Sensibilidade moral de licenciandos em Química: questões sociocientíficas em foco

Guilherme Balestiero da Silva, Salete Linhares Queiroz

Resumo


Com base nos princípios da abordagem ciência-tecnologia-sociedade (CTS), emerge da literatura a importância do emprego de questões sociocientíficas (QSC) no ensino de ciências. Estas, de relevância social e natureza controversa, envolvem múltiplos pontos de vista, de modo que o seu tratamento incorpora conteúdos próprios do espaço formal de ensino e também oferece aos estudantes a oportunidade de considerar aspectos sociais, econômicos, éticos e morais. Neste trabalho, temos como objetivo investigar a sensibilidade moral de licenciandos em química, com base nos aspectos morais evidenciados em suas respostas a esse tipo de questão, relacionadas à leitura de um caso extraído de um texto quadrinizado. Para tanto, tomamos como referencial teórico o Modelo dos Quatro Componentes. Concluímos que, a princípio, os futuros professores não apresentaram elevada sensibilidade moral, porém, a ação levada a cabo em sala de aula contribuiu positivamente para o seu desenvolvimento. Salientamos ainda a adequação e a relevância do Modelo dos Quatro Componentes para estudos envolvendo o desenvolvimento moral de licenciandos.


Palavras-chave


Ensino de Química. Formação Inicial de Professores. História em Quadrinhos.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v9i25.11008

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.