Relato de experiência: projeto olhos da alma

Felipe Nascimento Teixeira, Rafael de Paulo Coelho, Uiara Lima Farias, Natália Cristina de Oliveira

Resumo


Em nossa sociedade, a deficiência não é mais considerada um assunto novo. Antigamente, os tratamentos que essas pessoas recebiam revelavam a falta de entendimento sobre o assunto. Em décadas mais recentes, pessoas com deficiência obtiveram grandes vitórias, especialmente os deficientes visuais. No meio acadêmico, muito pouco se tem estudado a respeito de modalidades esportivas de luta para esta população. Com o intuito de contribuir para o preenchimento desta lacuna, o objetivo deste trabalho foi descrever a metodologia de ensino e treinamento de Muay Thai para deficientes visuais, realizada no projeto “Olhos da Alma”. Para isso, foi gravada uma entrevista com o profissional responsável pelo projeto e com uma de suas alunas. O ensino da modalidade possui metodologia específica para os deficientes visuais, desenvolvida pelo profissional. Os movimentos foram divididos em partes, e as sequências sistematizadas. Algumas técnicas foram desenvolvidas para possibilitar o aprendizado da modalidade pelos deficientes visuais, entretanto, nenhuma adaptação precisou ser feita nos equipamentos normalmente utilizados nos treinos de Muay Thai. A participação no projeto, de acordo com a percepção do profissional e da aluna, contribui para a inclusão social, melhora do condicionamento físico, da socialização e da autoestima dos alunos com deficiência visual.

Palavras-chave


Deficiência Visual. Esportes de Luta. Educação Física e Treinamento.

Texto completo:

PDF

Referências


ALMEIDA, J.J.G.D.; GORLA, J.I. A Expressão de uma Atividade Esportiva: O desporto para cegos. Revista Conexões, v.5, n.1, p.108-113, 2007.

ALMEIDA, O.M.; SILVA, R.F.D. Atividade motora adaptada e desenvolvimento motor: possibilidades através das artes marciais para deficientes visuais. Movimento & Percepção, v.10, n.14, p.222-239, 2009.

ARAÚJO, A.P.; MARQUES, E.S.; OLIVEIRA, M.L.A.; SILVA, E.F. Portadores de necessidades especiais: o caso do instituto de educação e reabilitação dos cegos do Rio Grande do Norte. Revista Digital de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v.5, n.2, p.67-86, 2008.

BARREIRA, C.R.A.; MASSIMI, M. A Moralidade e a Atitude Mental no Karate-do no Pensamento de Gichin Funakoshi. Memorandum, v.2, p.39-54, 2002.

COSTA, A.M.; SOUSA, S.B. Educação física e esporte adaptado: história, avanços e retrocessos em relação aos princípios da integração/inclusão e perspectivas para o século XXI. Revista Brasileira de Ciências do Esporte, v.25, n.3, p. 27-42, 2004.

LABRONICI, R.H.D.D.; CUNHA, M.C.B.; OLIVEIRA, A.S.B.; GABBAI, A.A. Esporte como fator de integração do deficiente físico na sociedade. Arquivos de Neuropsiquiatria, v.58, n.4, p.1092-1099, 2000.

MACIEL, M.R.C. Portadores de deficiência e a questão da inclusão social. Revista São Paulo em Perspectiva, v.4, n.2, p.51-56, 2000.

MAGALHÃES, C.P.; NASCIMENTO, C.; GUIMARÃES, D.; OLIVEIRA, N.C. Percepção e expectativas do esportista com deficiência em relação ao profissional de Educação Física. Lecturas Educación Física y Deportes, v.19, n.199, p.1-5, 2014.

MORATO, M.P.; GOMES, M.S.P.; DUARTE, E.; ALMEIDA, J.J.G.D. A leitura de jogo no futebol para cegos. Movimento, v.17, n.3, p.97-114, 2011.

OLIVEIRA, L.M.B.; Cartilha do Censo 2010 - Pessoas com Deficiência. Coordenação-Geral do Sistema de Informação sobre a Pessoa com Deficiência. Brasília, 2012.

SOUZA, C.M.D.; OLIVEIRA, C.W.; FERREIRA, A.C.G.O.; ALMEIDA, J.J.G. A Educação Física e suas contribuições em um programa de orientação e mobilidade para crianças deficientes visuais. Lecturas: Educación Física y Deportes, v.10, n.09, p.1, 2005.

PEREIRA, R.; OSBORNE, R.; PEREIRA, A.; CABRAL, S.I. A importância do desporto de alto rendimento na inclusão social dos cegos: Um estudo centrado no instituto Benjamin Constant-Brasil. Motricidade, v.9, n.2, p.95-106, 2013.

RUSSO JÚNIOR, W.; SANTOS, L.J.M. O Judô como atividade pedagógica desportiva complementar, em um processo de orientação e mobilidade para portadores de deficiência visual. Lecturas: Educación Física y Deportes, v.7, n.35, p.1, 2001.

SILVA, R.F.D.; SEABRA JÚNIOR, L.; ARAÚJO, P.F.D. Educação Física Adaptada no Brasil: da História à Inclusão Educacional. São Paulo: Phorte Editora, 2008.

VIEIRA, C.S. Influência da prática do judô no comportamento ansioso de adolescentes cegos. Dissertação de Mestrado, Universidade Estadual do Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, 1998.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v6i11.7569

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.