A COMPULSÃO ALIMENTAR NO AMBIENTE ACADÊMICO

Mônica Aparecida Fernandes, Fernanda Mendes Resende

Resumo


O presente trabalho levantou dados estatísticos para averiguar se existe Compulsão Alimentar em estudantes universitários ingressantes, dentre uma das psicopatologias que poderiam surgir no meio acadêmico. Segundo Vitolo, Bortolini e Horta (2005), a Compulsão Alimentar é caracterizada como um período de ingestão de grande quantidade de comida (que ocorre em até duas horas, em média) seguido do sentimento da perda de controle sobre quais os alimentos e suas respectivas quantidades são ingeridos. O instrumento utilizado neste estudo foi o questionário Binge Eating ScaleBES. Como resultado, em uma amostra de 422 estudantes, 43 deles apresentaram Compulsão Alimentar moderada ou grave. A prevalência de Compulsão Alimentar entre estudantes novatos foi de aproximadamente 10,19%. Este índice foi maior na área das Ciências da Saúde e entre o público feminino da população estudada. Assim, torna-se premente o planejamento de estratégias interdisciplinares a fim de acolher o estudante universitário em seu momento de fragilidade.


Texto completo:

PDF


Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.