A inacessibilidade da memória a partir da fotografia em Austerlitz, de Sebald

Andrio Santos

Resumo


Os recursos fotográficos que permeiam as obras do escritor alemão W. G. Sebald, quando tratados pelo viés da memória, são associados a sua preservação, manutenção ou mesmo vestígio. Porém, no presente trabalho, pretendemos averiguar como, no livro Austerlitz, certas fotografias também possuem um caráter contrário, tendo assim, relação com o apagamento da memória.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.