Os desafios enfrentados pelos professores alfabetizadores no contexto fronteiriço de Ponta Porã/Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/hre.v11i19.16607

Palavras-chave:

Alfabetização, Educação de Fronteira, Desafios

Resumo

Esta pesquisa trata dos desafios na prática pedagógica docente da alfabetização no contexto de fronteira entre Ponta Porã/Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai, envolvendo alunos paraguaios que estudam nas escolas brasileiras. Buscou-se responder ao seguinte questionamento: Quais são os desafios que os professores alfabetizadores enfrentam no contexto de fronteira? Existem políticas públicas e formação voltada para a área de fronteira? A metodologia utilizada para a realização do trabalho baseia-se na pesquisa bibliográfica e documental. O artigo foi divido em três seções, a primeira seção trata sobre o conceito de fronteira e o processo de alfabetização, a segunda seção trata sobre a realidade das cidades gêmeas lócus da pesquisa e a terceira seção trata sobre os desafios no processo de alfabetização na região de fronteira.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ALBUQUERQUE, José Lindomar C. Fronteiras em movimentos e identidades nacionais: a imigração brasileira no Paraguai. Universidade Federal do Ceará, Programa de Pós-graduação em Sociologia. Fortaleza, 2005.

ANASTÁCIO, Luci Meire Corrêa; JUNIOR, Orlando Moreira. Educação e fronteira: Possibilidades e Desafios a partir da experiência do PEIF em Ponta Porã (BR) e Pedro Juan Caballero (PY). Revista Pedagógica/ v.22, 2020.

BALLER, Leandro. Fronteira e Fronteiriços: A construção das relações sociais e culturais entre brasileiros e paraguaios. (1954- 2014) – Dourados-MS: UFGD, 2014. 336 f.

BERGER, Isis Ribeiro. Experiências e ações de política linguística no âmbito do observatório da educação na fronteira. Revista do GEL, São Paulo, v. 12, n. 2, p. 138-163, 2015.

BORBA, Vanderlei. Fronteiras e faixas de fronteira: Expansionismo, limites e defesa. Historia, Rio Grande, v. 4, n. 2: 59-78, 2013.

BUENO, Mara Lucinéia Marques Correa. Formação inicial de professores: uma experiência no município fronteiriço de Ponta Porã/MS. II Seminário Formação Docente: Intersecção entre Universidade e Escola- Necessidades Formativas Nas/Das Licenciaturas. Dourados-MS, 12 de junho de 2017.

BRASIL/MEC. Constituição Federal de 1988. Capítulo II: Da União. Promulgada em 5 de outubro de 1988.

BRASIL. Ministério da Integração Nacional. Portaria nº 125, de 21 de março de 2014. Estabelece o conceito de cidades-gêmeas nacionais, os critérios adotados para essa definição e lista todas as cidades brasileiras por estado que se enquadram nesta condição. Brasília, DF: Ministério da Integração Nacional [2014]. Disponível em: https://pesquisa.in.gov.br/imprensa/jsp/visualiza/index.jsp?data=26/03/2014&jornal=1&pagina=64&totalArquivos=108. Acesso em: 05 de maio de 2021.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei número 9.394, 20 de dezembro de 1996. Senado Federal, edição atualizada até março de 2017. Disponível em https:// www2.senado.leg.br/bdsf/bitstream/handle/id/529732/lei_de_diretrizes_e_bases_1ed.pdf

BRASIL. Ministério da Educação. Base Nacional Comum Curricular, 2017. Disponível em: http://basenacionalcomum.mec.gov.br/images/BNCC_EI_EF_110518_versaofinal_site.pdf. Acesso em 03 de abril de 2020.

BRASIL. Política Nacional de Alfabetização. Decreto n. 9.765, de 11 de abril de 2019. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato20192022/2019/Decreto/D9765.htm: Acesso em: 7 de abril de 2020.

CERES, Maria. Experiências, vivências e o imaginário na fronteira seca do sul de Mato

Grosso do Sul. Salto para o Futuro, p.15-22, Ano XXIV - Boletim 1 - MAIO 2014.

CUNHA, Kalyne Franco. Multilinguismo na região de fronteira: O letramento da criança brasiguaia. Dissertação Mestrado em educação- Universidade Federal da Grande Dourados, 2020.

DALINGHAUS, Ione Vier. Alunos brasiguaios em escola de fronteira Brasil/Paraguai: um estudo linguístico sobre aprendizagem do português em Ponta Porã, MS. Cascavel, 2009.

