Sobre a Revista

Foco e Escopo

A revista Agrarian (e-issn - 1984-2538) publica artigos e comunicações científicas originais, que contribuam para o desenvolvimento das Ciências Agrárias.

Com periodicidade trimestral até 2021 e a partir de 2022 passa a ser Fluxo Contínuo, a Agrarian cobre os seguintes tópicos:

  • Agronomia
  • Engenharia Agrícola
  • Produção Animal
  • Agronegócio
  • Ciência e Tecnologia de Alimentos

A revista tem como público-alvo os docentes e alunos de graduação e pós-graduação, pesquisadores e gestores de instituições de ensino superior e de pesquisa, de associações científicas e profissionais, dirigentes e técnicos da área de Ciências Agrárias e demais órgãos envolvidos na formação de pessoal e produção científica.

Processo de Avaliação pelos Pares

Os manuscritos submetidos à Agrarian passam pela avaliação dos Editores (desk review) quanto a aderência ao escopo da revista e atendimento das normas estabelecidas nas Diretrizes para Autores. Nessa fase, os manuscritos também passarão por uma análise eletrônica utilizando o sotware anti-plágio CopySpider para possível identificação de plágio.

Após a aprovação no desk review, o manuscrito é submetido a avaliação cega por pares, encaminhado a, no mínimo, dois revisores especialistas ad hoc, que avaliarão a qualidade científica do trabalho. Os revisores proferirão a recomendação de "Aceitar", "Revisões requeridas", "Submeter a nova rodada" ou "Rejeitar" o manuscrito.

Se os revisores não fornecerem respostas consistentes, os editores tomarão uma decisão baseada nos pareceres emitidos ou enviarão o artigo para um terceiro revisor.

Após análise dos pareceres, os editores decidirão se o manuscrito deve ser aceito, revisado, submetido a nova rodada de avaliações ou rejeitado.

A decisão dos editores é final.

Os manuscritos aceitos serão publicados respeitando a ordem cronológica de aceitação da seção a qual foi submetido.

Periodicidade

A Agrarian teve periodicidade trimestral até 2021. A partir de 2022 é Fluxo Contínuo.

Política de Acesso Livre

A Agrarian fornece acesso aberto e imediato ao seu conteúdo sob a Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-CompartilhaIgual 3.0 Brasil (CC BY-NC-SA 3.0 BR), sob o princípio de que a disponibilização da pesquisa gratuita ao público apóia uma maior troca global de conhecimento.

Taxas para Processamento e Publicação de Artigos

Este periódico não cobra taxas de submissão, processamento e publicação de artigos (APCs - Article Processing Charges).

Avaliação Qualis-CAPES

Quadriênio 2013-2016

Área de Avaliação Classificação
Interdisciplinar B2
Ciências Agrárias I B3
Ciências Ambientais B4
Engenharias III B4
Zootecnia / Recursos Pesqueiros B4
Administração Pública e de Empresas, Ciências Contábeis e Turismo B5
Biotecnologia B5
Engenharias I B5
Engenharias IV B5
História B5
Medicina Veterinária B5
Biodiversidade C
Ciências Biológicas I C
Farmácia C

Diretrizes Éticas para Publicação

As Diretrizes Éticas da Agrarian tem como objetivo contribuir para a qualidade científica da revista, garantindo credibilidade aos editores, autores e leitores. Este código baseia-se nas core pratices do Committee on Publication Ethics (COPE) e nas diretrizes fornecidas pelo Council of Science Editors (CSE), para promover a integridade das práticas científicas usuais para publicações no campo das Ciências Agrárias.

A Agrarian adota a definição de má conduta em pesquisa fornecida pela National Science Foundation (NSF). O termo é definido como "fabricação, falsificação ou plágio na proposta ou realização de pesquisas". A NSF também especifica a fabricação como “inventando dados ou resultados e registrando ou relatando-os”; falsificação como “manipulação de materiais, equipamentos ou processos de pesquisa ou alteração ou omissão de dados ou resultados” de tal maneira que a “pesquisa não seja representada com precisão”; e plágio como a "apropriação das idéias, processos, resultados ou palavras de outra pessoa sem dar o devido crédito" (NSF, 2012, p. 237).

