Iracema da Silva Machado Casagrande entre o sonho e a realidade: ser professora!

Carlos Edinei de Oliveira, Kátia Maria Kunntz Beck

Resumo


Este texto tem como objetivo analisar o significado da trajetória social da primeira professora rural do município de Tangará da Serra – MT, identificando-a como uma das pessoas responsáveis na dinâmica da efetivação da política de (re)ocupação da fronteira agrícola mato-grossense, no caso da localidade de Tangará da Serra, a partir dos anos 60 do século XX. Metodologicamente o texto foi construído com a leitura de fontes escritas (atas e documentos escolares), fontes iconográficas e orais. Foram realizadas e utilizadas entrevistas já gravadas com Iracema da Silva Machado Casagrande. O texto tem como referencial teórico o pensamento historiográfico de Charter (1990) e de Farge (2011), neste contexto foram construídas análises sobre a trajetória de vida de Iracema Casagrande, destacando a sua infância, a sua escolarização, a migração para Mato Grosso, e o fazer-se professora. Conclui-se que, o fazer professora, mesmo sem habilitação, em região de colonização recente de Mato Grosso, foi uma prática comum, que se constituía como um elemento fundamental para a consolidação dos empreendimentos realizados pelos projetos de colonização privados.

Palavras-chave


Colonização recente. Trajetória de vida. Professora rural.

Texto completo:

PDF

Referências


ABREU, Casimiro de. As Primaveras. Rio de Janeiro: [s.n.], 1959.

ALMEIDA, Dóris Bittencourt. A educação rural como processo civilizador. In: STEPHANOU, Maria; BASTOS, Maria Helena Câmara. (orgs.). História e memórias da educação no Brasil. Vol III – Século XX. Petrópolis: Vozes, 2005.

BARROS, Manoel de. Memórias inventadas: as infâncias de Manoel de Barros. São Paulo: Editora Planeta do Brasil, 2008.

BOBBIO, Norberto. Os intelectuais e o poder: dúvidas e opções dos homens de cultura na sociedade contemporânea. São Paulo: Editora da UNESP, 1997.

CASAGRANDE, Iracema da Silva Machado. Iracema da Silva Machado Casagrande: depoimento [maio, 2001]. Entrevistador: João de Almeida. Tangará da Serra: Rádio Pioneira. 2001. Entrevista concedida a Rádio Pioneira.

CASAGRANDE, Iracema da Silva Machado. Iracema da Silva Machado Casagrande: depoimento [fevereiro 2006]. Entrevistador: Carlos Edinei de Oliveira. Tangará da Serra: UNEMAT. 2006. (2:48:17 min.). Entrevista concedida ao Núcleo de Documentação de História Escrita e Oral (NUDHEO).

CASAGRANDE, Iracema da Silva Machado. Iracema da Silva Machado Casagrande: depoimento [julho 2014]. Entrevistadora: Kátia Maria Kunntz Beck. Cuiabá: IE/UFMT. 2014. (0:13:17 min.). Entrevista concedida ao Grupo de Pesquisa em História da Educação e

Memória (GEM).

CHARTIER, Roger. A História cultural: entre práticas e representações. Lisboa, DIFEL: Rio de Janeiro: Beltrand Brasil S.A, 1990.

__________. Palestra Pouvoirset limites de lanotion de representation proferida pelo professor Roger Chartier em 7 de maio de 2010 no Colloque franco-allemand “Representation/ Darstellung”, realizado pelo Institut Historique Allemand de Paris. Tradução de Andre Dioney Fonseca e Eduardo de Melo Salgueiro. Fronteiras, Dourados, MS, v. 13, n. 23, jan./jun. UFVG, 2011.

FARGE, Arlette. Lugares para a história. Belo Horizonte: Autêntica, 2011. (Coleção história e historiografia).

KUHLMANN JR, Moysés. Infância e educação infantil: uma abordagem histórica. Porto Alegre: Mediação, 1998.

NÓVOA, António. O espaço público da educação: imagens, narrativas e dilemas. In Espaços de Educação, Tempos de Formação. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian, pp. 237-263, 2002.

OLIVEIRA, Carlos Edinei de. Migração e escolarização: história de instituições escolares de Tangará da Serra - Mato Grosso - Brasil (1964 -1976). 2009. 335f. Tese (Doutorado em Educação). Faculdade de Educação, Universidade Federal de Uberlândia, Uberlândia.

VILALVA, Walnice Aparecida Matos; MIYAZAKI, Tieko Yamaguchi. Fios de memória. Pioneiros de Tangará da Serra, Cáceres: UNEMAT Editora, 2013.

Ata de Criação da Escola Rural Mista Municipal Santo Antônio. Núcleo de Documentação de História Escrita e Oral de Tangará da Serra (NUDHEO-TS), 1965.

Caderno de Poemas Iracema da Silva Machado Casagrande, habilitação em Magistério, Projeto Logos II – 1981/1982.

ROUGE. Nunca deixe de sonhar. Remixes, 18 faixas, 2003.

TEIXEIRINHA. O Colono. Popularidade, 14 faixas, 1999.

TIÃO CARREIRO & PARDINHO. A mão e o tempo. Sucessos de ouro, 24 faixas, 2002.

___________. Cuiabá. Sucessos de ouro, 12 faixas, 2002.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.