Breve análise do léxico encontrado em relatos e contos nas narrativas Ava, Izoceño e Simba Guarani falada na Bolívia

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/raido.v15i39.14901

Palavras-chave:

Construção lexical, Léxico guarani, Identidade cultural guarani, Universidade indígena.

Resumo

O presente artigo faz parte de uma pesquisa de mestrado focada no estudo da produção escrita em guarani em contexto de fala castelhana na Universidade Indígena UNIBOL – Bolívia. Este estudo tem como objetivo analisar o léxico guarani utilizado em narrativas escritas em castelhano. Através de uma análise semântico lexical, procura-se focalizar nos possíveis critérios pelos quais aparecem certas construções lexicais em guarani em narrativas que predominantemente estão escritas em castelhano, assim como também quais podem ser seus possíveis significados. Este trabalho focaliza a questão de como os sujeitos constroem sua identidade históricocultural e linguística por meio do discurso e práticas sociodiscursivas e da seleção de seu repertorio lexical. A sustentação teórica de estudo está centrada em discussões sobre conceitos de léxico (BIDERMAN, 2001), (POLGUÊRE, 2018), palavra e tipos de palavra (ISQUERDO e OLIVEIRA, 1998), e sua relação com a cultura e identidade dos falantes (MATORÉ, 1953), (SAPIR, 1969), (SEABRA, 2015) entre outros estudiosos. Metodologicamente se procedeu a coleta do corpus por meio de um recorte dos léxicos em guarani, compilados em um glossário e posterior categorização, tomou-se como critério de seleção a frequência e o tipo de ocorrência do léxico. Os resultados indicam que a escolha do léxico reflete, na maioria das vezes, o caráter subjetivo do falante e pela seleção e manifestação do léxico as pessoas podem construir e reconstruir sua identidade linguística assim como também cultural.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liliana Paredes Paredes Moreno, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul

Possui mestrado em Estudos de Linguagens na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Brasil); Possui graduação em Lingüística Aplicada en la Enseñanza de Lenguas. - UNIVERSIDAD MAYOR DE SAN SIMON/Bolivia (2005), com investigação sobre o uso da língua Guarani no processo de formação de professores indígenas. Possui especialização em Educação Universitária pela Universidade Mayor de San Simon / Bolívia (2015), com investigação sobre Metodologia de Ensino e Aprendizagem do Inglês com base na realidade sociocultural e pedagógica de estudantes indígenas quéchuas. Tem experiência na área de Lingüística Aplicada, com ênfase em Ensino de línguas: inglês, espanhol e expressão oral e escrita na Universidade Franz Tamayo (2010-2011), na Universidade Técnica Privada Cosmos, UNITEPC (2015), experiência com ensino de língua espanhola para estudantes brasileiros em Cochabamba-Bolívia. E na Universidade Central, UNICEN (2016-2017) experiência com ensino de língua inglesa em Cochabamba-Bolivia. Membro do Grupo de Pesquisa CNPQ Formação de Professores de Línguas para contextos multiculturais e de fronteiras. Aluna de doutorado em Estudos de Linguagens na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (Brasil).

Referências

BAKER, C. Foundations of Bilingual Education and Bilingualism, Bristol, UK: Multilingual Matters, v. 5, 2011.

BIDERMAN, Maria Teresa Camargo Teoria lingüística. Teoria lexical e lingüística computacional. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

_________ Dimensões da palavra. Filologia e lingüística portuguesa. n. 2, 1998.

_________ Conceito lingüístico de palavra. In: Palavra. n. 5, Rio de Janeiro: Grypho, 1999.

_________ A estruturação mental do léxico. In: Estudos de Filologia e Lingüística, São Paulo: T. A. Queiroz/EDUSP, 1981.

CORREIA, Margarita. Para a compreensão do conceito de ‘empréstimo interno’: primeira abordagem. In: ISQUERDO, Aparecida Negri; FINATTO, Maria José B. (Orgs.). As Ciências do Léxico. Lexicologia, Lexicografia, Terminologia. Vol. IV. Campo Grande: Ed. UFMS; Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2010.