Portanto, plágio, falsificação e fabricação de dados são considerados má conduta em pesquisa pela Agrarian, e não serão permitidos. Os autores devem garantir que todos os dados apresentados nos manuscritos submetidos sejam reais e autênticos.

Autoria e Contribuição

  • Os autores devem garantir que os manuscritos submetidos e seu conteúdo sejam originais e que não foram submetidos a outro periódico.
  • Os autores de um manuscrito submetido devem ter contribuído para o desenvolvimento da pesquisa. Não será permitida a inserção de novos autores após a aceitação do manuscrito.
  • O conteúdo e as opiniões expressas na publicação são de responsabilidade exclusiva dos autores. É de responsabilidade do autor correspondente garantir que todos os autores estejam de acordo e mantê-los informados sobre todo o processo editorial.
  • Os autores devem citar e organizar as referências que formaram a base teórica e prática de suas pesquisas de acordo com as Diretrizes para Autores.
  • Além disso, devem fornecer informações, se aplicável, sobre as fontes de financiamento da pesquisa que redigiram um reconhecimento no final do artigo ou em uma nota de rodapé no início.

Reclamações e Recursos

  • Ao enviar um manuscrito, os autores concordam em publicá-lo na revista.
  • Os autores serão informados sobre a aceitação do trabalho antes do início do processo de edição/diagramação e deverão expressar seu desejo de retirá-lo, caso necessário. Após a edição, a retirada dos trabalhos somente será aceita mediante solicitação justificável, que deverá ser enviada à revista por e-mail e analisada pelo Conselho Editorial.
  • Em caso de suspeita de plágio, o editor da revista deve entrar em contato com o autor para obter explicações. O prazo estabelecido pelo editor deve ser respeitado. A resposta do autor deve ser analisada pelo Conselho Editorial, que decide se o manuscrito deve avançar, ser alterado por seus autores ou rejeitado.
Conflitos de Interesse/Interesses Concorrentes
  • O editor da revista não deve ter conflitos de interesse em relação aos manuscritos que ele aceita ou rejeita. Em caso de conflito de interesses, o editor solicitará a análise e a decisão de um membro do Conselho Editorial que não deve estar envolvido no conflito.
  • Os revisores devem relatar conflitos de interesse pessoais, profissionais, intelectuais, financeiros, políticos ou religiosos à equipe editorial da Agrarian. Considerando o processo de revisão por pares, os revisores devem informar o editor caso a identidade do autor seja conhecida por eles.

Compartilhamento de Dados e Reprodutibilidade

  • A Agrarian é um periódico de acesso aberto. Todo o seu conteúdo está disponível gratuitamente, sem custo para o usuário ou sua instituição.
  • Os usuários podem ler, baixar, copiar, distribuir, imprimir, pesquisar ou vincular os textos completos dos artigos desta revista sem solicitar permissão prévia do editor ou autor.
  • Os autores devem declarar a autoria dos manuscritos submetidos e o uso legítimo de qualquer material de terceiros, citando-os adequadamente.
  • Todo o conteúdo apresentado nos artigos publicados na revista é de responsabilidade exclusiva dos autores e a reprodução deste conteúdo é permitida, desde que citada a fonte.

Supervisão Ética

  • Os autores devem garantir que a pesquisa, quando apropriada, tenha sido aprovada pela entidade relevante (por exemplo, o Comitê de Ética em Pesquisa).
  • O Conselho Editorial da Agrarian é responsável por monitorar o cumprimento destas Diretrizes Éticas para publicação. Além disso, o conselho deve sempre considerar as mudanças nos padrões de publicação científica no campo das Ciências Agrárias em suas decisões.

