Educação Física nas séries iniciais do Ensino Fundamental na cidade de Guanambi/BA: entre a legalidade e a legitimidade

Marlon Messias Santana Cruz, Pedro Alves Castro

Resumo


Estudos evidenciam a relevância da inserção da Educação Física como componente curricular nos anos iniciais do ensino fundamental, assim torna-se necessário um olhar crítico sobre esta realidade, no intuito de compreender os nexos e relações da atuação do(a) professor(a) no referido segmento de ensino. A realização deste estudo justifica-se pela relevância que a Educação Física tem para o desenvolvimento do sujeito, portanto é necessário uma atenção especial para esse Componente Curricular nos anos iniciais da educação escolar. O presente trabalho caracteriza-se como um estudo de caso, os instrumentos utilizados para levantamento dos dados foram análise de documentos, entrevistas e observação. Foi possível identificar a ausência do professor de Educação Física para atuar nesse segmento de ensino. Portanto, na realidade analisada, as aulas de Educação Física são ministradas por professores generalistas, o que compromete a legitimidade deste componente curricular.

Palavras-chave


Educação Física. Ensino Fundamental. Formação Docente.

Texto completo:

PDF

Referências


AYOUB, E. Reflexões sobre a Educação Física na educação infantil. In: Revista Paulista de Educação Física, supl.4, p.53-60, 2001.

BETTI, M.; ZULIANI, L. R. Educação física escolar: uma proposta de diretrizes pedagógicas. In: Revista Mackenzie da educação física e esporte, v. 01, n 01 2002 p. 73-81.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (9394/96). Ministério da Educação e Cultura, Brasília: Ed. Brasil, 1996.

BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais: Educação Física. Brasília: Imprensa Oficial, v. 7, 1997.

CASTELLANI FILHO, L. Et al. Metodologia do Ensino de Educação Física. 2 ed rev. São Paulo: Cortez, 2009.

FREIRE, E. dos S.; OLIVEIRA, J. G. M. de. Educação Física no Ensino Fundamental: identificando o conhecimento de natureza conceitual, procedimental e atitudinal. In: Motriz, Rio Claro, v. 10, n. 3. 2004.

GALLARDO, J. S. P .Prática de ensino em Educação Física: a criança em movimento. São Paulo: FTD, 2009

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. 5ª ed. São Paulo: Atlas, 2006.

KISHIMOTO, T. M. Política de formação profissional para a educação infantil: pedagogia e normal superior. Educação & Sociedade: formação de profissionais da educação: políticas e tendências. Educação & Sociedade, v.20, n.68, p.61-79, 1999.

KUNZ, E. Transformações didático pedagógica do esporte. Ijuí: UNIJUÍ, 1994.

MOLINA, R. M. K. Projeto Político- Pedagógico. In: GONZÁLEZ, F. J.; FENSTERSEIFER, P. E. (Org.). Dicionário crítico de Educação Física. 2. ed. Ijuí: Unijuí, 2008. P. 344

NEIRA, M. G; NUNES, M. L. F. Pedagogia da cultura corporal: crítica e alternativas. 2 ed. São Paulo: Phorte, 2008.

TARDIF, M. Saberes docentes e formação profissional. Petrópolis: Vozes, 2002.




DOI: https://doi.org/10.30612/hre.v5i10.7564

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.