Dimensões do trabalho de uma docente do ensino superior

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/raido.v16i40.16385

Palavras-chave:

Trabalho docente, Formação de professores, Curso de Pedagogia

Resumo

O objetivo deste artigo é investigar as dimensões do trabalho de uma professora do ensino superior a partir do aporte teórico do Interacionismo Sociodiscursivo (ISD) (BRONCKART, 1999, 2005, 2006, 2007, 2008, MACHADO, 2007, 2009, 2013, CRISTOVÃO, 2008), em diálogo com princípios da Clínica da Atividade (CLOT, 2007, 2010) e da Ergonomia da Atividade (AMIGUES, 2004). A pesquisa empreendida visa investigar e analisar quais as dimensões de trabalho estão presentes no gênero da atividade docente de uma professora do curso de Licenciatura em Pedagogia da UFJF, ao ministrar a disciplina de Práticas Textuais em uma turma de primeiro período, e busca contribuir para a construção, pelos estudantes, de uma concepção de trabalho docente alicerçada em saberes acadêmicos, profissionais e teórico-práticos, distanciando-se da concepção de docência como vocação. A geração dos dados se deu a partir do acompanhamento das aulas em um semestre letivo, durante as quais eram elaborados diários de campo para posterior análise. Os resultados revelam que o trabalho docente é uma atividade complexa e conflituosa, na qual estão presentes diferentes dimensões, estreitamente interligadas umas às outras e interdependentes entre si.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMIGUES, R. Trabalho do professor e trabalho de ensino. In: MACHADO, A.R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004, p.35-53.

BRASIL. Diretrizes Curriculares Nacionais para a formação inicial em nível superior (cursos de licenciatura, cursos de formação pedagógica para graduados e cursos de segunda licenciatura) e para a formação continuada. Brasília, 2015.

BRONCKART, J-P. Atividade de linguagem, textos e discursos: Por um interacionismo sociodiscursivo. Tradução de Anna Rachel Machado; Péricles Cunha. São Paulo: EDUC, 1999.

BRONCKART, J-P; MACHADO, A.R. Procedimentos de análise de textos sobre o trabalho educacional. In: MACHADO, A.R. (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004, p. 131-166.

BRONCKART J-P. Restrições e liberdades textuais, inserção social e cidadania. Tradução de Anna Raquel Machado. Revista Anpoll 19: “Desafios da linguagem no século XXI”, n. 19, p. 231- 256, jul/dez. 2005. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2019.

BRONCKART, J-P. Atividade de linguagem, discurso e desenvolvimento humano. Tradução de Anna Rachel Machado; Maria de Lourdes Meirelles Matencio. Campinas/ SP: Mercado de Letras, 2006.

BRONCKART, J-P. A atividade de linguagem em relação à língua: homenagem a Ferdinand de Saussure. In: GUIMARÃES, A. M.de M.; MACHADO, A.R.; COUTINHO, A. (orgs.). O Interacionismo Sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas: Mercado de Letras, 2007, p. 19-42.

BRONCKART, J-P. O agir nos discursos: das concepções teóricas às concepções dos trabalhadores. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2008.

BULEA, E. Linguagem e efeitos desenvolvimentais da interpretação da atividade. Tradução de Eulália Vera Lúcia Fraga Leurquin; Lena Lúcia Espínola Rodrigues Figueiredo. 1. ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2010.

CADILHE, A. J.; GARCIA-REIS, A.R. Letramentos na formação de professores a partir de uma concepção discursiva da linguagem: Reflexões propositivas. In: MAGALHÃES, T. Guedes.; GARCIA-REIS, A. R.; FERREIRA, H. M. (orgs.). Concepção discursiva de linguagem: ensino e formação docente. Campinas/SP: Pontes Editores, 2017, p. 213-231.

CARNIN, A.; GUIMARÃES, A. M.de M. Agir linguageiro, tomada de consciência e desenvolvimento profissional do professor em formação continuada. RBLA: Belo Horizonte, v.16, n. 3, p. 365-385, 2016. Disponível em: em: . Acesso em: 30 ago. 2019.

CLOT, Y. A Função psicológica do trabalho. Tradução de Adail Sobral. 2. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2007.

CLOT, Y. Trabalho e poder de agir. Tradução de Guilherme João de Freitas Teixeiras; Marlene Machado Zica Vianna. Belo Horizonte: Fabrefactum, 2010.

CRISTOVÃO, V.L.L. Interacionismo Sociodiscursivo (ISD): quadro teórico-metodológico para estudos da linguagem. In:______ (org.). Estudos da linguagem à luz do interacionismo sociodiscursivo. Londrina: UEL, 2008, p. 3-12.

CRISTOVÃO, V.L. Lopes; FOGAÇA, F. C. Desenvolvimento: um conceito constitutivo do gênero profissional docente. In: CRISTOVÃO, V. L. L.(org.). Estudos da linguagem à luz do interacionismo sociodiscursivo. Londrina: UEL, 2008, p. 13-33.

FAÏTA, D. Gêneros de discurso, gêneros de atividade, analise da atividade do professor. In: MACHADO, A. R (org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004. p. 55-80.