Propriedade Intelectual

  • Os autores autorizam a publicação do artigo na revista.
  • Os autores garantem que a contribuição é original e inédita e não está sendo avaliada em outra revista.
  • A revista não se responsabiliza pelas opiniões, ideias e conceitos expressos nos textos, pois são de exclusiva responsabilidade dos autores.
  • Os autores mantêm os direitos autorais e concedem à revista o direito de primeira publicação com o trabalho licenciado simultaneamente sob uma licença CC BY-NC-SA 3.0 BR que permite que outros compartilhem o trabalho com um reconhecimento da autoria do trabalho e publicação inicial neste periódico.
  • Os autores podem entrar em acordos contratuais adicionais e separados para a distribuição não exclusiva da versão publicada do artigo na revista (por exemplo, publicá-lo em um repositório institucional ou publicá-lo em um livro), com um reconhecimento de sua publicação inicial neste periódico.
  • Os autores são autorizados e incentivados a publicar seus artigos on-line (por exemplo, em repositórios institucionais ou em seus sites) somente após a publicação.
Processos de Revisão por Pares
  • Os revisores devem se recusar a fazer revisões para as quais não se sintam qualificados.
  • Os revisores só devem concordar em revisar um manuscrito se possuírem conhecimento do tópico para realizar uma revisão adequada e estiverem disponíveis para cumprir os prazos.
  • Os revisores não devem usar ou desviar o conhecimento adquirido durante o processo de revisão.
  • Os manuscritos revisados devem ser tratados confidencialmente. Os revisores devem respeitar a confidencialidade da revisão por pares e não devem divulgar nenhum detalhe do manuscrito ou de sua revisão, durante ou após o processo de avaliação.
  • Os comentários dos revisores devem ser objetivos e construtivos, evitando hostilidade e comentários pessoalmente difamatórios ou depreciativos.
  • Os revisores devem indicar as falhas que podem ser corrigidas, indicando o que deve ser feito para essa finalidade. Os revisores podem sugerir referências relevantes para estudos que não foram citados, quando cientificamente relevantes para o artigo  e/ou sua reformulação.
  • Os revisores devem procurar indicar as possíveis alterações na primeira revisão do manuscrito, evitando novas recomendações quando o arquivo reformulado for retornado.
  • Os autores podem ser convidados a serem revisores no processo de revisão por pares da revista. Se os autores forem solicitados a desempenhar esse papel, deverão fazê-lo com dedicação, presteza e seriedade científica, contribuindo para a melhoria do manuscrito.
  • Os revisores da Agrarian devem adotar as Ethical guidelines for peer reviewers do COPE.

Práticas Editoriais

As práticas editoriais da Agrarian são aquelas descritas no Guidance for Editors: research, audit and service evaluations do COPE.

Discussões e Correções Pós-publicação

A Agrarian reconhece a importância dos comentários pós-publicação sobre as pesquisas publicadas, como necessário para avanço do discurso científico.

Reclamações, desacordos sobre interpretação e outras questões que surgirem devem ser enviadas ao editor da revista pelo e-mail revistaagrarian@ufgd.edu.br. Leitores/autores que identificarem tais erros devem enviar claramente a referência da publicação, título, autor e seção do artigo, explicando brevemente o erro.

A Agrarian opera a seguinte política para fazer correções nas versões impressa e on-line de seu conteúdo revisado por pares.

  • Correção do editor. Notificação de um erro importante cometido pela Agrarian que afeta o registro da publicação ou a integridade científica do trabalho, ou a reputação dos autores ou da revista.
  • Correção do autor. Notificação de um erro importante cometido pelo (s) autor (es) que afeta o registro da publicação ou a integridade científica do trabalho, ou a reputação dos autores ou da revista.
  • Retração. Notificação de resultados inválidos que afetam a confiabilidade de um artigo publicado anteriormente. O artigo original é marcado como retratado, mas permanece disponível para os leitores, e a declaração de retratação que notifica os leitores sobre a invalidade do artigo publicado está vinculada ao artigo original publicado.
  • Nota do editor. Uma nota do editor é uma declaração dos editores notificando os leitores sobre questões relacionadas ao artigo publicado. É uma atualização on-line feita apenas na página de registro do artigo publicado.

As decisões sobre os tipos de correção são discutidas com o Conselho Editorial, mas o editor toma a decisão final sobre a categoria em que a alteração é publicada.

Diretrizes Éticas para Revisores de Periódicos Científicos

Essa diretrizes foram elaboradas pelo Commitee on Publication Ethics (COPE). O texto aqui apresentado é uma tradução livre do Ethical guidelines for peer reviewers
 
A revisão por pares ou peer-review representa uma importante etapa no processo editorial a fim de garantir a integridade do registro acadêmico. Os revisores, peça central desse processo, muitas vezes assumem esse papel sem qualquer orientação sobre as obrigações que lhes cabem. Visando minimizar esse problema, o COPE (Committee on Publication Ethics) estabelece as diretrizes éticas para revisores durante o processo de revisão.
Essas diretrizes podem ser aplicadas por revistas de todas as áreas do conhecimento, pois foram escritas em linguagem genérica e pretendem servir de referência para quando revistas e seus editores buscarem seus revisores, além de servirem para instituições acadêmicas, auxiliando na formação de seus alunos e pesquisadores.
 
