O labor filológico: conceituação, investigações e demonstração

Thissiane Fioreto

Resumo


Com a perspectiva de esclarecer o leitor sobre o campo de atuação da filologia, o artigo tem por objetivo apresentar, como demonstração de uma das etapas do labor filológico, os resultados da pesquisa realizada com a função de resgatar e compreender o modo de produção da Academia Brasílica dos Esquecidos (ABE). Esse resgate foi realizado por meio da leitura e análise do conjunto dos textos da agremiação editados por José Aderaldo Castello (In: CASTELLO, 1969-71, p. 81-95, v. 1, tomo V), dentro do contexto do Movimento Academicista Brasileiro, como forma de depreender o modo de produção no Brasil, no início do século XVIII. Para isso, optou-se por um trabalho de Crítica Histórico-Literária buscando delimitar as circunstâncias de produção dos textos e procurando situá-los em seu contexto histórico, cultural, social e político, constatando uma orientação retórica e poética de escrita.

Palavras-chave


Filologia. Crítica histórico-literária. Retórica. Poética.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.