Orientação aos alunos universitários com deficiência da Università degli Studi di Roma Foro Italico (2010-2013) e colaborador junto à Conferenza Nazionale dei Delegati dei Rettori per la Disabilità - CNUDD Italia (2012-2013). Já bolsista FAPESP (2009), IC-PIBIC (2006), IC-PIBEG (2005). Atua, principalmente, no âmbito dos fundamentos, políticas e práticas educacionais sob a perspectiva da inclusão do público alvo da Educação Especial (pessoas com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades); Adequações curriculares, metodológicas e organizacionais do sistema escolar; Ensino e Consultoria Colaborativa; Formação de Professores; Inclusão no Ensino Superior; Orientação profissional de pessoas com deficiência; Diferença e diversidade; e acessibilidade na comunicação e informação.

Sabrina Mazo D’Affonseca, UFSCar

Pós-Doutora em Educação Especial (Bolsista Capes/UFSCar); Doutora em Psicologia pela UFSCar, Mestre em Educação Especial pela UFSCar e graduação em Psicologia pela UFSCar. É pesquisadora do Observatório Nacional de Educação Especial (Capes/CNPq) e dos grupos de pesquisa: FOREESP (UFSCar) e do Laprev (UFSCar). Experiência profissional como docente na UFSCar e UNICEP. Atua, principalmente, no âmbito de Ensino e Consultoria Colaborativa; Formação de Professores; Prevenção de violência; violência doméstica, intervenção psicoterapêutica com mulheres, adolescentes e crianças.

David dos Santos Calheiros, UFSCar

Formaod em Educação Física e TErapia Ocupaciona, mestre em Educação Especial e Doutorando em Educação Especial da UFScar

Referências

AMORIM, M. S. S. A.; COSTA, V. A. Educação inclusiva e atendimento educacional especializado: experiências nas escolas públicas de Niterói-RJ. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

ANJOS, I. R. S.; CARVALHO, T. S. S. Observatório de educação especial em Sergipe. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

BARBOSA, F. T. Introdução a revisão sistemática: a pesquisa do futuro. Maceió: Fabiano, 2013.

BARBOSA, M. O.Ç MERCADO, E. L. O.; FUMES, N. L. F. Formação continuada ofertada pelo lócus da pesquisa: inquietações da relação teoria e prática. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

BRASIL. Ministério da Educação. Decreto nº 7.611, de 17 de novembro de 2011. Dispõe sobre a educação especial, o atendimento educacional especializado e dá outras providências. Brasília, DF, 2011. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2011-2014/2011/decreto/d7611.htm Acesso em: 12/10/2015

BRASIL. Ministério da Educação. Nota técnica – SEESP/GAB/Nº 11/2010, de 7 de maio de 2010. Dispõe sobre Orientações para a institucionalização da Oferta do Atendimento Educacional Especializado – AEE em Salas de Recursos Multifuncionais, implantadas nas escolas regulares. Brasília, DF, 2010. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=5294-notatecnican112010&category_slug=maio-2010-pdf&Itemid=30192.

Acesso em: 12/10/2015

CAPELLINI, V. L. M. F; RODRIGUES, O. M. P. R. Concepções de professores acerca dos fatores que dificultam o processo da Educação Inclusiva. Educação, Porto Alegre, v. 32, p. 355-364, 2009.

CHACON, M. C. M. Formação de Recursos Humanos em Educação Especial: resposta das universidades à recomendação da Portaria Ministerial n.º 1.793. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, v. 10, n. 3, p. 321-336, 2004.

DAMASCENO, A. R. PEREIRA, A. S. ANDRADE, P. F. Formação docente: para quê? As experiências de professores de salas de recursos multifuncionais de Nova Iguaçu/RJ. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São

Paulo: UFSCar/USP, 2013.

FREITAS, S. N., MOREIRA, L. C. A universidade frente à formação inicial na perspectiva da inclusão. In: CAIADO, R. M. JESUS, D. M. de, BAPTISTA, C. R. (Org.) Professores e educação especial: formação em foco. Porto Alegre: Mediação/CDV/FACITEC, 2011. v. 1, p. 65-73.

FUMES, N. L. F. et al. A implantação das salas de recursos multifuncionais no município de Maceió/Alagoas: sintetizando os resultados. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

MILANESI, J. B. As salas de recursos multifuncionais em Rio Claro/SP. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

MONTEIRO, A. P. H. MANZINI. Mudanças nas concepções do professor do ensino fundamental em relação à inclusão após a entrada de alunos com deficiência em sua classe. Revista Brasileira de Educação Especial, Marília, vol.14, n.1, p. 35-52, 2008.

OLIVEIRA, T. C. B. O.et al. Formação de professores para a inclusão escolar. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

RABELO, L. C. C.; OLIVEIRA, I. A. Observatório de educação especial: a implantação, organização e funcionamento das salas de recursos multifuncionais em Marabá-PA. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São

Paulo: UFSCar/USP, 2013.

SANTOS, S. D. G. Autoconfrontação e o processo de inclusão: (re)vendo a atividade docente na educação superior. 2011. 131f. Dissertação (Mestrado em Educação Brasileira), Centro de Educação, Universidade Federal de Alagoas, Maceió, 2011.

SANTOS, M. C. et al. O olhar sobre a formação de professores das salas de recursos multifuncionais (SRMs) no município de Feira de Santana. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

SECADI - Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão. Documento orientador programa implantação de salas de recursos multifuncionais. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=11037-docorientador-multifuncionais-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 12/10/2015

SILVA, A. M. C. S.; PEREIRA, R. M. F. As políticas públicas de educação especial e o processo civilizador. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

SILVA, F. K. R.; SANTOS, S. D. G.; FUMES, N. L. F. Concepção de formação continuada na perspectiva das professoras do AEE na cidade de Maceió-AL. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP,

SILVA, M. R. TARTUCI, D. Formação dos professores do atendimento educacional especializado do sudeste goiano. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

TARTUCI, D. et al. Salas de recursos multifuncionais em Goiás: formação docente, organização do trabalho pedagógico e tecnologia assistiva. In: ENCONTRO DO OBSERVATÓRIO NACIONAL DE EDUCAÇÃO ESPECIAL, 3., 2013, São Paulo. Anais... São Paulo: UFSCar/USP, 2013.

Downloads

Publicado

2016-03-24

Como Citar

MENDES, E. G.; CABRAL, L. S. A.; D’AFFONSECA, S. M.; CALHEIROS, D. dos S. A formação dos professores especializados segundo os pesquisadores do observatório nacional de educação especial. Educação e Fronteiras, Dourados, v. 5, n. 14, p. 84–95, 2016. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/article/view/3775. Acesso em: 19 jun. 2024.

Edição

Seção

DOSSIÊ EDUCAÇÃO ESPECIAL E INCLUSÃO ESCOLAR - 1ª Parte: Políticas públicas e formação de professores