História, literatura e mitobiografia: uma leitura de Olga, de Fernando Morais

Gustavo Menegusso

Resumo


O leitor ingênuo pode ler uma biografia apenas como um documento ou simplesmente comparando-a a um livro de História. Todavia a escrita biográfica nem sempre apresenta descrições meramente objetivas, podendo, dessa forma, revelar nas entrelinhas, ou até mesmo de forma explícita, certas informações que transcendem o caráter histórico. Nesse sentido, este trabalho tem por objetivo analisar as relações entre literatura, história e mitobiografia na obra Olga (1985), de Fernando Morais. Tem-se como foco observar como se constitui o mito do herói ou heroína a partir da reconstrução e ao mesmo tempo ficcionalização da personagem principal Olga Benário. Para o embasamento dessa proposta busca-se respaldo em obras de autores como Mircea Eliade e Joseph Campbell.

Palavras-chave


Biografia. Mitos. Mitobiografia. Olga.

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.