Os revisores devem:
  • Concordar em rever os manuscritos apenas em assuntos nos quais tenham experiência.
  • Realizar a revisão em tempo hábil.
  • Respeitar a confidencialidade da revisão e não revelar quaisquer detalhes do manuscrito durante ou após o processo de revisão, além daqueles que são liberados pela  revista.
  • Evitar usar as informações obtidas durante o processo de revisão por pares em benefício próprio, para produzir vantagens, desvantagens ou desacreditar os outros.
  • Declarar conflitos de interesse.
  • Evitar que seus comentários sejam influenciados pela origem dos manuscritos, pela nacionalidade, religião ou crenças políticas, sexo ou outras características dos autores, bem como por considerações de caráter comercial.
  • Ser objetivos e construtivos em seus comentários, evitando comentários pessoais, hostis, difamatórios ou depreciativos.
  • Fornecer aos periódicos informações pessoais e profissionais atualizadas e verídicas que representem com rigor sua especialidade.
  • Reconhecer que o comportamento de adotar uma identidade falsa durante o processo de revisão é considerado falta grave. 
Expectativas durante o processo de revisão
 
Ao serem convidados para revisar um manuscrito, os revisores devem:
  • Responder sem demora, principalmente se não puderem aceitar o convite.
  • Declarar quando não têm conhecimento e experiência suficientes no assunto tratado para realizar a revisão. Declarar também quando sejam capazes de avaliar apenas parte do manuscrito, delineando claramente as áreas em que possuem conhecimento relevante.
  • Somente aceitar revisar um manuscrito quando tiverem certeza de que podem devolvê-lo dentro do prazo ou acordar mutuamente com a revista um novo prazo, informando sobre a necessidade de sua extensão.
  • Declarar quaisquer conflitos de interesses potenciais ou reais com relação à revista ou ao artigo (que podem ser, por exemplo, pessoais, financeiros, intelectuais, profissionais, políticos ou religiosos).
  • Seguir as políticas editoriais das revistas nas questões que se enquadrarem como conflitos de interesses. Se nenhuma orientação for fornecida, os revisores deverão informar à revista se trabalham ou se irão trabalhar na mesma instituição de alguns dos autores do manuscrito e se já foram alunos, mentores, colaboradores ou se têm relação pessoal com os mesmos.
  • Revisar novamente o manuscrito que tenham revisado previamente para outra revista, uma vez que os fundamentos e critérios de avaliação e aceitação podem ser diferentes.
  • Garantir que as revisões são baseadas em critérios técnicos e não influenciadas por considerações pessoais ou feitas com a intenção de o manuscrito receber um resultado específico (positivo ou negativo).
  • Evitar a realização de revisões com o objetivo exclusivo de ganhar visibilidade.
  • Recusar a revisão se estiver envolvido em algum trabalho relatado no manuscrito.
  • Recusar-se a rever o manuscrito se este for muito semelhante aos trabalhos que está desenvolvendo.
Durante o processo de revisão os revisores devem:
  • Notificar a revista imediatamente ou procurar aconselhamento se descobrirem conflito de interesse que não era evidente quando da concordância em realizar a revisão, ou qualquer coisa que impeça uma análise justa e imparcial.
  • Recusar rever o manuscrito e o material associado enquanto aguardam instruções da revista sobre questões que possam causar a rescisão do pedido de exame.
  • Ler o manuscrito, o material auxiliar e as instruções da revista por completo, informando para a revista se algo não está claro, bem como solicitar quaisquer itens ausentes ou incompletos, necessários para realizar uma completa revisão.
  • Notificar a revista o mais rápido possível se considerarem que não têm a experiência necessária para avaliar todos os aspectos do manuscrito, não esperando até o envio de seu comentário que pode atrasar indevidamente o processo de revisão.
  • Não envolver outra pessoa na revisão do manuscrito, sem antes pedir permissão da revista para incluir outros nomes que ajudarão na avaliação, assegurando que irão receber os devidos créditos por seus esforços.
  • Manter todos os manuscritos e detalhes de revisão confidenciais.
