A influência de organizações didáticas no trabalho matemático dos estagiários da licenciatura: um estudo na formação inicial

Rita Lobo Freitas, Saddo Ag Almouloud

Resumo


O presente trabalho visa relatar os principais resultados da pesquisa de mestrado.Nesta pesquisa investigou-se o processo de aprendizagem dos estudantes de um curso de licenciatura em matemática de uma universidade estadual na Bahia, durante as aulas da componente curricular estágio supervisionado. O objetivo é analisar como esses sujeitos mobilizam seus saberes matemáticos a respeito da função exponencial construídos durante a graduação e durante um projeto de intervenção na disciplina mencionada anteriormente. A questão de pesquisa que permeou a investigação foi: como organizações didáticas interferem na construção de conhecimentos/saberes de estagiários de Licenciatura em Matemática, sobre o conceito de função exponencial? Como metodologia, foi utilizada a engenharia didática de primeira geração. O quadro teórico foi composto pela Teoria das Situações Didáticas, e pela Teoria Antropológica do Didático. A construção das situações-problema apoiou-se nas atividades selecionadas dos livros didáticos analisados e no estudo histórico-epistemológico do objeto matemático função exponencial. Os dados foram coletados durante as atividades de experimentação, realizadas nas aulas teóricas de estágio curricular supervisionado, em uma universidade estadual na Bahia. A análise dos dados coletados permitiu identificar um conjunto de características positivas que evidenciam a influência da organização didática na construção e na consolidação dos saberes dos estudantes, sejam esses saberes matemáticos ou didáticos, sobre a função exponencial, contribuindo para a formação dos futuros professores da educação básica.

Palavras-chave


Situações didáticas. Função exponencial. Estágio supervisionado.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMOULOUD, S. A. Fundamentos da didática da matemática. Curitiba: Ed. UFPR, 2007.

ARTIGUE, Michèle. Ingèniere didactique. RDM, v.9, n.3, p.231-308,1988.

BRITO, Arlete de Jesus; ALVES, Francisca Terezinha. Oliveira. In: NACARATO, Adair Mendes; PAIVA, Maria Auxiliadora Vilela. A formação do professor que ensina matemática: perspectivas e pesquisas. Belo Horizonte: Autêntica, 2006.

BROUSSEAU, Guy. Introdução ao estudo das situações didáticas: conteúdos e métodos de ensino. São Paulo: Editora Ática, 2008.

BROUSSEAU, Guy. Fundamentos e métodos da didáctica da matemática. In: BRUN, Jean. Didáctica das matemáticas. Lisboa: Editora Horizontes Pedagógicos, 1996.

CHEVALLARD, Yves. El Análisis de Las Prácticas Docentes en la Teoría Antropológica De Lo Didáctico. Recherches em Didactique dês Mathématiques, Vol. 19, nº 2, pp. 221-266, 1999.

FREITAS, Rita Lobo; ALMOULOUD, Saddo Ag. Representações sobre função exponencial. Anais do XI ENEM. Curitiba, 2013. Disponível em Acesso em: 01/08/2013.

FREITAS, Rita Lobo. A influência de organizações didáticas no trabalho matemático dos estagiários da licenciatura: um estudo da função exponencial. Dissertação (Mestrado em Educação Matemática). PUC/SP, São Paulo, Brasil, 2015. 173 f.

PIRES, Maria Auxiliadora Lisboa Moreno. Estágio curricular supervisionado: uma análise dos cursos de licenciatura em matemática. In: SANTA’ANA, Claudinei de Camargo; SANTANA, Parolin Irani; EUGÊNIO, Benedito Gonçalves (Org.). Estágio supervisionado, formação e desenvolvimento profissional docente. São Carlos: Pedro & João Editores, 2012.

PIMENTA, Selma Garrido; LIMA, Maria Socorro Lucena. Estágio e docência. São Paulo: Cortez, 2011.

ROSSINI, Renata. Saberes docentes sobre o tema função: uma investigação das praxeologias. Tese (doutorado em Educação Matemática). PUC/SP, São Paulo, Brasil, 2006. 382 f.

TARDIF, Maurice. Saberes docentes e formação profissional. Petropólis, RJ: Vozes, 2012.

ZUFFI, E. M. O tema “funções” e a linguagem matemática de professores do ensino médio: por uma aprendizagem de significados. 1999. Tese (doutorado em Didática - Ensino de Ciências e Matemática), Faculdade de Educação, USP, São Paulo,1999.

ZUFFI, E. M. Uma sequência didática sobre funções para a formação de professores do ensino médio. In: VIII Encontro Nacional de Educação Matemática, 2004, Recife. Anais. Recife, 2004. CD-ROM.

DUVAL, Raymond. L’analyse cognitive du fonctionnement de la pensée et de l’activité mathématique: cours sur apprentissages intellectuels donné à la PUC-SP. São Paulo: Programa de Estudos Pós-graduados em Educação Matemática, 1999.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v5i10.8446

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.