Discussão sobre formação de professores, inicial e continuada e a relação com a nova BNCC

Simone das Graças Leal, Maria Célia Borges, Betânia de Oliveira Laterza Ribeiro

Resumo


O artigo traz uma discussão sobre a formação de professores e inclui aspectos históricos, teóricos ou conceituais e políticos relativos ao tema. Objetiva contribuir na discussão em alguns aspectos relativos às políticas e práticas de formação docente, os quais se encontram diluídos em aspectos da formação inicial, da formação continuada e da formação continuada em serviço atrelada à base curricular. O delineamento metodológico teve como base a pesquisa bibliográfica e documental. Destacamos a importância ínfima dada ao tema pelas políticas públicas, demarcadas nos parcos investimentos financeiros, nas descontinuidades dos projetos e na consolidação das práticas de formação ao longo da história.  Nesse sentido, recentemente, a Resolução nº 2 de 2015, que representava um avanço para a Diretrizes Curriculares, foi substituída pela Resolução nº 2 de 2019, indicando um perfil mais tecnicista para o profissional docente. Ressaltamos a urgência da luta coletiva por mudanças na valorização da empreitada da formação de professores, o que vai, certamente, incidir na melhoria da qualidade de ensino nas escolas públicas.


Palavras-chave


Políticas e práticas de formação de professores. Formação inicial e continuada. Diretrizes e Base Curriculares Nacionais.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVARADO PRADA, Luís Eduardo. Formação participativa de docentes em serviço. Taubaté: Cabral Editora Universitária, 1997.

ANADON, Simone Barreto; GONÇALVES, Suzane da Rocha Vieira. Uma ponte para o Futuro: (des)continuidades nas políticas de formação de professores. Momento: diálogos em educação, E-ISSN 2316-3100, v. 27, n. 2, p. 35-57, mai./ago, 2018. Disponível em: https://periodicos.furg.br/momento/article/view/8181. Acesso em:28 set. 2019.

BAZZO, Vera; SCHEIBE, Leda. De volta para o futuro... retrocessos na atual política de formação docente. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 13, n. 27, p. 669-684, set./dez. 2019. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/1038. Acesso em: 30 jan. 2020.

BORGES, Maria Celia; AQUINO, Orlando Fernández; PUENTES, Roberto Valdés. Formação de professores no Brasil: história, políticas e perspectivas. Revista HISTEDBR online, Campinas, n. 42, p. 92-112, jun. 2011.

BRASIL. RESOLUÇÃO CNE/CP Nº 2, DE 01 DE JULHO DE 2015. Define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=136731-rcp002-15-1&category_slug=dezembro-2019-pdf&Itemid=30192. Acesso em 20 de fev. 2020.

BRASIL. Resolução CNE Nº 2, De 20 de dezembro de 2019. Resolução CNE nº 2, de 20 de dezembro de 2019, que define as Diretrizes Curriculares Nacionais para a Formação Inicial de Professores para a Educação Básica e institui a Base Nacional Comum para a Formação Inicial de Professores da Educação Básica (BNC-Formação). Disponível em: http://portal.mec.gov.br/docman/dezembro-2019-pdf/135951-rcp002-19/file. Acesso em 02 de fev. 2020.

CANDAU, Vera Maria Formação continuada de professores/as: tendências atuais. In: CANDAU, Vera Maria (org.). Magistério: construção e cotidiano. Petrópolis, RJ: Vozes, 1997.

CÁSSIO, Fernando L. Base Nacional Comum Curricular: ponto de saturação e retrocesso na educação. Revista Retratos da Escola, Brasília, v. 12, 2018. Disponível em: http://retratosdaescola.emnuvens.com.br/rde/article/view/887/pdf. Acesso em: 05 jan. 2020.

CHIMENTÃO, Liliam Kemmer. O significado da formação continuada docente. In: CONGRESSO NORTE PARANAENSE DE EDUCAÇÃO FÍSICA ESCOLAR, 4., 2009, Londrina. Trabalhos apresentados[...].Londrina: UEL, 2009. Disponível em: http://www.uel.br/eventos/conpef/conpef4/trabalhos/comunicacaooralartigo/artigocomoral2.pdf. Acesso em: 03 jun. 2017.

DOURADO, Luiz Fernandes. Formação de profissionais do magistério da educação básica: novas diretrizes e perspectivas. Comunicação& Educação. Ano XXI. número 1. jan/jun 2016. Disponível em: http://www.revistas.usp.br/comueduc/article/view/110712/112709. Acesso em: 11 fev. 2019.

DOURADO, Luiz Fernandes; OLIVEIRA, João Ferreira de. Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e os impactos nas políticas de regulação e avaliação da educação superior. In: A BNCC na contramão do PNE 2014-2024: avaliação e perspectivas. Organização: Márcia Angela da S. Aguiar e Luiz Fernandes Dourado [Livro Eletrônico]. –Recife: ANPAE, 2018: Disponível em: http://www.anpae.org.br/BibliotecaVirtual/4-Publicacoes/BNCC-VERSAO-FINAL.pdf. Acesso em: 10 jan. 2020.

