Alterações nos atributos físicos de um Latossolo Vermelho sob diferentes métodos de preparo para o plantio da cana-de-açúcar

Carlos Antonio da Silva Junior, Laércio Alves de Carvalho, Ismael Meurer, Paulo Leonel Libardi, Macos Antonio Camacho da Silva, Emídio Cantídeo Almeida de Oliveira

Resumo


Os diferentes sistemas de preparo do solo promovem modificações nos atributos físicos como agregação, densidade e porosidade. Estes atributos funcionam como indicadores de possíveis restrições ao crescimento radicular das culturas. O objetivo deste trabalho foi o de avaliar as modificações na estrutura física do solo cultivado com a cultura da cana-de-açúcar, submetido a diferentes tipos de preparo na bem como o custo de cada operação para avaliação econômica. O estudo foi realizado em fevereiro de 2009 na área experimental da Usina ETH-Unidade Eldorado, sendo avaliadas as características de densidade, porosidade total, umidade e resistência à penetração do solo (RP) nas profundidades de 0-0,20 m e 0,20-0,40 m. O cultivo mínimo mostrou maiores valores de resultados para a densidade do solo, tanto para camada 0-0,20 m quanto 0,20-0,40 m de profundidade. A resistência à penetração foi menor na camada de 0-0,20 m nos preparos convencionais I, II, e III. O cultivo mínimo e a subsolagem apresentaram maiores valores de resistência na camada de 0,20-0,40 m.


Texto completo:

PDF




Revista Agrarian 
e-ISSN 1984-2538

Licença Creative Commons

Este obra está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil.