Silenciamento e resistência: retratos da mulher nos contos freirianos

Claudimar Paes de Almeida, Leoné Astride Barzotto

Resumo


A década de 1960 foi um momento precursor do pensamento feminista, pois a mulher se torna elemento de estudo em diversas áreas do conhecimento. Com esse pressuposto, o trabalho tem como objetivo realizar um estudo através dos contos de Marcelino Freire contidos nas obras BaléRalé (2004) e Contos negreiros (2005), acerca do pós-colonialismo, feminismo e a questão de gênero, já que há um estreitamento entre estas correntes críticas, pois como afirma (Du Plessis, 1985, p. 46 apud Bonnici, 2009, p.266) “Uma mulher da colônia é uma metáfora da mulher como colônia”. Considera-se que, se o homem foi duramente colonizado, a mulher sentiu, em suas “entranhas”, duplamente esse processo. Diante dos apontamentos, toma-se como metodologia um estudo crítico-analítico, apoiando-se em referências que contribuem diretamente nas ponderações assinaladas. A pesquisa agrega os seguintes aportes teóricos: Adichie (2015), Beauvoir (1980), Bonnici (2009) e Zolin (2009). A análise ultimou que a figura feminina contemporânea ainda vivencia as muitas mazelas do contexto pós-colonialista, principalmente quando direcionadas ao silenciamento e ao subjugamento à violência, à prostituição ou ao abuso sexual. Entretanto, as vozes de resistência da mulher à não imposição, julgamento e subalternidade salpicam como “gotas de sangue” na conjuntura atual.

Palavras-chave


Colonialismo. Contemporaneidade. Gênero. Marcelino Freire. Pós-colonialismo.

Texto completo:

PDF

Referências


ADICHIE, Chimamanda Ngozi. Sejamos todos feministas. Tradução Christina Baum. – 1ª ed. – São Paulo: Companhia das Letras, 2015.

BEAUVOIR, Simone de. O segundo sexo: fatos e mitos. v. 1, trad. Sérgio Milliet. 4 ed. Riod de Janeiro: Nova Fronteira, 1980.

BONNICI, Thomas. Teoria e crítica pós-colonialistas. In: BONNICI, Thomas, ZOLIN, Lúcia Osana. Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Rev. e ampl. – Maringá: Edduem, 2009.

FREIRE, Marcelino. BaléRalé. – 2ª ed. – São Paulo: Ateliê Editorial, 2004.

FREIRE, Marcelino. Contos negreiros. – 9º ed. – Rio de Janeiro: Record, 2005.

ZOLIN, Lúcia Osana. Crítica Feminista. In: BONNICI, Thomas, ZOLIN, Lúcia Osana. Teoria literária: abordagens históricas e tendências contemporâneas. 3. ed. Rev. e ampl. – Maringá: Edduem, 2009.




DOI: https://doi.org/10.30612/raido.v11i26.6083

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.