A construção do hipertexto em dicionários escolares infantis

Rodrigo Alves Silva, Yana Liss Soares Gomes

Resumo


Este trabalho analisou a hipertextualidade em dicionários escolares infantis avaliados pelo PNLD. Para tanto, observou-se, na construção do hipertexto, os elementos multimodais, principalmente os boxes que contêm outros gêneros textuais. Este trabalho partiu do pressuposto de que o hipertexto está também presente no texto impresso e não é exclusivo do texto virtual, baseado em Koch (2009) e Coscarelli (2009). Além disso, utilizou-se dos conceitos de multimodalidade para a análise das páginas dos dicionários. O corpus de análise é composto por dois dicionários escolares: Saraiva Júnior: dicionário da língua portuguesa ilustrado (2009) e Saraiva infantil de A a Z: dicionário da língua portuguesa ilustrado (2012). Uma análise prévia permitiu concluir que esses dicionários possuem recursos multimodais (como imagens, boxes com poemas, adivinhações etc.) que ajudam a tornar esses materiais objetos hipertextuais, pois as informações não ficam apenas a cargo dos verbetes, mas também estão presentes nos demais elementos que os circundam.

Palavras-chave


Hipertexto. Multimodalidade. Dicionários escolares.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v11i25.5076

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.