GATTI, B.A.; BARRETO, E. S. de S.; ANDRÉ, M.E.D.A. de; ALMEIDA, P.C.A. de. Professores do Brasil: novos cenários de formação. Brasília: UNESCO, 2019. GUIMARÃES, A. M.de M.; MACHADO, A. R. Apresentação. In: GUIMARÃES, A. M.de M.; MACHADO, A.R.; COUTINHO, A.(orgs.). O Interacionismo Sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2007, p. 9-16.

HABERMANS, J. Teoria do agir comunicativo 1: racionalidade da ação e racionalização social. Tradução de Paulo Astor Soethe; revisão da tradução Flávio Beno Siebeneichler. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2012.

KLEIMAN, A. B.; SILVA, S. B. B. Letramento no local de trabalho: o professor e seus conhecimentos. In: OLIVEIRA, M.; KLEIMAN, A. (Orgs.). Letramentos múltiplos: agentes, práticas, representações. Natal: EDUFRN, 2008, p. 17-40.

MACHADO, A.R. Por uma concepção ampliada do trabalho do professor. In: GUIMARÃES, A.M.de M.; MACHADO, A.R.; COUTINHO, A.(orgs.). O interacionismo sociodiscursivo: questões epistemológicas e metodológicas. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2007, p. 77-97.

MACHADO, A.R. Colaboração e crítica: possíveis ações do linguista na atividade educacional. In: MACHADO, A. R.; ABREU-TARDELLI, L.S.; CRISTOVÃO, V.L.L. (orgs.). Posfácio Joaquim Dolz. Linguagem e educação: o ensino e a aprendizagem de gêneros textuais. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2009, p. 43-70.

MACHADO, A.R.; BRONCKART, J-P. (Re-)configurações do trabalho do professor construídas nos e pelos textos: a perspectiva metodológica do grupo ALTER-LAEL. In: MACHADO, A.R.; ABREU-TARDELLI, L.S.; CRISTOVÃO, V.L.L. (orgs.). Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2009, p. 31-77.

MACHADO, A.R.; ABREU-TARDELLI, L.S. Textos prescritivos da educação presencial e a distância: fonte primeira do estresse do professor? In: MACHADO, A.R.; ABREU- -TARDELLI, L.S.; CRISTOVÃO, V.L.L. (orgs.). Linguagem e educação: o trabalho do professor em uma nova perspectiva. Campinas/SP: Mercado de Letras, 2009, p. 101- 116.

MACHADO, A.R.; LOUSADA, E.G. As pesquisas do grupo ALTER-LAEL para a análise do trabalho educacional. Cadernos de Psicologia Social do Trabalho, vol. 16, n. especial 1, p. 35-46, 2013. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2019.

MEDRADO, B. P.; REICHMANN, C. L. A linguística aplicada e o interacionismo sociodiscursivo: reflexões acerca de perspectivas em movimento. In: MEDRADO, B. P.; PEREIRA, R. C.M.; REICHMANN, C. L. (orgs.). Ação-texto-formação: pesquisas em LA sob a luz do ISD. João Pessoa, Editora UFPB, 2020.

OLIVEIRA, R.de C.M.de. (Entre)linhas de uma pesquisa: o diário de campo como dispositivo de (in)formação na/da abordagem(auto)biográfica. Revista Brasileira de Educação de Jovens e Adultos, vol. 2, n. 4, p. 69-87, 2014. Disponível em: . Acesso em: 30 ago. 2019.

PICANÇO, F. Juventude e acesso ao ensino superior: novo hiato de gênero? In: ITABORAÍ, N, R.; RICOLDI, A. M. (Org.). Até onde caminhou a revolução de gênero no Brasil? Implicações demográficas e questões sociais. Belo Horizonte, MG: Abep, 2016. p. 117-132.

SOUZA e SILVA, M.C.P. O ensino como trabalho. In: MACHADO, Anna Rachel (Org.). O ensino como trabalho: uma abordagem discursiva. Londrina: Eduel, 2004, p. 81- 104.

SMOLKA, A. L. Prefácio. In: FRIEDRICH, J. Lev Vigotski - mediação, aprendizagem e desenvolvimento: uma leitura filosófica e epistemológica. Campinas: Mercado de Letras, 2012.

RINCK, F.; BOCH. F.; ASSIS, J.A. Letramento e formação universitária: formar para a escrita e pela escrita. Campinas- SP: Mercado de Letras, 2015.

TARDIF, M.; LESSARD, C. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. 9. ed. Petrópolis, RJ: Vozes, 2014.

VIGOTSKY, L. S. A construção do pensamento e da linguagem. 2.ed. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2010.

Downloads

Publicado

2022-09-30

Como Citar

Garcia-Reis, A. R. ., & Costa, M. F. . (2022). Dimensões do trabalho de uma docente do ensino superior. Raído, 16(40), 238–263. https://doi.org/10.30612/raido.v16i40.16385

Edição

Seção

Formação de professoras de Português na Licenciatura em Pedagogia: olhares da LA