Avaliação da integridade ambiental da Zona Especial de Interesse Ambiental do córrego Curral de Arame, Dourados (MS) através de Protocolo de Avaliação Rápida

Laís Castaldeli Rodrigues, Fernanda Cano de Andrade Marques, Milla Dantas Oliveira, Ana Paula Lemke

Resumo


O município de Dourados teve as Zonas Especiais de Interesse Ambiental (ZEIA) instituídas pelo Plano Diretor Municipal (Lei Complementar n° 72 de 2003), que as define no Art. 36 como “todas as áreas do território municipal demarcada de acordo com suas características físico-bióticas, enquadradas como: áreas de proteção aos mananciais, áreas degradadas, unidades de conservação do município” (DOURADOS, 2003). Neste sentido, o objetivo do presente estudo foi diagnosticar o uso e ocupação da ZEIA inserida na microbacia no córrego Curral de Arame em Dourados, Mato Grosso do Sul.


Palavras-chave


Zona Especial de Interesse Ambiental-ZEIA. Microbacia. Plano Diretor.

Texto completo:

PDF

Referências


CALLISTO, M.; FERREIRA, W. R.; MORENO, P.; GOULART, M.; PETRUCIO, M. 2002. Aplicação de um protocolo de avaliação rápida da diversidade de hábitats em atividades de ensino e pesquisa (MG-RJ). Acta Limnologica Brasiliensia, v.14, n.1, p. 91-98.

DOURADOS. Lei Complementar n° 72 de 30 de dezembro de 2003. Plano Diretor de Dourados. 2003.

FERREIRA, P. S.; PEREIRA, J. G. Identificação de Zonas Especiais de Interesse Ambiental Localizadas no Atual Perímetro Urbano do Município de Dourados. In: Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão, 2012, Dourados. Resumos expandidos e trabalhos completos do ENEPE. Dourados: Editora UFGD, 2012.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICAS-IBGE, Cidades, 2017. Disponível em: Acesso em: 29 de nov. 2017.




DOI: https://doi.org/10.30612/re-ufgd.v5i10.8588

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.