O processo de institucionalização do curso Letras/Língua Portuguesa/Libras na EaD/UFGD

Tania Jucilene Vieira Vilela, Karla Alexandra Benites Florenciano

Resumo


Este estudo tem como objetivo central analisar a trajetória e o contexto em que ocorre a institucionalização do curso Letras/Língua Portuguesa/Libras na EaD/UFGD. Assim, a pesquisa é de cunho qualitativa utilizando-se como metodologia uma revisão de literatura e uma análise de documentos institucionais da EaD/UFGD, da qual a mesma é o campo empírico para a investigação desta temática. Os resultados obtidos apontam para conquistas positivas obtidas na trajetória da criação deste curso como também para a crescente necessidade de profissionais formados nesta área.


Palavras-chave


EaD/UFGD. Institucionalização. Letras/Língua Portuguesa/Libras.

Texto completo:

PDF

Referências


ANDRADE, Érica. Estudo da Disciplina de Libras em Duas Licenciaturas no Litoral do Paraná. Divers@ Revista Eletrônica Interdisciplinar, Matinhos, v. 6, n. 1, p. 39-51, jan/jun, 2013.

BRASIL. Decreto n° 5.626 de 22 de dezembro de 2005, dispõe sobre a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.

BRASIL. Lei n° 10.436 de 24 de abril de 2002, regulamenta a Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS.

BRASIL. Lei nº. 11.153 de 29 de julho de 2005, Dispõe sobre a instituição da Fundação Universidade Federal da Grande Dourados – UFGD.

BRASIL. Decreto nº 5.800 de 08 de junho de 2006, Dispões sobre o Sistema Universidade Aberta do Brasil – UAB.

BRITO, FB de; NEVES, Sylvia Lia Grespan; XAVIER, André Nogueira. O movimento surdo e sua luta pelo reconhecimento da Libras e pela construção de uma política linguística no Brasil. Libras em estudo: política linguística, v. 1, p. 67-104, 2013.

DE OLIVEIRA MARTINS, Vanessa Regina. Análise das vantagens e desvantagens da Libras como disciplina curricular no ensino superior. Revista Cadernos do Ceom, v. 21, n. 28, p. 191-206, 2008.

DOURADOS. Projeto Pedagógico do Curso de Letras – Língua Portuguesa/Língua Brasileira de Sinais, 2017.

DOURADOS. Concurso Prefeitura Municipal de Dourados/MS. Disponível em: http://fundacaofapems.org.br/site/2016/02/concurso-prefeitura-de-douradosms/. Acesso em: 14/07/2019.

FELIPE, Tanya A.; MONTEIRO, Myrna S. Libras em contexto: curso básico. Livro do estudante. Brasília, Ministério da Educação/Secretaria de Educação Especial, 2001.

KEZAR, Adrianna J. Tools for a Time and Place: Phased Leadership Strategies to Institutionalize a Diversity Ag. The Review of Higher Education , v. 30, n. 4, Summer 2007, pp.413-439 (Article).

KEZAR, Adrianna J.; SAM, Cecile. Institutionalizing Equitable Policies and Practices for Contingent Faculty. The Journal of Higher Education , v. 84, n. 1, January/February 2013, pp. 56-87 (Article). Disponível em: https://muse.jhu.edu/article/494299/pdf. Acesso em: 18/07/2019.

FLORIANÓPOLIS, Projeto Político Pedagógico do Curso de Letras Libras. Licenciatura e Bacharelado Modalidade Presencial, 2012.

HÖFLING, Eloisa de Mattos. Estado e Políticas (Públicas) Sociais. Cadernos Cedes , ano XXI, nº 55, novembro/2001.

PALUMBO, Dennis James. A abordagem de política pública para o desenvolvimento político na América. In: SOUZA, E. C. B. M. (Org.). A avaliação e a formulação de políticas públicas em educação : leituras complementares. Brasília: MEC: UnB, 1998. p. 35-62, 1994.

QUADROS, R; CAMPELLO, Ana Regina e Souza. A constituição política, social e cultural da língua brasileira de sinais - Libras. In: VIEIRA-MACHADO, Lucyenne Matos da Costa; LOPES, Maura Corcini. Educação de Surdos: Políticas, Línguas de Sinais, Comunidade e Cultura Surda. Educação de surdos: a aquisição da linguagem. Porto Alegre: Artes Médicas, 2010.

QUADROS, Ronice Muller de. Aquisição da linguagem por crianças surdas. LIBRAS. Série Atualidades Pedagógicas, v. 4, n. 3, p. 81-107, 1997.

QUADROS, Ronice Müeller de; STUMPF, Mariane Rossi. Letras Libras EaD. Letras Libras: ontem, hoje e amanhã. Florianópolis: Editora da UFSC, 2015.

STROBEL, Karin; PERLIN, Gládis. Teorias da Educação e Estudos Surdos. Florianóplois; UFSC, 2009.

TOLBERT, Pamela S.; ZUCKER, Lynne Goodman. The institutionalization of institutional theory [Electronic version]. In S. Clegg, C. Hardy and W. Nord (Eds.), Handbook of organization studies. London:SAGE,1996,p.175-190. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/fea2/a422be0c4dc9f9b478324e8f41847c8a3cc8.pdf. Acesso em: 18/07/2019.

UFGD. UFGD realiza formatura da 1ª turma de Letras Libras pela EaD. Portal UFGD, 16 de abr. 2018. Disponível em: https://portal.ufgd.edu.br/noticias/ufgd-realiza-formatura-da-1-turma-de-letras-libras-pela-ead. Acesso em: 18/07/2019.

UFGD. Edital de divulgação CCS Nº 25 de Junho de 2018 https://cs.ufgd.edu.br/download/Edital_divulgacao_CCS_95_resultado_final_cpta2018.pdf

VIEIRA-MACHADO, Lucyenne; LÍRIO, Larissa. A Disciplina de Libras e a Formação Inicial dos Professores: experiências dos alunos de graduação em Pedagogia na Universidade Federal do Espírito Santo. Revista FACEVV, Vila Velha, n. 6, p. 96-104, jan/jun 2011.

VILELA, Tania Jucilene Vieira; ROCHA, Elizabeth Matos Rocha. A implantação e implementação da Educação a Distância na UFGD: reflexo do conteúdo histórico brasileiro. In: REAL; MARQUES (Org.). A UFGD na Memória Científica: Contribuições do Programa de Pós-Graduação em Educação. Livro da UFGD (no prelo a ser publicado no ano de 2019).




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v9i16.10124

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.