Estágio supervisionado em educação de surdos na perspectiva da educação inclusiva: relato de experiência

Autores

  • Michelle Nave Valadão Universidade Federal de Viçosa
  • Carla Rejane de Paula Barros Caetano Universidade Federal de Viçosa
  • Juliana da Silva Paula Universidade Federal de Viçosa

Palavras-chave:

Língua Brasileira de Sinais. Surdez. Formação de professores.

Resumo

O presente artigo relata uma experiência de estágio supervisionado em educação de surdos na perspectiva da educação inclusiva, promovido pela área de Língua Brasileira de Sinais, do Departamento de Letras e Artes da Universidade Federal de Viçosa, permitindo uma discussão acerca da formação inicial de professores. A proposta possibilitou experiências referentes ao processo de ensino-aprendizagem por meio de metodologias de ensino e de práticas didáticas, as quais se mostraram facilitadoras desse processo. Os resultados apontam para novos significados da Libras na formação dos professores, para aproximação de uma educação inclusiva e para a importância da disseminação dessa língua a partir de um viés linguístico e educacional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Michelle Nave Valadão, Universidade Federal de Viçosa

Professora Adjunta do Departamento de Letras da Universidade Federal de Viçosa

Downloads

Publicado

2014-05-17

Como Citar

Valadão, M. N., Caetano, C. R. de P. B., & Paula, J. da S. (2014). Estágio supervisionado em educação de surdos na perspectiva da educação inclusiva: relato de experiência. Raído, 8(15), 267–282. Recuperado de https://ojs.ufgd.edu.br/index.php/Raido/article/view/3129

Edição

Seção

INCLUSÃO