A Educação Infantil como espaço de promoção da aprendizagem e desenvolvimento da criança

Jaqueline Delgado Paschoal, Marcilene Druzian Santos

Resumo


Nos últimos anos, tem crescido significativamente o número de estudos publicados que abordam a temática da educação infantil, suas conquistas legais, seus avanços e as contingências que ainda persistem. Nesse contexto, o propósito deste estudo, de caráter bibliográfico, é discutir a finalidade da educação infantil no cenário da educação brasileira, especialmente, em função dos avanços da legislação a partir da década de noventa. Embora, tenha havido o reconhecimento das leis e das políticas públicas sobre o direito da criança à educação de qualidade e o dever do Estado na garantia desse direito, verifica-se um descompasso entre o legislado e o efetivado. A falta de clareza sobre a especificidade dessa etapa da Educação Básica tem levado a práticas assistencialistas no trabalho com as crianças menores de três anos na creche, assim como, a um foco acentuadamente educativo com crianças de quatro e cinco anos na pré-escola. Os resultados deste estudo indicam que a formação continuada das professoras é condição essencial para a compreensão da indissociabilidade entre cuidados e educação na organização do trabalho pedagógico com as crianças. Desse modo, é necessária a elaboração, implementação e avaliação de propostas pedagógicas capazes de contribuir para o desenvolvimento integral das crianças, sobretudo no que tange ao desenvolvimento de suas diferentes linguagens.  


Palavras-chave


Legislação. Direitos. Cuidados e Educação.

Texto completo:

PDF

Referências


ACORSI, Roberta. (Des)encaixes: espaço e tempo na escola contemporânea. Dissertação (Mestrado). Canoas: [s.n.], 2007.

ANGOTTI, Maristela. Educação infantil: para que, para quem e por quê? Campinas: Alínea, 2006.

BARBOSA, Maria Carmen Silveira. Por amor e por força: rotinas na educação infantil. Porto Alegre: Artmed, 2006.

BARRETO, Ângela Maria Rabelo Ferreira. Situação atual da educação infantil no Brasil. In: BRASIL, Ministério da Educação e do Desporto. Subsídios para o credenciamento e funcionamento das instituições de educação infantil. v. 2. Coordenação Geral de educação infantil. Brasília, MEC/SEB, 1998.

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal, 1988.

BRASIL. Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Lei nº 9394, de 20 de dezembro de 1996. Dispõe sobre as Diretrizes e Bases da Educação Nacional. Brasília, DF: MEC, 1996.

BRASIL. Referencial Curricular Nacional para a Educação Infantil. Brasília: Secretaria de Educação Fundamental, 1998.

BRASIL. Política Nacional de Educação Infantil: pelos direitos das Crianças de Zero a Seis Anos à Educação. Brasília: MEC/SEB, 2006a.

BRASIL. Ministério da Educação e do Desporto. Secretaria de Educação Básica. Parâmetros Nacionais de Qualidade para a educação infantil. v 1. Brasília, DF: MEC/SEB, 2006b.

BRASIL. Parecer CNE/CEB 020/2009; Resolução CNE/CEB N. 5/2009. Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação Infantil. Brasília, DF: Conselho Nacional de Educação/Câmara da Educação Básica, 2009.

CALIL, Ana Maria Gimenes Corrêa. Formar e formar-se no berçário: um projeto de desenvolvimento profissional no contexto de um centro de educação infantil. Dissertação de Mestrado. USP, São Paulo, 2010.

FRAGO, Antonio; ESCOLANO, Augustín. Currículo, espaço e subjetividade: a arquitetura como programa (trad. Alfredo Veiga-Neto). Rio de Janeiro, DP&A, 1998.

HORN, Maria das Graças. Projetos pedagógicos na educação infantil. Porto Alegre. Ed. Artes Médicas, 2006.

KRAMER, Sonia. Com a pré-escola nas mãos: uma alternativa curricular para a educação infantil. 2. ed. São Paulo: Ática, 1991.

MORENO, Gilmara Lupion. Organização do trabalho pedagógico na Educação Infantil. In: PASCHOAL, Jaqueline. Delgado. (Org.) Trabalho pedagógico na educação infantil. Londrina, 2007. p. 53-63.

OLIVEIRA, Zilma Ramos de. Educação Infantil: fundamentos e métodos. São Paulo: Cortez, 2002. (Coleção docência em formação).

PASCHOAL, Jaqueline Delgado. Entre os saberes e práticas das professoras de educação infantil: um estudo sobre os cuidados na primeira infância. POIÉSIS. Unisul, Tubarão, v.9, n.15, p. 63 - 79, Jan/Jun 2015. pp. 63-79. Disponível em: http://www.portaldeperiodicos.unisul.br/index.php/Poiesis/article/view/2716/2115. Acesso em: 13 fev. 2017.

PASQUALINI, Juliana C.; MARTINS, Lígia Martins. A Educação Infantil em busca de identidade: análise crítica do binômio cuidar-educar e da perspectiva anti-escolar em Educação Infantil. Psicologia da Educação. São Paulo, n. 27, 2008. pp. 71-100. Disponível em: http://pepsic.bvsalud.org/pdf/psie/n27/v27a05.pdf. Acesso em: 20 jan. 2017.




DOI: https://doi.org/10.30612/eduf.v8i24.10260

Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.