Formação docente para o uso das tecnologias móveis na escola: em busca de novas propostas formativas

Célia Regina de Carvalho

Resumo


No presente artigo analisamos as contribuições de ações de formação continuada do ProInfo Intregrado que possibilitassem a integração de tecnologias digitais e móveis no processo de ensino e aprendizagem. Se refere a um estudo cujo objetivo geral consistia em analisar e avaliar a implementação de uma proposta de formação continuada envolvendo professores da rede pública do município de Naviraí – MS sobre o uso de tecnologias móveis na escola. A metodologia envolveu uma pesquisa qualitativa, na qual procedemos a um levantamento documental de materiais de cursos ofertados pelo Núcleo de Tecnologia Educacional, no período de 2010 a 2014. Os resultados demonstram que estas ações pretendem dotar gestores e professores de conhecimentos necessários para se apropriarem das tecnologias a fim de integrá-las no trabalho docente. Porém, são pensadas em nível nacional, na modalidade semipresencial, desconsiderando a realidade e peculiaridade das escolas instituições, bem como os variados níveis de apropriação dos participantes. Recomendamos a instauração de propostas formativas que considerem as demandas provenientes das instituições e as necessidades dos professores e que estejam ligadas à realidade pela qual estão inseridos.

Palavras-chave


Tecnologias móveis. Escola. Ações de formação. Professores.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, Maria Elizabeth B; SILVA, Maria da Graça Moreira da. Currículo, Tecnologia e Cultura Digital: Espaços e Tempos de Web Currículo. Revista e-curriculum, São Paulo, v. 7. n. 1. abril/2011.

ALMEIDA, Maria Elizabeth B; BORGES, Marilene Andrade F.; FRANÇA, George. O uso das tecnologias móveis na escola: uma nova forma de Organização do trabalho pedagógico. XVI ENDIPE - Encontro Nacional de Didática e Práticas de Ensino - UNICAMP – Campinas. 2012.

ARRIADA, Monica Carapeços; RAMOS, Edla Maria Faust. Redes de Aprendizagem. Guia do Formador. 1. ed. Brasília: Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, 2013.

BONILLA, Maria Helena Silveira. Políticas Públicas para inclusão digital nas escolas. Motrivivência. ano XXII, n. 34. p. 40-60. jun. 2010.

BONILLA, Maria Helena Silveira. A presença da cultura digital no GT Educação e Comunicação da ANPED. Revista Teias. v. 30. 71-93. Set/dez. 2012.

BONILLA, Maria Helena Silveira; PRETTO, Nelson De Luca. Política educativa e cultura digital: entre práticas escolares e práticas sociais. Perspectiva. v. 33, n. 2, p. 499 - 521, maio/ago. 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Programa um Computador por Aluno - UCA. Secretaria de Educação a Distância, 2009. Formação Brasil: projeto, planejamento das ações/cursos, p. 136, 2009. Disponível em: http://www.virtual.ufc.br/cursouca/modulo_apresentacao/topico_03/processo_formativo/f ormacao_brasil.pdf. Acesso em: maio 2015.

BRASIL. Ministério da Educação. Implantação e desenvolvimento dos projetos-piloto em escolas públicas para o uso pedagógico do laptop educacional conectado. Termo de referência. Secretaria de Educação a Distância, p. 1-22, ago. 2010. Disponível em: ramec.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&task. Acesso em: Jun. 2011.

CARVALHO, Célia Regina de. As tecnologias móveis na escola e o trabalho docente: as contribuições de uma pesquisa intervenção na formação continuada de professores da educação básica. Presidente Prudente: 2017, 337 p.

COUTINHO, Clara Pereira; BOTTENTUIT JUNIOR, João Batista. A complexidade e os modos de aprender na sociedade do conhecimento. 2007.

IBGE. Pesquisa nacional por amostra de domicílios: síntese de indicadores 2015 / IBGE, Coordenação de Trabalho e Rendimento. - Rio de Janeiro: IBGE, 2016. 108p.

JESUS, Ana Maria Ribas de. Programa um computador por aluno - Prouca: formação e prática docente. Campo Grande - MS, 2013. 128p. Dissertação (Mestrado em Educação). Universidade Católica Dom Bosco.

MARTINS, Ronei Ximenes; FLORES, Vânia de Fátima. A implantação do Programa Nacional de Tecnologia Educacional (ProInfo): revelações de pesquisas realizadas no Brasil entre 2007 e 2011. Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos, v. 96, n. 242, 2015.

PRADO, Maria Elisabete Brisola Brito; SILVA, Maria da Graça Moreira da. Formação de educadores em ambientes virtuais de aprendizagem. Em aberto. Brasília. v. 22. n. 79. p. 61-74. jan. 2009.

PRETTO, Nelson de Lucca. Redes colaborativas, ética hacker e educação. Educação em Revista, Belo Horizonte, v. 26, n. 3, p. 305-316, dez, 2010. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/edur/v26n3/v26n3a15.pdf. Acesso em: 24 fev. 2014.

TARDIF, Maurice; LESSARD, Claude. O trabalho docente: elementos para uma teoria da docência como profissão de interações humanas. Petrópolis: Editora Vozes, RJ. 2. ed. 2005.

TARDIF, Maurice; Saberes docentes e formação profissional. Rio de Janeiro: Vozes, 5 ed. 2005.

SANTOS, Vanderlei Siqueira dos. Formação de professores na modalidade presencial e on-line com foco na prática pedagógica com a utilização das TICS. Tese de Doutorado. Pontifícia Universidade Católica do Paraná. 2012, 278 p.

VALENTE, José Armando. MARTINS, Maria Cecília. O Programa Um Computador por Aluno e a Formação de Professores das Escolas Vinculadas à Unicamp. Revista Geminis. Ano 2. n. 1. 2011. p. 116-136.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v6i12.9181

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.