Abordagem multissistêmica da língua e episódios de construção da concordância na aquisição da escrita

Edilaine Buin Barbosa

Resumo


O objetivo deste trabalho é explorar algumas evidências da língua como multissistema complexo (CASTILHO, 2009), a partir de dois dados de aquisição de sua modalidade escrita: um texto escrito por uma criança de 7 anos (2º ano do Ensino Fundamental) e outro, por uma criança de 11 anos (6º ano do Ensino Fundamental). O primeiro dado chama a atenção para questões da concordância verbal e, o outro, para a questão da concordância nominal. Os dois textos foram selecionados qualitativamente, a partir da busca de marcas de reelaboração e de construção de cadeia anafórica que possibilitassem formular hipóteses sobre a atuação de diferentes componentes linguísticos (gramaticais, discursivos e semânticos) que são acionados para a construção da concordância. Esse fenômeno é tratado do ponto de vista funcionalista-cognitivista, evidenciando-se o tratamento da concordância no campo discursivo/semântico, e não apenas no domínio exclusivo da gramática, como tradicionalmente se faz. Os dois dados analisados dão suporte para evidenciar a pertinência teórica da abordagem multissistêmica da língua e, consequentemente, essas análises podem facilitar o entendimento de outras ocorrências no âmbito do processo de aquisição da escrita.

Palavras-chave


Abordagem multissistêmica da língua. Aquisição da escrita. Concordância verbal. Concordância nominal.

Texto completo:

PDF

Referências


ABAURRE, M.B. M., Fiad, R.S., Mayrink-Sabison, M.L. Cenas de aquisição da escrita. Campinas, SP: Mercado das letras, 1997.

BUIN, E. Aquisição da escrita: coerência e coesão. São Paulo: Contexto, 2002.

_________ A gramática a serviço do desenvolvimento da escrita. Em Revista Brasileira de Linguística Aplicada.

_________ A reelaboração de textos na aquisição da escrita. Em Anais do 1º Encontro do CelSul. Florianópolis, 1997.

__________ Incoerência e Referenciação: análise de um texto escrito.

Em Abaurre, M.B. & Mayrink-Sabison, M.L. & Fiad, R.S. (org.) Estilo e Gênero na aquisição da escrita. Campinas-SP: Komedi, 2003.

CASTILHO, A.T. Análise multissistêmica das minissentenças. USP, UNICAMP, CNPq. Inédito, 2009.

__________ Perspectiva multissistêmica da concordância na história do português paulista. USP, UNICAMP, CNPq. Inédito, 2009.

___________, 2004.

COUDRY, M.I. O diário de narciso. São Paulo: Martins Fontes, 1996.

FRANCHI, C. Criatividade e gramática. Em Trabalhos de Lingüística Aplicada 9. Campinas, SP, Unicamp, 1987.

___________, 1977.

GERALDI, W. Portos de Passagem. São Paulo: Martins Fontes, 1993.

JUBRAN, C. & Koch, I. (org.) Gramática do português culto falado no Brasil, vol. 1, Construção do texto falado. Campinas: Editora da Unicamp.

__________ O texto e a construção dos sentidos. São Paulo: Contexto, 1997.

__________ (org.) Gramática do português falado, vol. VI. Campinas: Editora da Unicamp, Fapesp, 2006.

PORTAL DO MUSEU DA LÍNGUA PORTUGUESA, em

www.museudalínguaportuguesa.org, acessado em março de 2010.




DOI: https://doi.org/10.30612/arredia.v4i7.4614

Comentários sobre o artigo

Visualizar todos os comentários




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.