Do currículo instituído ao currículo experienciado

Reflexões sobre a formação de professores por áreas de conhecimento na LEDOC/UFERSA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.30612/eduf.v13i00.16943

Palavras-chave:

Formação de Professores do Campo, Licenciatura em Educação do Campo, Currículo

Resumo

Este estudo centra-se na Licenciatura Interdisciplinar em Educação do Campo (LEDOC), habilitação em Ciências Humanas e Sociais, da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA). Refere-se a uma pesquisa acerca do currículo, mais especificamente debruça-se para o currículo instituído no Projeto Pedagógico de Curso (PPC) e o currículo experienciado pelos egressos da licenciatura. Como objetivo central, salienta-se refletir, na perspectiva de egressos, sobre os conteúdos curriculares da habilitação em Ciências Humanas e Sociais da LEDOC/UFERSA. O estudo fez uso da abordagem qualitativa, utilizando do questionário composto por seis questões abertas como técnica para a produção dos dados. Participaram da investigação, 10 egressos da LEDOC/UFERSA, os quais vivenciaram os processos formativos na referida licenciatura entre os anos de 2013 e 2019. Como considerações, os egressos sinalizaram que os conteúdos curriculares vividos na habilitação em Ciências Humanas e Sociais são insuficientes em relação à atuação profissional na Educação Básica, nas disciplinas que constituem a área da habilitação, quais sejam: História, Geografia e Sociologia. De toda forma, assinalaram a boa qualidade da formação inicial no curso, especialmente no que toca à formação pedagógica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Ramon Roseno Alves, Universidade Federal Rural do Semi-Árido (UFERSA), Mossoró – RN – Brasil

Mestrando pelo Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO). Licenciado em Educação do Campo, habilitação em Ciências Humanas e Sociais pela UFERSA.

Emerson Augusto de Medeiros, Universidade Estadual do Ceará (UECE), Fortaleza – CE – Brasil

Professor Adjunto do Departamento de Ciências Humanas da Universidade Federal Rural do Semi-Árido (DCH/UFERSA) e do Programa de Pós-Graduação em Ensino (POSENSINO/UFERSA). Doutor em Educação.

Referências

ARROYO, M. G.; CALDART, R. S.; MOLINA, M. C. Por uma educação do campo. 3. ed. Petrópolis: Vozes, 2008.

BRASIL. Ministério da Educação. Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão. Lei n. 11.155, de 29 de julho de 2005. Dispõe sobre a transformação da escola superior de agricultura de Mossoró - ESAM em Universidade Federal Rural do Semi-Árido - UFERSA-RN e dá outras providências. Brasília, DF: MEC, MP, 2005. Disponível em: https://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_ato2004-2006/2005/lei/l11155.htm. Acesso em: 4 jan. 2023.

CALDART, R. S. Por Uma Educação do Campo: traços de uma identidade em construção. In: KOLLING, E. J.; CERIOLI, P. R.; CALDART, R. S. (org.). Educação do Campo: Identidade e Políticas Públicas. Coleção Por Uma Educação do Campo, v. 4. Brasília, 2002.

CALDART, R. S. Elementos para a construção do Projeto Político e Pedagógico da Educação do Campo. In: MOLINA, M. C.; JESUS, S. M. S. A. (org.). Contribuições para a construção de um projeto de educação do campo. Brasília, 2004. v. 5. (Coleção Por Uma Educação do Campo).

CALDART, R. S. Educação do Campo. In: CALDART, R. S. et al. (org). Dicionário da Educação do Campo. São Paulo: Expressão Popular, p. 257- 265, 2012.

GARCIA, S. B. Saberes da Terra: Contribuições da Experiência da Comunidade do Assentamento Nova Vida. 2009. Monografia (Especialização em Educação) – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, RN, 2009.

GATTI, B. A. et al. Professores do Brasil: novos cenários. Brasília: UNESCO, 2019. 351 p.

IMBERNÓN, F. Formação docente e profissional: Formar-se para a mudança e a incerteza. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2004. (Coleção Questões da Nossa Época).

MEDEIROS. E. A. Do Campo à Universidade: histórias, saberes, experiências, fazeres e a formação no curso de licenciatura Pedagogia da Terra. 2013. 159 f. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade do Estado do Rio Grande do Norte, Mossoró, RN, 2013.

