Formação cidadã na educação científica e tecnológica: olhares críticos e decoloniais para as abordagens CTS

Victor Augusto Bianchetti Rodrigues, Irlan von Linsingen, Suzani Cassiani

Resumo


As abordagens a partir das relações entre Ciência-Tecnologia-Sociedade (CTS) têm se destacado, no âmbito da Educação Científica e Tecnológica (ECT). Neste trabalho, nos dedicamos a investigar sobre as contribuições das abordagens CTS para a formação cidadã crítica e decolonial dos estudantes. Para isso, realizamos uma revisão na literatura, de maneira a analisar artigos sobre abordagens CTS no âmbito da ECT, com base em pressupostos de Paulo Freire, Boaventura de Sousa Santos, Maria Paula Meneses e Anibal Quijano. Foi possível perceber que a maioria das propostas CTS desenvolvidas no contexto brasileiro abordam temáticas que chamamos de “universais”, pois não correspondem à realidade dos estudantes. Ademais, não foi possível perceber, nas propostas educacionais CTS, a denúncia da presença das relações de colonialidade e seus efeitos socioculturais. Nesse sentido, propomos uma ressignificação das abordagens CTS no contexto brasileiro, de maneira que as mesmas possam contribuir para uma formação cidadã crítica e decolonial.


Palavras-chave


Educação Científica e Tecnológica. Formação Cidadã. Decolonialidade.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v9i25.11012

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.