DUTRA, Maria Elena Aquino; GODOI, Rosana Vanessa Fagundes Valentim. Programa de Escolas Interculturais de Fronteira (PEIF): Um desafio para as escolas do Município de Ponta Porã. Educação, Psicologia e Interfaces, Volume 3, Número 3, p. 35-47, Setembro/Dezembro, 2019. ISSN: 2594-5343. DOI: https://doi.org/10.37444/issn-2594-5343.v3i3.2019.

ECURED. Conocimiento con todos e para todos 2017, dados de Pedro Juan Caballero. Disponível em: https://www.ecured.cu/Pedro_Juan_Caballero_(Paraguay). Acesso em: 25 de janeiro de 2022.

ECURED. Conocimiento con todos e para todos 2019, dados do Paraguay. Disponível em: https://www.ecured.cu/Paraguay. Acesso em: 25 de janeiro de 2022.

FRIZZO, Gabriela Neves. Fronteira: limite geográfico que separa. Culturas que se unem. IV Encontro Semintur, 8 de novembro de 2013.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística 2021, dados do Brasil. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/panorama. Acesso em 22 de janeiro de 2022.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística 2021, dados de Mato Grosso do Sul. Disponível em: https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/ms/.Acesso em: 24 de janeiro de 2022.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística 2020, censo escolar de MS. Disponível: https://cidades. ibge.gov.br/brasil/ms/pesquisa/13/5913. Acesso em: 24 de janeiro 2022.

IBGE. Instituto Brasileiro de Geografia Estatística 2021, dados de Ponta Porã. Disponível: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/ms/ponta-pora/panorama. Acesso em: 25 de janeiro de 2022.

MARQUES, Denise Helena Franca. “A circularidade na fronteira do Paraguai e Brasil: O estudo de caso dos ‘brasiguaios’”. Tese de doutorado. Universidade Federal de Minas Gerais, 2009.

MATO GROSSO DO SUL. Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia. Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, da Produção, da Indústria, do Comércio e do Turismo. Plano de Desenvolvimento e Integração da Faixa de

Fronteira/MS. Núcleo Regional para o Desenvolvimento e Integração da Faixa de Fronteira do Estado de Mato Grosso do Sul. Campo Grande, 2012.

PEREIRA, Jacira Helena do Valle. Educação na fronteira: o caso de Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (PY). Revista de Pós-graduação em Estudos de Linguagens-UFMS. ISSN 2448-1165 Campo Grande | MS Vol. 18 | Nº 36 | 2014.

PINTO, Raiane Paim; SANTANA, Maria Luzia da Silva. A educação especial inclusiva em contexto de diversidade cultural e linguística: práticas pedagógicas e desafios de professoras em escolas de fronteira. Revista Brasileira de Educação Especial, 2020.

SANTANA, Maria Luzia da Silva. Práticas pedagógicas na região de fronteira: uma olhar a partir de escolas de Ponta Porã. Educação | Santa Maria | v. 43 | n. 1 | p. 75-88 | jan./mar. 2018.

SILVA, Alice Felisberto; PEREIRA, Jacira Helena do Valle. Homem, cultura e educação na fronteira de Mato Grosso do Sul com o Paraguai no ciclo da erva-mate (1883-1947): uma análise na obra do memorialista Hélio Serejo. Cadernos de História da Educação – v. 13, n. 1 – jan./jun. 2014.

STURZA, Eliana Rosa; TATSCH, Juliane. A fronteira e as línguas em contato: Uma perspectiva de abordagem. Cadernos de Letras da UFF Dossiê: Línguas e culturas em contato nº 53, p. 83-98. 2016.

SOARES, Magda Becker. O que é letramento e alfabetização. Janeiro, 1999.

SOARES e BATISTA. Alfabetizacao_Letramento. 2005.

TORRECILHA, Maria Lucia. A gestão compartilhada como espaço de integração na fronteira Ponta Porã (Brasil) e Pedro Juan Caballero (Paraguai). São Paulo, 2013.

Downloads

Publicado

2002-12-12

Como Citar

GONZALES, C. G., & BUENO, M. L. M. C. (2002). Os desafios enfrentados pelos professores alfabetizadores no contexto fronteiriço de Ponta Porã/Brasil e Pedro Juan Caballero/Paraguai. Horizontes - Revista De Educação, 11(19), 03–18. https://doi.org/10.30612/hre.v11i19.16607

Edição

Seção

A EDUCAÇÃO BÁSICA NA AMÉRICA LATINA EM DEBATE