DISCURSO INDÍGENA: IDENTIDADE, ALTERIDADE, TRANSCULTURALIDADE

Rita de Cássia Pacheco Limberti

Resumo


Meu objeto de estudo é a construção de imagens dentro do quadro de uma teoria semiótica de análise do discurso, mais especificamente a construção de imagens do índio, através de textos e de discursos. O objetivo do presente trabalho é de realizar uma análise de formas de representação dos índios Kaiowá da Reserva Indígena de Dourados - MS. Como meio de análise, pretende-se estabelecer uma relação entre imagem e discurso, isto é, o percurso narrativo das imagens e identificar as representações que os discursos configuram. A palavra imagem, mais que uma referência a uma representação visual, deve ser entendida também como representação ideológica, como um conjunto de idéias. As diferentes formações sociais produzem diferentes formas de representação e de interpretação das imagens, embora haja uma universalização da imagem como ícone de representações e de interpretações. É como se ela fosse a síntese de tudo que se tenta representar ou interpretar. Enquanto representação, a imagem desencadeia os sentidos; enquanto interpretação, ela os catalisa.


Palavras-chave


Discurso Indígena, Identidade; Alteridade; Transculturalidade

Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.