Desafios para conservação da Tartaruga Verde (Chelonia mydas) no litoral paranaense

Matheus Santana Antiquera, Erica Vicente Onofre, Liliani Marilía Tiepolo

Resumo


O presente trabalho discorre sobre os diversos impactos antrópicos que a região deflagrada como um hotspot mundial de biodiversidade, o litoral do Paraná, vem sofrendo ao longo de anos de ocupações urbanas, em especial a Chelonia mydas, considerada uma espécie sentinela da qualidade dos oceanos e infelizmente é mais uma das espécies da fauna marinha que corre risco de ser extinta por conta das modificações da natureza causadas pelo crescimento econômico desproporcional e dissociado da natureza, que influencia na conservação de uma importante espécie dos nossos oceanos, a tartaruga-verde.

Palavras-chave


Risco de extinção. Poluição. Zonas costeiras.

Texto completo:

PDF

Referências


AGUIRRE, A. A. e LUTZ, L. Marine Turtles as Sentinels of Ecosystem Health: Is Fibropapillomatosis an Indicator?. ECOHealt. Florida. p 275 – 283, 2004.

ASSOCIAÇÃO MAR BRASIL. Notícias: Monitoramento de tartarugas marinhas no litoral do paraná conclui operação com número recorde de animais registrados. 2018. Disponível em: Acesso em: 10/mai/2018.

GOVERNO DO ESTADO. Zoneamento Ecológico Econômico do Estado do Paraná - Litoral. 2016, Curitiba. Disponível em: < http://www.itcg.pr.gov.br/arquivos/File/ZEE_2016/ZEEPRLitoralWEB.pdf > Acesso em: 5/mai/2018.

INSTITUTO CHICO MENDES DE BIODIVERSIDADE. Livro Vermelho da Fauna Brasileira Ameaçada de Extinção. Brasília - DF, 2016, v.8, p. 32.

PARANÁ PORTAL. Saúde das tartarugas no Litoral preocupa pesquisadores. 2018. Disponível em: Acesso em: 5/mai/2018.

PIERRI, N. O litoral do Paraná: entre a riqueza natural e a pobreza social. Curitiba: UFPR (Revista Desenvolvimento e Meio Ambiente). n. 8, 2003.

ROSSI, S.; ZWARG, T.; SANCHES, T. C.; CESAR, M. de O., WERNECK, Max R., MATUSHIMA, Eliana R. Perfil hematológico de Chelonia mydas (Testudines, Cheloniidae) de acordo com o grau de acometimento pela fibropapilomatose e sua ausência. Pesquisa Veterinária Brasileira, Rio de Janeiro. v. 29, n. 12, p. 974 - 978, 2009.

SILVA, L. E.; GURGATZ, B. M.; SANTIAGO, D. F.; VEIGA., M. C. N. P.; REIS, R. A.; OLIVEIRA, A. L. Produção de banana no litoral do paraná - reflexões acerca do papel social da universidade no contexto do desenvolvimento rural na região. Matinhos: Revista Eletrônica Interdisciplinar. p. 41-47, 2017.

UNIÃO INTERNACIONAL PARA CONSERVAÇÃO DA NATUREZA. Classificação da Chelonia mydas. 2017. Disponível em: http://www.iucnredlist.org/details/4615/0. Acesso em: 18 de Maio de 2018.

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARANÁ. Ciência e Tecnologia: 80% das tartarugas marinhas mortas no Litoral do Paraná têm lixo no trato intestinal, denunciam técnicos da UFPR. 2017. Disponível em: Acesso em: 9/mai/2018.

WASSMANSDORF, R. Ocorrência da fibropapilomatose em tartarugas marinhas no litoral do Estado do Paraná. 2009. Monografia (Estágio em Zoologia). UFPR, Curitiba.

SARMIENTO, A. M. S. Determinação de pesticidas organoclorados em tecidos de tartarugas-verdes (Chelonia mydas) provenientes da costa sudeste do Brasil: estudos da ocorrência com e sem fibropapilomatose. 2013. Dissertação. São Paulo - SP.




DOI: https://doi.org/10.30612/re-ufgd.v5i9.8534

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.