O Um estudo do crucifixo de Padova de Giotto di Bandone

Estudio del crucifijo de Padova por Giotto di Bandone

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/eduf.v11iesp.2.16485

Palavras-chave:

Crucifixo, Corpo, Humano e divino, Giotto di Bondone

Resumo

O objetivo deste texto é analisar o painel do Crucifixo de Padova pintado por Giotto di Bondone (1266-1337) com direcionamento da premissa de que a imagem expressa a dualidade da natureza de Cristo por meio do corpo humano de Jesus.  O corpo humanizado de Cristo é compreendido, no estudo, como indício da mudança de mentalidade acerca dos conceitos de homem e de mundo que se consolidariam no Renascimento Italiano. A orientação metodológica se estabelece por meio dos preceitos apresentados por Matine Joly no que se refere as mensagens provenientes dos signos plásticos, icônicos e linguísticos. A análise dos três grupos de signos nos mostrou que Giotto expõe a natureza humana de Cristo evidenciando o corpo sofredor que possibilita, pela semelhança, a identificação do apreciador com o Mestre. Dessa forma, a pedagogia imagética se efetiva no Crucifixo de Giotto e nos possibilita verificar que as imagens, por meio de diferentes conotações, participam dos processos de formação humana em todos os tempos atendendo as demandas sociais ou instigando reflexões, propondo e anunciando mudanças.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talise Adriele Teodoro Schneider, Universidade Estadual do Paraná

Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Formação Docente Interdisciplinar – PPIFOR/UNESPAR.

Meire Aparecida Lóde Nunes, Universidade Estadual do Paraná

Docente do curso de Educação Física da Universidade Estadual do Paraná (Unespar).

Thais Regina Ravazi de Souza, Universidade Estadual do Paraná

Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Formação Docente Interdisciplinar – PPIFOR/UNESPAR.

Vanessa Silvestre Lima, Universidade Estadual do Paraná

Mestre pelo Programa de Pós-graduação em Formação Docente Interdisciplinar – PPIFOR/UNESPAR.

Referências

ABBAGNANO, Nicola. Dicionário de filosofia. São Paulo: Martins Fonte, 2007.

BÍBLIA. Portugês. Bíblia de Jerusalém: Nova edição. rev. aum. 9. imp. São Paulo: Paulus, 2013.

BONDONE, Giotto. Crucifixo de Padova. Museo Cívico Erimitani, 1317.

BURKE, Peter. Testemunha ocular: História e imagem. Bauru, SP: Edusc, 2004.

CASTRO, Hebe. História Social. In: CARDOSO, Ciro Flamarion; VAINFAS, Ronaldo. Domínios da história: Ensaios de teoria e metodologia. Rio de Janeiro: Campus, 1997.

CECCHI, Mateo. Giotto. Roma: ATS Italia Editrice, 2011.

CHEVALIER, Jean. Diccionario de los símbolos. Barcelona: Herder, 1986.

DEBORD, Guy. A Sociedade do Espetáculo. Rio de Janeiro: Contraponto, 1997.

DIDI-HUBERMAN, Georges. Diante da imagem. ‎São Paulo: Editora 34, 2013.

FRANCO JÚNIOR, Hilário. A Idade Média: Nascimento do ocidente. São Paulo: Brasiliense, 2001.

GHARIB, Georges. Os ícones de Cristo: História e culto. São Paulo: Paulus, 1997.

GOMBRICH, Ernest. L'Art et 1'Illusion, psychologie de La représentation picturale. Gallimard, 1971.

JOLY, Martine. Introdução à Análise da Imagem. Lisboa: Editora 70, 2007.

MAROTTA, Claúdia Otoni de Almeida. O que é História das mentalidades. São Paulo: Brasiliense, 1991.

PANOFSKY, Erwin. Significado nas artes visuais. 3. ed. São Paulo: Perspectiva, 2007.

PELIKAN, Joraslav. A imagem de Jesus ao longo dos séculos. São Paulo: Cosac & Naify, 2000.

SAUSSURE, Ferdinand. A natureza do signo linguístico. In: SAUSSURE, F. Curso de linguística geral. São Paulo: Cultrix, 1995.

SCHMITT, Jean-Claude. O corpo das imagens: Ensaios sobre a cultura visual na Idade. Bauru, SP: Edusc, 2007.

TREVISAN, Armindo. O rosto de Cristo. Porto Alegre: AGE, 2003.

VILADESAU, Richard. The pathos of the cross. Reino Unido: Oxford University Press, USA, 2014.

WOLF, Norbert. Giotto. Lisboa: Taschen, 2007.

Publicado

2021-11-30

Como Citar

SCHNEIDER, T. A. T.; NUNES, M. A. L.; SOUZA, T. R. R. de; LIMA, V. S. O Um estudo do crucifixo de Padova de Giotto di Bandone: Estudio del crucifijo de Padova por Giotto di Bandone. Educação e Fronteiras, Dourados, v. 11, n. esp.2, p. e021028, 2021. DOI: 10.30612/eduf.v11iesp.2.16485. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/educacao/article/view/16485. Acesso em: 20 abr. 2024.