A mediação da leitura literária em sala de aula: um instrumento de empoderamento

Kelly Mara Soares Dornelles

Resumo


Este artigo tem como ideia central a mediação do uso da literatura em sala de aula com a função de humanizar os leitores e o uso da linguagem como fator fundamental de empoderamento do indivíduo. Usarei para análise o conto Paco Yunque, do escritor peruano César Vallejo. Esse trabalho se fundamentará nos trabalhos de Freire, Candido, Achugar, Mignolo, Santiago e Bonnici, dentre outros. Através da leitura do conto o aluno observará que o enredo é como uma representação da sua realidade, levando-o à outra condição intelectual. Essa reflexão fará com que os alunos se manifestem, revelando sua situação de empoderamento.

Palavras-chave


Literatura latina americana. Leitura. Empoderamento.

Texto completo:

PDF

Referências


BARZOTTO, Leoné Astride. Interfaces culturais: The Ventriloquist’s tale &

Macunaíma. Dourados: UFGD, 2011. 303p.

BONNICI, Tomas. Introdução ao estudo das literaturas pós-coloniais. Bauru: Mimesis, v. 19, n. 1, 1998. pp. 07-23

CANDIDO, Antônio. A literatura e a formação do homem. In: Ciência e cultura. São Paulo. USP, 1972.

CANDIDO, A. Literatura e Sociedade. 9 ed. (revista pelo autor). Rio de

Janeiro. Ouro sobre azul, 2006.

CEVASCO, Maria Elisa. Dez lições sobre estudos culturais. São Paulo:

Boitempo, 2003.

COSTA, M. M. da. Metodologia do ensino da literatura infantil. A formação

do leitor e o ensino de literatura. Curitiba: IBPEX, 2007.

FERNANDES, C. R. D. Letramento literário no contexto escolar. In: Adair

Vieira Gonçalves; Alexandra Santos Pinheiro. (Org.). Nas trilhas do

letramento: entre teoria, prática e formação docente. 1.ed. Campinas, SP: Mercado de Letras, 2011, v. 01, p. 321-348.

FREIRE, Paulo. Pedagogia do oprimido. 17ª edição. Rio de Janeiro, Paz e

Terra, 1987.

FREIRE, Paulo. A importância do ato de ler. Em três artigos que se

completam. (Coleção polemica do nosso tempo; 4). 23. ed São Paulo:

autores associados: Cortez, 1989.

GALEANO, Eduardo. O livro dos abraços /tradução de Eric Nepomuceno.

ª edição . Porto Alegre: L&PM, 2002. 270p

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução: Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro.11ª edição. Rio de Janeiro, DP&A Editora, 2006.

HOGGART, R. Everyday Language & Everyday Life. New Brunswock e

Londres, Transaction Books, 2003.

LAJOLO, Marisa. Do mundo da leitura para a leitura do mundo. São Paulo:

Ática,1997.

LEAVIS, F. R. The Common Pursuit, Chatto & Windus: London; Clarke,

Irwin: Toronto, 1952.

MIGNOLO, Walter D. Histórias Locais / Projetos Globais: Colonialidade,

saberes subalternos e pensamento liminar. Tradução de Solange Ribeiro

de Oliveira. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2003.

PRYSTHON, Angela. Histórias da teoria: os estudos culturais e as

teorias pós-coloniais na América Latina. Revista Interin, v. 9, n 1,

SANTIAGO, Silviano. Uma literatura nos trópicos. Ensaios sobre

dependência cultural. 2 ª edição. Rio de Janeiro: Rocco, 2000.

THOMPSON, E.P. The Making of the English Working Class. Toronto:

Penguin Books, 1991.

VALLEJO, Cesar. Paco Yunque. In: RAMAL, Alicia (Org.). Contos latinoamericanos eternos. Rio de Janeiro: Bom texto, 2005. pp.55-73.

VALLEJO, Cesar. Antologia Poética de César Vallejo - seleção, tradução

prólogo e notas, José Bento, ed. Relógio D'Água, Lisboa, 1992.

VALOURA, Leila de Castro. Paulo Freire, o educador brasileiro autor do termo Empoderamento em seu sentido transformador. São Paulo: Instituto Paulo Freire, 2006. Disponível Acesso

em: 8 de Janeiro de 2015.

WILLIAMS, Raymond. Cultura e sociedade: 1780-1950. São Paulo:

Companhia Editora Nacional, 1969.




DOI: https://doi.org/10.30612/arredia.v4i7.4063




Licença Creative Commons
Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.