  • Contatar a revista se surgirem circunstâncias que impeçam a apresentação da revisão em tempo apropriado e fornecer uma data estimada que contemple o prazo necessário para fazer a revisão.
  • No caso de revisão duplo-cego (double-blind), se houver suspeita da identidade dos autores, notificar a revista.
  • Notificar imediatamente a revista se se depararem com alguma irregularidade relativa aos aspectos éticos do trabalho, se considerarem que há semelhança substancial entre o manuscrito avaliado e um manuscrito submetido a outro periódico, bem como com outro artigo já publicado, ou suspeitar de má conduta durante a investigação, a escrita e a submissão do manuscrito. Revisores devem, no entanto, manter as suas preocupações confidenciais e não as investigar pessoalmente, a menos que a revista peça mais informações ou conselhos.
  • Não prolongar intencionalmente o processo de revisão, seja por atrasar a apresentação de sua revisão ou solicitar informações adicionais desnecessárias da revista ou dos autores.
  • Garantir que sua avaliação se baseie nos méritos do trabalho e não tenha qualquer influência, positiva ou negativamente, de caráter financeiro, pessoal ou de preconceitos intelectuais.
  • Não contatar os autores diretamente sem a permissão da revista.
 Quando preparar o relatório os revisores devem:
  • Ter em mente que os editores estão preocupados com o conhecimento sobre o assunto, o bom senso, a avaliação justa e honesta dos pontos fortes e fracos do manuscrito.
  • Deixar claro no início de sua revisão se foi solicitado a abordar apenas partes ou aspectos específicos de um manuscrito e indicar quais são.
  • Seguir as instruções de feedback exigidas.
  • Ser objetivo e construtivo em sua revisão e fornecer feedback que possa
  • Ajudar os autores a melhorarem seu manuscrito.
  • Não fazer comentários depreciativos ou acusações infundadas.
  • Ser específico em suas críticas e fornecer evidências com referências apropriadas para fundamentar afirmações como “esse trabalho já foi feito”, ajudando editores em suas avaliações e decisões.
  • Lembrar que o manuscrito pertence ao autor e não tentar reescrevê-lo em seu estilo; no entanto, sugerir mudanças é importante para melhorar a clareza da escrita.
  • Estar atento ao uso da linguagem que não parece própria do autor e
  • Dar feedback a esse respeito.
  • Deixar claro que a sugestão de pesquisas adicionais é essencial para apoiar as afirmações feitas no manuscrito, e que isso irá fortalecer ou ampliar o trabalho.
  • Não preparar seu relatório ou incluir comentários de modo a sugerir que a avaliação foi feita por outra pessoa.
  • Não preparar seu relatório de forma a retratar injustamente outra pessoa.
  • Não fazer comentários injustos sobre qualquer trabalho citado no manuscrito.
  • Garantir que seus comentários e recomendações ao editor estejam consistentes com seu relatório para os autores (a maioria dos feedbacks deve ser colocada no relatório para os autores).
  • A seção de comentários adicionais ao editor não deve ser o lugar para atacar ou fazer acusações.
  • Não sugerir que autores incluam citações do revisor ou seus associados apenas para aumentar sua visibilidade. As sugestões devem ser baseadas em razões acadêmicas ou tecnológicas válidas.
  • Verificar se a revista permite assinar os comentários e qual a melhor maneira para fazê-lo.
  • Se o editor decidir, ele próprio, revisar o manuscrito, deve fazer isso de maneira transparente e não sob a identidade de um revisor anônimo.
Expectativa após o processo de revisão
 
Os revisores devem:
  • Continuar mantendo os detalhes do manuscrito e seus comentários confidenciais.
  • Responder prontamente, se contatados pela revista, sobre os assuntos relativos ao seu parecer e fornecer as informações requeridas.
  • Contatar a revista se alguma coisa relevante que possa afetar seus comentários e recomendações vier à tona depois do envio de sua revisão.
  • Ler pareceres de outro revisor, quando fornecidos pela revista, para melhorar seu próprio entendimento sobre o tema e as decisões tomadas.
  • Tentar acolher os pedidos da revista para rever manuscritos ressubmetidos.