FERRAMENTAS DIDÁTICAS PARA O ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA: GÊNEROS TEXTUAIS, TRANSPOSIÇÃO E MODELO DIDÁTICOS

Adair Vieira Gonçalves

Resumo


O presente texto será baseado nos aportes teóricos do Interacionismo Sócio-Discursivo (ISD) e do grupo de Didática de Línguas da UNIGE-Genebra/ Suíça e propõe práticas pedagógicas inspiradas na noção de Modelo Didático (MD), a partir da conceituação teórica de gêneros textuais e de transposição didática. O MD subsidia o trabalho docente e favorece o ensino-aprendizagem na compreensão/ produção de textos em língua materna. O trabalho abordará os três aspectos do “folhado textual” de Bronckart: capacidades de ação, capacidades discursivas e as capacidades lingüístico-discursivas, necessárias para a construção do modelo. O MD, enfim, é uma síntese prática que orienta ações do professor e torna evidente aquilo que pode ser ensinado, neste caso específico, o gênero artigo de opinião.


Palavras-chave


Modelo didático; Gêneros Textuais; Instrumento didático

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v2i4.97

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.