Travessias poéticas contemporâneas: da recriação à invenção

Maria Luiza Berwanger da Silva

Resumo


Com base no estudo da poesia de Ferreira Gullar, de Horácio Costa e de Ana Cristina César, o presente ensaio examina a produtividade das relações: Modernismo/ Reinvenção e Contemporaneidade/Invenção para a inclusão do pensamento artístico brasileiro na comunidade nacional e transnacional. Fixa na figuração múltipla do Sujeito e na Autoreflexividade uma das vias que encaminham tal reflexão em resposta, de certo modo, ‘a ausência de juízo crítico evidenciado por Tania Franco Carvalhal (2005).

Palavras-chave


Modernismo. Contemporaneidade. Reinvenção. Intervenção. Sujeito. Autoreflexividade. Imaginário das cidades.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.