FERREIRA, Jorge Carlos Felz. Reflexões sobre o ser professor: a construção de um professor intelectual. Biblioteca Online de Ciências da Comunicação, 2003.p. 1-8. Disponível em: http:www.bocc.ubi.pt/pag/feliz_jorge_reflexões-sobre-ser-professor.pdf. Acesso em: 09 mai. 18.

FREITAS, Luiz Carlos de. Escolas aprisionadas em uma democracia aprisionada: anotações para uma resistência propositiva. Rev. HISTEDBR On-line, Campinas, v. 18, n. 4 [78], p. 906-926, out./dez. 2018. Doi: 10.20396/rho.v18i4.8654333. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/download/8654333/19019/. Disponível em: 25 set. 2019.

GADOTTI, Moacir.Pedagogiada práxis. São Paulo: Cortez; Instituto Paulo Freire, 1998. p. 1-5. Disponível em: http://docplayer.com.br/52813522-Pedagogia-da-praxis-moacir-gadotti.html. Acesso em: abr. 2018.

GATTI, Bernadete A. Análise das políticas públicas p ara formação continuada no Brasil, na última década. Revista Brasileira de Educação, v. 13, n. 37, jan./abr. 2008.

GATTI, Bernadete A.; BARRETO, Elba. Professores do Brasil: impasses e desafios. Brasília: UNESCO, 2009.

GATTI, Bernadete A. Formação inicial de professores para a educação básica: pesquisas e políticas educacionais. Est. Aval. Educ., São Paulo, v. 25, n. 57, p. 24-54, jan./abr. 2014.

GONÇALVES, Taynara Martins Resende; BORGES, Maria Célia; O curso de pedagogia em foco: contribuições para a formação de professores. São Carlos: Pedro & João Editores, 2017.

IMBERNÓN, Francisco. Formação continuada de professores. Tradução de Juliana dos Santos Padilha. Porto Alegre: Artmed, 2010.

MAGALHÃES, Solange Martins Oliveira. Formação continuada de professores: uma análise epistemológica das concepções postas no Plano Nacional da Educação (PNE 2014-2024) e na Base Nacional Comum Curricular (BNCC 2015). Revista Linhas. Florianópolis, v. 20, n. 43, p. 184-204, maio/ago. 2019. Disponível em: http://www.revistas.udesc.br/index.php/linhas/article/view/1984723820432019184. Acesso em: 19 jan. 2020.

NÓVOA, António. Para o estudo sócio-histórico da gênese e desenvolvimento da profissão docente. Teoria & Educação, Porto Alegre: Pannonica Editora Ltda., n. 4, p. 109-139, 1991.

NÓVOA, António. Profissão professor. Lisboa: Porto Editora. 1995.

PAULA, Simone Grace. Formação continuada de professores: perspectivas atuais. Pandéia, do curso de pedagogia da Faculdade de Ciências Humanas e Sociais. Univ. FUMEC, Belo Horizonte, ano 6, p. 65-86, jan./jun. 2009.

REZENDE, Valéria Moreira; ISOBE, Rogéria Moreira. Resende. Formação docente e a necessidade da formação política sob o olhar dos professores universitários. In: BORGES, Maria Célia; RICHTES, Leonice Matilde; VIEIRA, Vânia Maria de Oliveira (org.). A formação de professores/as um olhar multidimensional. São Carlos: Pedro & João Editores, 2017.

SANTOS, Edlamar Oliveira dos. Políticas de formação continuada para professores da Educação Básica. [S.l.]: Instituto Federal de Pernambuco. 2011. Disponível em: http://www.anpae.org.br/simposio2011/cdrom2011/PDFs/trabalhosCompletos/comunicacoesRelatos/0141.pdf. Acesso em: 10 nov. 2017.

SECO, Ana Paula, AMARAL; Tânia Conceição Iglesias. Período Pombalino. Revista HISTEDBR. Disponível em: http://www.histedbr.fe.unicamp.br/navegando/periodo_ pombalino_intro.html. Acesso em: 05 jun. 2018.

VEIGA, Ilma Passos Alencastro. A aventura de formar professores. Campinas: Papirus, 2009.

VOLSI, Maria Eunice França. Políticas para formação de professores da Educação Básica em Nível Superior: em discussão as novas Diretrizes Nacionais para a Formação dos Profissionais do Magistério. Anais do XXIV Seminário Nacional Universitas/BR. Universidade Estadual de Maringá –18 a 20 de maio de 2016. Disponível em: http://www.ppe.uem.br/xxivuniversitas/anais/trabalhos/e_6/6-015.pdf. Acesso em: 29 jan. 2018.




DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v9i26.12771

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.