MEDEIROS, E. A. Formação Interdisciplinar de Professores: estudo pedagógico-curricular sobre a Licenciatura em Educação do Campo da Universidade Federal Rural do Semi-Árido. 2019. 661 f. Tese (Doutorado em Educação) – Universidade Estadual do Ceará, Fortaleza, CE, 2019.

MEDEIROS, E. A.; AMORIM, J. L.; CARVALHO, S. M. G. Licenciaturas em Educação do Campo da Região Nordeste: estudo curricular sobre a formação de professores por áreas de conhecimento. Revista Práxis Educativa, Ponta Grossa, v. 15, e2014769, p. 1-22, 2020. DOI: 10.5212/PraxEduc.v.15.14769.044. Disponível em: https://revistas.uepg.br/index.php/praxiseducativa/article/view/14769. Acesso em: 4 jan. 2023.

MEDEIROS, E. A.; DIAS, A. M. I.; THERRIEN, J. Licenciaturas (Interdisciplinares) em Educação do Campo: estudo sobre sua expansão no Brasil. Educ. Rev., Belo Horizonte, MG, v. 37, e226082, 2021. DOI: 10.1590/0102-4698226082. Disponível em: https://www.scielo.br/j/edur/a/qj8BLGJgCWWRGTLRLFvWxbS/?lang=pt. Acesso em: 4 jan. 2023.

MOLINA, M. C. Educação do Campo e Pesquisa. Questões para reflexão. Brasília: Ministério do Desenvolvimento Agrário, 2006.

MOLINA, M. C.; PEREIRA, M. F. R. Atuação de egressos(as) das licenciaturas em Educação do Campo: reflexões sobre a práxis. Revista FAEEBA – Educação e Contemporaneidade. Salvador, v. 30, n. 61, p. 138-159, 2021. DOI: 10.21879/faeeba2358-0194.2020.v30.n61.p138-159. Disponível em: http://educa.fcc.org.br/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S0104-70432021000100138&lng=pt&nrm=iso. Acesso em: 4 jan. 2023.

SÁ, L. M.; MOLINA, M. C. Escola do Campo. In: CALDART, R. S. et al. (org.). Dicionário da Educação do Campo. Expressão Popular. Rio de Janeiro, São Paulo, 2012. p. 326-332.

SANTOS, C. A Educação no Espaço Rural e a Licenciatura em Educação do Campo. Revista HISTEDBR On-line, Campinas, n. 55, p. 285-296, 2014. ISSN: 1676-2584. Disponível em: https://periodicos.sbu.unicamp.br/ojs/index.php/histedbr/article/view/8640475/8034. Acesso em: 4 jan. 2023.

SILVA, T. M. N. A Construção do Currículo na Sala de Aula: o professor como pesquisador. 1. ed. São Paulo: EPU, 1990.

SOUSA, B. S. et al. A organicidade dos egressos(as) da Licenciatura em Educação do Campo: uma construção em percurso. Revista Brasileira de Educação do Campo, Tocantinópolis, v. 6, e12966, 2021. DOI: 10.20873/uft.rbec.e12966. Disponível em: https://sistemas.uft.edu.br/periodicos/index.php/campo/article/view/12966. Acesso em: 4 jan. 2023.

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO SEMI-ÁRIDO. Projeto Pedagógico do Curso de Licenciatura em Educação do Campo. Mossoró, RN, 2013. Disponível em: https://ledoc.ufersa.edu.br/wp-content/uploads/sites/52/2014/09/Educa%C3%A7%C3%A3o-no-campo-2013.pdf. Acesso em: 4 jan. 2023.

Publicado

2023-03-31

Como Citar

ALVES, Ramon Roseno; MEDEIROS, Emerson Augusto de. Do currículo instituído ao currículo experienciado: Reflexões sobre a formação de professores por áreas de conhecimento na LEDOC/UFERSA. Educação e Fronteiras, Dourados, v. 13, n. 00, p. e023007, 2023. DOI: 10.30612/eduf.v13i00.16943. Disponível em: https://ojs.ufgd.edu.br/educacao/article/view/16943. Acesso em: 19 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos Demanda Contínua