CHAMORRO, Graciela; COMBÈS, Isabelle. Povos indígenas em Mato Grosso do Sul; História, cultura e transformações sociais. UFGD Editora. 2018

GONÇALVES, Maria Filomena; MURAKAWA, Clotilde de Almeida; Paralexicografia em Relatos de viagem do Século XVI: Os Tratados Da Terra e Gente Do Brasil Do Pe. Fernão Carmim. In: ISQUERDO, Aparecida Negri; FINATTO, Maria José B. (Orgs.). As Ciências do Léxico. Lexicologia, Lexicografia, Terminologia. Vol. IV. Campo Grande: Ed. UFMS; Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2010.

HAENSCH, Günther et. al. La lexicografía. De la lingüística teórica a la lexicografía práctica. Madrid: Gredos, 1982.

ISQUERDO, Aparecida Negri. Léxico em tempo e espaço: a questão dos regionalismos. In: MARIN, Jérri ROBERTO; VASCONCELOS, Cláudio Alves. História, região e identidades. Campo Grande: Editora da UFMS. 2003.

________ Normas lexicais no português do Brasil e desafios para a lexicografia brasileira. In: MAGALHÃES, José Sueli de; TRAVAGLIA, Luiz Carlos. (Orgs.) Múltiplas Perspectivas em Linguística. Uberlândia. EDUFU, 2008.

ISQUERDO, Aparecida Negri. Achegas para a discussão do conceito de regionalismos no português do Brasil. Alfa, São Paulo, 50 (2): 9-24, 2006. Disponível em: http://seer.fclar.unesp.br/alfa/article/view/1408.

MATORÉ, George. La méthode en lexicologie. Paris: Marcel Didier, 1953.

MURAKAWA, Clotilde de Almeida Azevedo. António de Morais Silva: lexicógrafo da língua portuguesa. Araraquara/SP: FCL/UNESP e Cultura Acadêmica Editora, 2006.

RISAGER, K; Language and Culture Pedagogy. The Routhedge Handbook of English Language Teaching. Edited by Graham Hall. 2007.

ORTIZ, García Elio; Cuaderno de investigación de la cultura guaraní. Tomo 1; “Mmbarea-Invitación”; Editor P. Ivan Nasini. Camiri Bolivia. 2014.

OLIVEIRA, Ana Maria P. Pires; ISQUERDO, Aparecida Negri. As ciências do léxico. Lexicologia, Lexicografia, Terminologia. Campo Grande: Editora da UFMS, 1998.

ORTIZ, Elio; CAUREY, Elías: DICCIONARIO etimológico y etnográfico de la lengua guaraní hablada en Bolivia, (guaraní-español). Territorio Guaraní Bolivia; Fundación Xavier Albó, 2011.

POLGUÊRE, Alain. Lexicologia e Semântica Lexical: Noções fundamentais. São Paulo: Contexto, 2018.

SAPIR, Edward. Linguística como ciência. Livraria Acadêmica. Rio de Janeiro, 1969.

SEABRA, Maria Cândida Trindade Costa de; “Língua, Cultura, Léxico”. In: Sobral, Gilberto Nazareno Telles; Lopes, Norma da Silva; Ramos, Jânia Martins. Linguagem, Sociedade e Discurso. São Paulo: Blucher. 2015.

WEB SITE. Consultado. (https://www.dicio.com.br/houaiss/ consultado as 16:11 do 11/11/2019).

Downloads

Publicado

21/12/2021

Como Citar

Paredes Moreno, L. P., & Ferreira, R. V. (2021). Breve análise do léxico encontrado em relatos e contos nas narrativas Ava, Izoceño e Simba Guarani falada na Bolívia. Raído, 15(39), 66–79. https://doi.org/10.30612/raido.v15i39.14901

Edição

Seção

Estudos do léxico de língua minoritárias